Notícias

Futebol Internacional

Chelsea e Arsenal se reencontram após jogo emocionante no final do ano

Chelsea e Arsenal fizeram um jogão no final do ano passado. Embora fosse o primeiro jogo de Arteta em casa, a equipe acabou sendo derrotada

Chelsea e Arsenal se reencontram nesta terça-feira (21), ás 17:15 h, horário de Brasília, 20:15 h, horário de Londres. O jogo irá valer pela 24ª rodada do campeonato inglês, e o palco para o grande jogo será Stamford Bridge.

Os dois times estão marcados na Premier League pela irregularidade. O Chelsea pós o duelo de ida, disputou 3 jogos, venceu apenas um, empatou um e perdeu outro. Já o Arsenal, venceu um e empatou os outros dois jogos. Arteta só venceu um jogo no comando dos gamers.

Abraham
Abraham fez o gol da vitória no turno

Chelsea tenta voltar a vencer, e Arsenal é um rival acessível 

O Chelsea está no G4 da Premier League, mas olha pro retrovisor e olha o United e o Wolves se aproximando. A derrota para o Newcastle não foi nada boa para as pretensões blues.

Lampard tem dúvida para armar sua equipe. James, que saiu lesionado no meio da partida contra o Newcastle, continua sendo dúvida. Além disso, Alonso e Pulisic devem seguir fora da equipe.

Na partida de ida, Frank iniciou com 3 zagueiros e deu muito errado. Mas durante a partida, ele reposicionou o time no 4-3-3 e os blues começaram o jogo e acabaram vencendo. Jorginho e Abraham fizeram os gols da equipe.

Liberado para contratar, o Chelsea já visa seu primeiro reforço. De acordo com o jornal inglês ‘Daily Mirror’,  Chelsea e Liverpool estão disputando a contratação do atacante do RB Leipizig Timo Werner. Conforme o jornal destaca, o alemão é visado pelos dois times que deveriam desembolsar £ 60 milhões para contar com o camisa 11.

Martinelli
Martinelli vem se destacando no Arsenal

Arteta busca reunir bons desempenhos aliados com bons resultados

Em termos de atuação e disposição, o Arsenal melhorou bastante para o que era. Da mesma forma que só venceu um jogo, Arteta por outro lado só perdeu um. Esse um foi exatamente para o rival londrino. Mas é evidente que o Arsenal começa bem seus jogos, costuma a marcar e desperdiça chances de ampliar, se desgasta e sofre empates.

Contra o Chelsea foi exatamente isso. A equipe iniciou bem, fez o gol, teve chances de ampliar. Numa mudança tática de Lampard, o Chelsea cresceu, por outro lado ficou claro que o Arsenal já não conseguia manter seu nível. Evidentemente que fica claro um preparo físico abaixo para aguentar tal intensidade.

A princípio, Martinelli deve voltar ao banco e Auba regressa ao time. Martinelli vem atuando bem frequentemente, inclusive fez o gol do Arsenal contra o Sheffield, mas Auba é o titular absoluto do time e deve jogar. Possar ser que Mike coloque Martinelli na vaga de outro jogador, afinal o garoto vem sendo destaque.

 

Arteta
Arteta tenta equilibrar os Gamers

O treinador falou igualmente desse desequilíbrio de sua equipe nos jogos

Em relação a isso, Mikel Arteta diz ser doloroso o jeito em que sua equipe vem sofrendo os gols.

O modo como sofremos, acho que com os dois últimos gols também, foi um pouco doloroso. Temos que tentar fazer a diferença quando somos os primeiros no placar, precisamos ter a ambição de ainda marcar o segundo e o terceiro gol, onde tivemos a oportunidade de fazê-lo. E nos momentos finais, na Premier League, o jogo nunca termina.

Arteta quer um Arsenal mais controlador, mas ele acredita que isso é um processo.

Sim, acho que faz parte do gerenciamento de jogos. Penso que há coisas que poderíamos ter feito melhor lá para colocar mais pressão no adversário, para trazer a bola para certas áreas onde podemos descansar com a bola e podemos controlar melhor o jogo. Isso virá, é um bom processo para nós também aprender sobre essas situações.

Embora tenha começado muito bem o jogo de ida, Mikel enalteceu também uma mudança tática que mudou o cenário da partida de ida contra o Chelsea. Mas por outro lado, ele se queixa da forma e diz que contra o Chelsea, sua equipe precisa manter o ritmo.

É diferente de agora em diante. Adorei os primeiros 30 a 35 minutos e a maneira como lidamos com isso. Quão agressivos éramos, quanto queríamos atacá-los e colocá-los sob pressão – é o tipo de maneira que queríamos jogar. Depois disso, tivemos um pequeno contratempo. Eles mudaram o sistema e achamos um pouco mais difícil lidar com isso. Começamos a defender profundamente, sem realmente conceder nada, e tivemos ótimas oportunidades no intervalo também. Acho que fisicamente para nós naquele momento era mais difícil manter a mesma quantidade de energia. Contra o Chelsea, isso é vital.

FICHA TÉCNICA – CHELSEA X ARSENAL

Local: Stamford Bridge, Londres-Inglaterra.

Horário: 17:15 (Brasília); 20:15 (Londres).

Chelsea: Kepa; James (Azpilicueta), Zouma, Rudiger, Azpilicueta (Emerson); Jorginho, Kanté, Kovacic; Willian, Mount e Abraham. Técnico: Frank Lampard.

Arsenal: Leno; Niles, Mustafi, David Luiz, Saka; Torreira, Xhaka; Pépé, Ozil, Aubameyang; Lacazette. Técnico: Arteta.

 

Deixe uma resposta