Notícias

+ Esportes

Pré Jogo: Bengals @ Patriots

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Cincinnati Bengals e New England Patriots se enfrentam em confronto de equipes candidatas aos playoffs

Cincinnati Bengals (2-3) vai até o nordeste americano, mais precisamente para o Gillette Stadium, nos arredores de Boston, para enfrentar o New England Patriots (4-1) nesta tarde de domingo (dia 16). Aos interessados, os canais ESPN transmitirão a partida a partir das 15:00, não às 14:00 como de costume, devido ao horário de verão.

Em confronto de fortíssimos candidatos aos playoffs, curiosamente ambas as equipes passam por temporadas bem diferentes do que se esperava no começo do ano. Não se esperava que, mesmo sem Tom Brady por quatro jogos, N.E. estivesse na liderança isolada da AFC East. Esses jogos foram à prova da capacidade de Bill Belichek como treinador: mesmo tendo que escalar o segundo e o terceiro QB no depth chart, Jimmy Garopolo e Jacoby Brissett, os Patriots venceram Arizona, Miami e Houston, sendo apenas o segundo em Foxborough.

Bengals
Tom Brady voltou de suspensão semana passada, na fácil vitória contra os Browns em Cleveland

Nessa boa sequência, deve-se destacar o excelente trabalho do jogo corrido, principalmente de LeGarett Blount, uma das maiores surpresas positivas nas ligas de fantasy esse ano, e da defesa que conseguiram trabalhar a questão do relógio para não colocar Garopolo nem Brissett em situações complicadas de passe. Para ter uma ideia, no jogo contra os Texans, Brock Osweiler foi quem passou para mais jardas (196), mesmo os Texans terem perdido por 27 a 0. Detalhe: Gronk mal participou dessa sequência, devido a problemas físicos.

Será interessante ver Gronk, quando 100% saudável, e Martellus Bennett atuando juntos; quem sabe teremos uma espécie de reedição de Gronk-Hernandez. O corpo de WR’s de N.E. é medíocre apenas, então usando um sistema com dois TE’s pro-bowlers abrirá muito espaço para Eldeman e cia na rotas outside.

Bengals
Gronk e Bennett
Clique na imagem para acessar o site
Clique na imagem para acessar o site

Já para o Cincinnati Bengals, a temporada está indo de um possível sonho de chegar às finais da AFC para um ano de se esquecer. Ainda é cedo para dizer disso, mas o sinal está amarelo em Ohio. Com apenas duas vitórias em cinco jogos, os Bengals estão dois jogos atrás dos Steelers, líderes da AFC North. Certo que foram cinco jogos difíceis, porém a equipe apresenta certas falhas que um time postulante a uma vaga na pós-temporada não deveria apresentar.

Os dois grandes problemas para os comandados de Marvin Lewis são o jogo corrido e a defesa inconsistente. Com apenas 83,8 jardas por jogo, o running-game de Cincinnati é apenas o vigésimo terceiro na liga; para um backfield que tem talentos como Jeremy Hill e Giovani Bernard, isso é pouco, mesmo que os dois participem do jogo aéreo também. Por ser um ataque extremamente unidimensional (Andy Dalton está com 282,6 jardas por jogo, top 5 na liga), os Bengals marcaram apenas 18,4 pontos por jogo nesses cinco primeiros confrontos.

LEIA MAIS: Leia o Guia da TV e fique ligado em tudo de mais importante da semana 6 da NFL

Bengals
Andy Dalton na derrota contra o Dallas Cowboys

A defesa, um dos pontos fortes ano passado, apresenta certas falhas grotescas. Olhando pelos stats a situação não é tão ruim assim, já que o setor defensivo é o décimo-primeiro na liga. No entanto, deixar Trevor Siemian lançar para mais de 300 jardas, 4 TDs e 0 INT’s é inadmissível, por exemplo.

Penso que New England vencerá sem problemas. Tom Brady está de volta, sua primeira partida no Gillette Stadium depois da suspensão. Assim como no início do ano passado, quando ficou por pouco de ser suspenso, Brady jogou muito bem, em uma espécie de tentativa de calar os críticos. Na verdade, nos números, TB 12 tinha argumentos sólidos para ser um candidato a MVP, junto com Cam Newton.

A única chance para os Bengals é se sustentar defensivamente e não cometer erros no ataque. Para isso, o jogo corrido deve aparecer, justamente para controlar o relógio e não dar muito tempo no ataque aos Patriots.

Bengals
A defesa dos Bengals deve fazer um trabalho melhor do que fez semana passada, já que viu o rookie Ezekiel Elliott correndo para 134 jardas.

Aos jogadores de fantasy, penso que será um bom confronto para os kickers, com vários FG’s, mesmo não sendo um high-scoring game. LeGarett Blount e Martellus Bennett são os jogadores de N.E. que devem se sobressair; Blount, apesar de não ter sua especialidade no passing game, será encarregado para os early-down plays e as situações de poucas jardas, em outras palavras, o ex-RB de Oregon deve entrar na endzone. Bennett é um TE top 10 na liga que foi desconsiderado porque seria o reserva de Gronkowski. No entanto, com a lesão de Gronk e a possibilidade de ter um sistema de dois TE’s, Bennett se tornou uma das melhores opções na posição na liga.

Pelo lado do Cincinnati Bengals, além de A.J. Green, a dupla Hill-Bernard fará boas atuações. O grande problema é que um acaba roubando pontos do outro. Hill é um RB de early down, já Bernard geralmente fica com as jogadas de terceira decida ou situações de poucas jardas. Por isso, não se surpreenda caso Bernard tenha mais pontos que Hill mesmo tendo bem menos snaps na partida.

Por Pedro Pacola

Curta a NFL Esportes Mais no Facebook

Clique na imagem para acessar o site
Clique na imagem para acessar o site
Pedro Pacola (100 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta