Notícias

+ Esportes

Baixo Guandu-ES sedia a Copa do Mundo de Parapente

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Pilotos de vários países disputam a etapa brasileira (PWC) de Vôo Livre

Acontece em Baixo Guandu, cidade localizada no noroeste Capixaba, a etapa brasileira do evento Paragliding WorldCup tour 2018. Uma Semana de competição que irá acontecer nos dias 14 a 21 de abril de 2018. O Circuito Mundial (PWC) são apenas cinco etapas pelo mundo e uma delas aqui no Espírito Santo.

Baixo Guandu-ES com sua rampa denominada de Monjolo, possui todas as características e ingredientes para a prática do vôo livre. Uma região de clima seco, quente, muitas rochas, pedreiras, solos escuros, que propicia as tão famosas bolsas térmicas por todos os cantos, encantando os pilotos que buscam este ciclo térmico para se manter em vôo, ganhando altitude e realizando as provas exigidas pela comissão do campeonato.

Pilotos

Serão 125 atletas de 25 países que passaram por uma seleção dura entre 450 inscritos para poder participar, entre eles apenas 15 brasileiros. Entre os favoritos da competição além do brasileiro e Capixaba Frank Brown, piloto com qualificação técnica e campeão em diversos campeonatos, tem ainda Michael Siegel (Suiça), Torsten Sigel (Alemanha), Marco Litami (Itália), Keiko Iraky (Japão) e Claudia Bulgakov da Polônia.

Briefing

Todos os dias, antes das decolagens acontecerem, são realizados entre os integrantes da comissão de prova e segurança, que marcam os waypoints com seus pilões (Race to goal ou seja, corrida para o gol),isso quer dizer e indicar,  onde os pilotos, com seus equipamentos eletrônicos, como o GPS, terão que cumprir  para chegar ao último pilão denominado de goal, quem fizer isso em menos tempo ganha a melhor pontuação, que na somatória de cada dia, será campeão da etapa brasileira, aquele que somar mais pontos. Embora há muitas regras que serão obedecidas no regulamento  da competição.

A comissão avalia, as condições meteorológicas no local, incluindo velocidade, direção de vento, formações de nuvens entre outros quesitos, para a segurança dos pilotos e a garantia de uma boa prova. Tudo ok, é hora de abrir a janela de vôo com hora marcada para start e o seu fechamento. Após isso não se decola mais. Comissão que são formadas por pilotos, acompanham pelo rádio em frequência escolhida por eles, monitorando e acompanhando o que acontece durante o vôo.

Resultado e o QG

Após a realização da prova, cada piloto que pousa é obrigado a informar pelo rádio na frequência de vôo,que pousou e em outra frequência passa a localização para que seja resgatado. Aquele que chega no goal, além de cumprir a prova e está brigando por melhores colocações, tem ali todo o seu glamour.

À noite acontece os resultados no QG, local onde há a confraternização entre pilotos, incluindo, jantares, churrasco, bebidas e a entrega de seus equipamentos para ver quem realizou o que foi pedido na competição. Não basta chegar no goal, tem que fazer os pilões traçados na prova. É declarado campeão quem bateu os pilões e somou mais pontos possíveis, durante os dias de prova.

http://hipoxia.com.br/pwc2018/

http://pwca.org/node/37918/selection

 

 

 

 

Luis Carlos FURBINO de PINHO (37 Posts)

CRUZEIRO é meu time. Trabalho atualmente com Transporte Escolar TIO LUIS e colunista​ no www.esportesmais.com.br Gosto de esportes, prático e sou monitor na Escola de Vôo Livre VOLARE. Sou formado em administração. Gosto de uma boa música, violão e futebol.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta