Notícias

Sem categoria

OLHO NELE! Mascarenhas, a nova joia do Fluminense

FLUMINENSE Mascarenhas

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Cria da escolinha oficial do Fluminense, Mascarenhas é mais uma joia tricolor

Matheus Mascarenhas, mais conhecido como Mascarenhas, é o primeiro jogador do projeto Guerreirinhos (escolinhas de futebol do Fluminense) a vingar nas categorias de base. O jogador chegou a Xerém em 2008.

A força física e sua qualidade foram o ponta-pé inicial para começar sua trajetória no futebol. Natural de São João de Meriti, o “moleque” começou a chamar a atenção, quando seu pai, Cesar, o inscreveu no projeto tricolor.

Ao iniciar seu sonho de se tornar jogador, Mascarenhas não atuava como lateral-esquerdo, e sim, como meia. Aos 14 anos de idade, se viu obrigado a trocar de posição, saindo do meio-campo e indo para lateral-esquerda. Mas por que? Na posição que costumava a atuar, tinha um número excessivo de jogadores. Aprovado e adaptado a nova função, em mais ou menos um ano, Mascarenhas já integrava a seleção sub-15 e em 2015, foi campeão do sul-americano sub-17.

Aos 19 anos de idade, fez sua estreia diante do Flamengo, quando foi escalado para marcar Vinicius Júnior. Na coletiva, Abel Braga, revelou um diálogo engraçado e irônico que teve com Mascarenhas, antes da partida.

               – Moleque, já marcou o Vinicius Júnior? Ele é um diabinho.

              – Já, professor – respondeu Mascarenhas. 

              – Como? Ele jogava na base pela esquerda (deles) e você é lateral-esquerdo…

              – Tinha jogo que ele mudava de posição.

              – Como que foi?

              – Perdemos na Gávea de 4 a 0.

Há 9 anos na base tricolor, o jovem lateral-esquerdo renovou seu vínculo com o clube até dezembro de 2019, já que, recentemente, o jogador despertou o interesse de Milan, Benfica e Fiorentina. De contrato renovado, Mascarenhas ainda vive a mesma rotina, o jogador vai de van (do Fluminense) até o CT dos profissionais, na Barra da Tijuca.

Nesta quarta-feira (21), frente ao Avaí,  o jovem tricolor marcou seu primeiro gol nos profissionais e se emocionou. O gol o fez relembrar seu passado e sua trajetória até chegar aos profissionais.

“Eu venho numa luta com a minha família, com todas as pessoas que me acompanham de perto, para chegar onde eu cheguei. Foi minha segunda oportunidade como titular, fiz um gol, peguei bem na bola.”

Emerson Nobre (37 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta