Notícias

Futebol Brasileiro

Brasil e Argentina fazem superclássico no Mineirão

Brasil x Argentina

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Brasil e Argentina fazem o primeiro superclássico numa semifinal de Copa América

Brasil e Argentina se enfrentam nesta terça-feira (02/07), ás 21:30, horário de Brasília. O superclássico é valido pela semifinal da Copa e acontecerá no Mineirão.

Os dois últimos confrontos entre as seleções em Copa América é favorável ao Brasil. No último confronto entre brasileiros e argentinos no Mineirão, os comandados de Tite venceram por 3 a 0. Em 2004 e 2007, o Brasil venceu os argentinos e consagrou-se campeão. Porém, em termos gerais os argentinos levam vantagem.

Tite X Scaloni

Mesmo com muito questionamento após eliminação na Copa do Mundo e sobre suas convocações, Tite tem números excelentes em seus três anos no comando da seleção brasileira. O técnico possui apenas duas derrotas no comando, uma delas para a Argentina. Em 2018, Tite venceu Scaloni em um amistoso, com gol de Miranda no final da partida, os brasileiros fizeram 1 a 0. Scaloni teve sua primeira derrota nessa partida.

Scaloni tem pouco menos de um ano no comando da seleção argentina, e ainda não repetiu uma escalação, mas pode repetir nessa partida contra o Brasil. O treinador tem 3 derrotas em um período de 14 jogos. O técnico começou muito pressionado após perder na estreia para a Colômbia, mas aos poucos, foi organizando sua equipe e a seleção fez dois bons jogos em sequência.

Defesa x Ataque

Tite é um excelente treinador quando se fala em sistema defensivo. Com seu comando, a seleção sofreu apenas oito gols. Nessa Copa América, o Brasil disputou 4 jogos e não levou nenhum gol, melhor defesa disparada da competição. O ataque tem oitos gols feitos, sendo cinco em apenas uma partida. O Brasil não fez gol na Venezuela e nem no Paraguai, e os brasileiros vem de uma classificação nos pênaltis contra os paraguaios.

Adenor terá Casemiro (que volta de suspensão) como titular. Mas tem dúvida em relação a Filipe Luís, com um problema muscular, caso o lateral não possa atuar,  Alexsandro assume essa vaga.

Tite ressaltou carinho do torcedor em Minas.

– Se a torcida puder trazer todo o carinho que tem dado quando chegamos ao hotel para o estádio vai deixar a mim e a todos os atletas gratificados e fortalecidos (…) Nós perdemos aqui, ganhamos da Alemanha em 2002 e fomos campeões, perdemos em 1950 do Uruguai no Maracanã. Pegamos a história e escolhemos que capítulo queremos. O que temos é o momento, um grande clássico no lugar, talvez, que tivemos mais carinho do torcedor.

O técnico dá seleção argentina disse que não se anula Messi, mas ressaltou seus jogadores também.
– A gente falou não só da individualidade da Argentina. Cresceu em termos coletivos também. O coletivo potencializa a individualidade. Não se anula Messi. Não. Pode-se diminuir as ações dele. Mas não pode se neutralizar as ações dele. Assim como não neutraliza-se Coutinho. Firmino, David Neres. Eles vão, em algum momento, ser decisivos.

Scaloni não confirmou toda escalação, mas disse que Aguero será titular

Scaloni vem fazendo mistério para definir a equipe para o jogo mais importante de inicial carreira. Com seu primeiro trabalho como treinador assumindo uma seleção gigante e numa Copa América, o técnico afirmou na coletiva que não tem experiência e que vem aprendendo muito ainda.

O técnico poderá pela primeira vez manter uma escalação de um jogo pra outro. Esse não é um problema só com ele, desde Tata Martino os argentinos não conseguiram mais manter uma mesma escalação. A seleção chega a incrível marca de 40 jogos com escalações diferentes.

Lionel Scaloni jogou pressão para o lado brasileiro.

– Para os dois times é um jogo importante, mas para Brasil um pouco mais por ser local, jogar diante da torcida. Não sei como será a pressão ou não para eles, mas é diferente – comentou.

– É uma partida de futebol. É contra o Brasil, um jogo que todos querem ver, todos os torcedores, o resto do mundo. Mas, se na semifinal fosse com outra equipe, o valor seria o mesmo. Não muda por ser o Brasil. Se fosse Brasil ou Paraguai, o prêmio seria o mesmo, chegar na final. É um rival que para Argentina sempre foi histórico, mas para a gente não muda se o rival é Brasil ou Paraguai.

Ficha técnica – Brasil X Argentina 

Local: Estádio Mineirão, Belo Horizonte – Minas Gerais.

Horário e transmissão: 21:30, horário de Brasília; Globo e SporTV.

Árbitro e VAR: Roddy Zambrano; Leodán González.

Brasil: Alisson; Daniel Alves; Marquinhos, Thiago Silva, Filipe Luís (Alex Sandro); Casemiro, Artur; Jesus, Coutinho, Everton; Firmino. Técnico: Tite.

Argentina: Armani; Foyth, Pezzella, Otamendi, Tagliafico; Paredes, De Paul, Acuña; Messi, Aguero, Lautaro (Guido). Técnico: Lionel Scaloni.

Enzo Matheus (324 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta