Notícias

Futebol Internacional

Lloris volta a treinar pelo Tottenham três meses após grave lesão

Lloris

Além do goleiro, Harry Kane iniciou os estágios iniciais de reabilitação e está perto de retornar aos gramados

Na manhã desta sexta-feira (17), o Tottenham atualizou o boletim médico de alguns atletas de seu estrelado elenco. A principal novidade vai para o goleiro Hugo Lloris, que voltou a treinar com a equipe principal três meses após uma grave lesão no cotovelo.

O capitão dos Spurs sofreu danos nos ligamentos do cotovelo e deslocamento no jogo diante Brighton, no dia 05 de outubro de 2019. Na ocasião, o francês falhou em um gol do adversário e logo em seguida se machucou. O Tottenham perdeu a partida por 3 a 0.

De lá para cá, o argentino Paulo Gazzaniga foi o titular da meta, onde faz um bom trabalho, sendo até elogiado pelo treinador José Mourinho.

Outro destaque dos Spurs que estava no departamento médico é o atacante Harry Kane, estrela do clube. O inglês sofreu uma contusão no tendão da coxa esquerda.

Lloris
Foto: Divulgação/Tottenham

Agora, o camisa 10 está em um estágio inicial de recuperação e deve voltar aos gramados nas próximas semanas.

A situação do volante Moussa Sissoko é parecida com a de Kane. O meio-campista viajou para a França com a equipe médica do clube e também passará por estágios iniciais de reabilitação.

Já o volante Ndombélé (contusão no quadril) e o lateral Ben Davies (lesão no tornozelo) estão num estágio final de restauração e estão perto do retornar aos treinos.

Por enquanto, esses quatro atletas não estão à disposição do treinador José Mourinho e desfalcarão os Spurs na partida diante do Watford, que será realizada no próximo sábado (18), às 09h30 (de Brasília), no estádio Vicarage Road.

Paulo Gazzaniga deve seguir como o titular da meta para esta partida. Todavia, Lloris deve ficar no banco de reservas.

O time londrino atualmente está na 8ª colocação da Premier League, com 30 pontos conquistados.

Leia mais: West Ham vai em busca de vitória contra o Everton para espantar fantasma do rebaixamento

Nos acompanhe pelo Facebook

Deixe uma resposta