Notícias

Futebol Internacional

Conheça alguns dos campeões mais improváveis da Champions

uefa-champions-league

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Fizemos uma lista com alguns dos campeões mais improváveis da história da Champions League, confira

Com a final da Uefa Champions League se aproximando, resolvemos fazer um texto sobre os improváveis campeões da competição. O foco é apresentar alguns campeões que, hoje, possuem uma chance mínima ou até zero de repetirem o feito. De escoceses a romenos, nossa lista contém times que hoje estão até na segunda divisão de seus campeonatos nacionais. Com a pesquisa, achamos diversos times que se encaixariam no quesito, porém, selecionamos os 5 que consideramos principais. Confira abaixo:

Celtic – Escócia

Quem conhece um pouco mais do futebol europeu sabe que o Celtic é um clube muito tradicional. Disputando historicamente o campeonato escocês com o Rangers, possuem domínio absoluto em seu país. Entretanto, quando se trata de torneios internacionais, ambos os times não são nem de perto favoritos. Apesar disso, o Celtic já conquistou a glória máxima europeia, a antiga Copa dos Campeões, hoje, Champions League.

A temporada era 1966/67, o futebol era outro, mas o título já tinha a importância de hoje. Em seu caminho até a final, os escoceses eliminaram o Zurich, na primeira fase, que atualmente corresponde à fase de grupos. Depois, na segunda fase, derrotaram o Nantes, fase que corresponde às oitavas de final. Nas quartas, passou pelo FK Voivodina, no duelo mais complicado rumo ao título, perdendo o primeiro jogo por 1-0 e revertendo a desvantagem na volta, por 2-0. Foi a única derrota da equipe na competição. Nas semi-finais, bateu o FK Dukla Praha, garantindo a vaga na final.

Celtic - Champions League

Jogadores do Celtic com a “Orelhuda”, equipe ficou conhecida com “Leões de Lisboa”. Fonte: thecelticwiki

Na final, bateu a toda poderosa Inter de Milão, por 2-1 de virada. Disputada em Lisboa, a Inter abriu o placar no início de jogo, com gol de Sandro Mazzola. No segundo tempo, o Celtic empatou com Tommy Gemmell e virou com Stevie Chalmers. Os escoceses foram a primeira equipe britânica a ser campeã da Europa.

Feyenoord – Holanda

Muitos não sabem, mas o Feyenoord já foi uma das potências da Holanda. No final dos anos 60 e começo dos anos 70, pouco antes do carrossel holandês surgir, a equipe dominou os campos em seu país. Tal sucesso foi tão grande, que se espalhou pela Europa, trazendo a Copa dos Campeões de 1969/70.

Na primeira fase, os holandeses não tomaram conhecimento do KR Reykjavík, da Islândia. No agregado, o duelo terminou em 16-2 para os campeões daquele ano. Na segunda fase, talvez o adversário mais pesado de sua trajetória, o Milan. A equipe perdeu o primeiro jogo por 1-0 e ganhou o segundo por 2-0. A história se repetiu nas quartas, quando enfrentaram o Vorwärts Berlin. Nas semi-finais, passaram pelo o Légia Varsóvia, classificando-se para a sua única final na história da competição.

Feyenoord - Champions League

Feyenoord comemorando seu título europeu. Fonte: gameofthepeople

Em final disputada no San Siro, o Feyenoord conquistou o título em cima do Celtic, por 2-1. Os escoceses provaram do próprio veneno quando Tommy Gemmell abriu o placar, pois o time levaria a virada. Pouco tempo depois de levar o gol, Rinus Israël empatou a partida. Após persistir o empate nos 90 minutos, o jogo foi para a prorrogação. Então, aos 117 minutos de partida, Ove Kindvall virou o jogo para os holandeses. O título do Feyenoord foi o primeiro da série de 4 Copa dos Campeões conquistadas pela Holanda. O Ajax ganharia as 3 seguintes.

Nottingham Forest – Inglaterra

Talvez o campeão mais conhecido dos times citados, o Forest fez história na competição. Comandados por Brian Clough e Peter Taylor, o modesto time inglês conseguiu ser bicampeão da Europa. Um fato curioso é que o Nottingham é o único clube a ter mais títulos europeus do que campeonatos nacionais, possuem apenas 1 campeonato inglês.

Na primeira campanha, em 1978/79, passaram por Liverpool, AEK Atenas, Grasshopper Club (Suiça) e o Colônia. Na final, a equipe enfrentou o Malmö, da Suécia. O autor do primeiro título europeu do Forest foi Trevor Francis, nos acréscimos do primeiro tempo. Gol que acabou sendo o único daquela decisão, terminando em 1-0.

Brian - Champions League

O lendário Brian Clough com a Europa nas mãos. Foto: Bob Thomas/Popperfoto/Getty

No segundo título, na temporada seguinte, eliminaram o Östers IF (Suécia), FC Argeș Pitești (Romênia), Dynamo Berlin e o Ajax. A final, disputada em Madri, foi contra o Hamburgo e teve o mesmo placar da anterior. Aos 20 minutos da primeira etapa, o lendário escocês John Robertson anotou o único gol da partida. O Forest, hoje, se encontra na segunda divisão inglesa, bem longe de conquistar algo novamente.

FC Steaua București – Romênia

Hoje, o leste europeu não possui grandes glórias em seu continente. Porém, em meados dos anos 80, era uma das potencias europeias. Tanto que nossos dois últimos campeões são times de lá. O Steaua é o maior clube romeno, sendo até o atual tricampeão nacional. Porém, estamos falando de títulos europeus, Champions League, Copa dos Campeões.

A temporada do título foi a de 1985/86 e a campanha teve início em duelo com o Vejle Boldklub (Dinamarca). Na segunda fase, os romenos encararam o Budapest Honvéd FC (Hungria), passando sem muitas dificuldades contra esses dois adversários. Nas quartas, passaram pelo FC Kuusysi (Finlândia), por 1-0 no agregado. Enquanto isso, nas semi-finais, passaram pelo Anderlecht, da Bélgica, com 3-1 no agregado.

Steaua - Champions League

Jogadores do Steaua com o troféu mais cobiçado da Europa. Foto: FC Steaua

Na final, enfrentaram o todo poderoso Barcelona, em Sevilla. Após 120 minutos sem gols, a partida foi decidida nos pênaltis. Então, a estrela do goleiro do Steaua, Helmuth Duckadam, brilhou. O romeno pegou os 4 pênaltis cobrados pelo Barça e viu seu time converter 2 cobranças, terminando em 2-0 a disputa. É o único time romeno a ganhar a Champions League na história.

Estrela Vermelha de Belgrado – Iugoslávia

Provavelmente o clube iugoslavo mais conhecido, o Estrela Vermelha é o único campeão da história da antiga nação. Hoje, na liga sérvia, o clube já voou alto na Europa ao conquistar a Copa dos Campeões em 1990/91. Com a separação dos países, o futebol daquela região foi enfraquecendo, tanto que, atualmente, é praticamente impossível um time de lá conseguir algo grande na Champions League.

Em sua campanha vitoriosa, derrotaram inicialmente o Grasshopper Club, sem muitas dificuldades. Na segunda fase, passaram pelo Rangers, da Escócia, novamente com facilidade. Já nas quartas, derrotaram tranquilamente o Dynamo Dresden, da Alemanha. Por fim, nas semi-finais tiveram seu duelo mais complicado até então, o poderoso Bayern de Munique, no qual derrotaram o adversário por 4-3 no agregado.

Estrelha Vermelha - Champions League

Estrela Vermelha levantando a taça. Fonte: Wikipedia

Na final, encaram o Olympique de Merselha, em Bari, na Itália. Assim como os campeões citados anteriormente, foram campeões somente nas cobranças de pênalti. Após o 0-0 nos 120 minutos, os iugoslavos baterem os franceses pelo placar de 5-3, sendo o gol do título marcado por Darko Pančev.

Conclusão

Por estarmos próximos a uma final de Champions League, buscamos mostrar ao leitor que times “desconhecidos” também já ganharam a competição. Além disso, mesmo que possam nunca mais ganhar, a “Orelhuda” estará guardada para sempre em seus museus. Com isso, encerramos esse texto e desejamos uma boa final a todos!

Confira: Em Kiev, Real Madrid e Liverpool duelam pelo título da Champions League

 


 

Clique na imagem para acessar o site
Jorge Ribeiro (63 Posts)

Futuro jornalista. Esportes Mais é o poder.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta