Notícias

Matérias Especiais

Entrevista com o atleta olímpico Jonatha Paraizo

PwWxHUsG_400x400

Jonatha Paraizo, atleta do exército brasileiro, vem fazendo sucesso no atletismo nacional.

Resultado de imagem para jonatha paraizo
(Foto:Reprodução-Twitter)

Com participação no Panamericano de 2015, em Toronto no Canadá.  Jonatha Paraizo ficou em décimo quarto lugar na competição. Ele já chegou a vencer o Troféu Brasil, que é a principal competição do atletismo nacional. Para as Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro, Jonatha, ficou a sete centésimos do índice olímpico. E por conta de uma lesão, não conseguiu participar das olímpiadas. O carioca, de 23 anos, participa dos 110 metros com barreiras que é uma prova olímpica do atletismo disputada apenas por homens.

O site E+, teve a opotunidade de conversar com o atleta. Então sem mais delongas, confira a entrevista:

Esportes Mais – Por que você escolheu o atletismo como esporte?

Jonatha – Então , eu comecei a estudar em um colégio onde o esporte era bem forte. E  um dos esportes era o atletismo. Fui competir atletismo representando meu colégio e mandei bem. Daí quis ganhar e vencer mais competições , larguei os outros esportes e continuei no atletismo.

Esportes Mais – Para você qual a maior dificuldade do esporte no Brasil atualmente?

Jonatha – O planejamento de investimento.

Esportes Mais – Qual foi a competição que mais te marcou?

Jonatha – Quando venci o troféu Brasil 2014.

Esportes Mais – Qual sua melhor marca na carreira?

Jonatha – 13,53 .

Esportes Mais – Você participou do Pan de 2015,  por que não foi à Olimpiada?

Jonatha – Fiquei a 7 centésimos do índice olímpico, e não consegui competir no ano por conta de uma lesão.

Resultado de imagem para jonatha paraizo no pan
Jonatha comemorando vitória na prova final dos 110m com barreiras, no Troféu Brasil de atletismo (Foto:Divulgação-Gazeta Press)

Esportes Mais – Qual foi a sensação ao não conseguir uma vaga em uma olimpíada em casa?

Jonatha – Muito ruim! Chorei bastante , fiquei bem mal. Até porque eu estava já a 7 centésimos desde de 2014. Fiquei bem triste, mas levantei a cabeça e fui assistir às olimpíadas , torcer pelos meus brothers.

Esporte Mais – Você é sargento do exército, você entrou por conta do programa de incentivo ao esporte. Como ser um atleta do exército te ajudou?

Jonatha – Sim , tenho muito orgulho. É super positivo Ser um Sargento , vestir o verde Olívia é só orgulho . Credibilidade também é algo que me incentiva.

Esportes Mais – Qual é seu próximo objetivo?

Jonatha – Meu objetivo é quebrar o recorde brasileiro que é do Redelen 13″29.

Confira também: Entrevista com um torcedor do Wst Ham

Deixe uma resposta