Notícias

Futebol Internacional

Conheça alguns dos campeões mais improváveis da Champions

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Fizemos uma lista com alguns dos campeões mais improváveis da história da Champions League, confira

Com a final da Uefa Champions League se aproximando, resolvemos fazer um texto sobre os improváveis campeões da competição. O foco é apresentar alguns campeões que, hoje, possuem uma chance mínima ou até zero de repetirem o feito. De escoceses a romenos, nossa lista contém times que hoje estão até na segunda divisão de seus campeonatos nacionais. Com a pesquisa, achamos diversos times que se encaixariam no quesito, porém, selecionamos os 5 que consideramos principais. Confira abaixo:

Celtic – Escócia

Quem conhece um pouco mais do futebol europeu sabe que o Celtic é um clube muito tradicional. Disputando historicamente o campeonato escocês com o Rangers, possuem domínio absoluto em seu país. Entretanto, quando se trata de torneios internacionais, ambos os times não são nem de perto favoritos. Apesar disso, o Celtic já conquistou a glória máxima europeia, a antiga Copa dos Campeões, hoje, Champions League.

A temporada era 1966/67, o futebol era outro, mas o título já tinha a importância de hoje. Em seu caminho até a final, os escoceses eliminaram o Zurich, na primeira fase, que atualmente corresponde à fase de grupos. Depois, na segunda fase, derrotaram o Nantes, fase que corresponde às oitavas de final. Nas quartas, passou pelo FK Voivodina, no duelo mais complicado rumo ao título, perdendo o primeiro jogo por 1-0 e revertendo a desvantagem na volta, por 2-0. Foi a única derrota da equipe na competição. Nas semi-finais, bateu o FK Dukla Praha, garantindo a vaga na final.

Celtic - Champions League

Jogadores do Celtic com a “Orelhuda”, equipe ficou conhecida com “Leões de Lisboa”. Fonte: thecelticwiki

Na final, bateu a toda poderosa Inter de Milão, por 2-1 de virada. Disputada em Lisboa, a Inter abriu o placar no início de jogo, com gol de Sandro Mazzola. No segundo tempo, o Celtic empatou com Tommy Gemmell e virou com Stevie Chalmers. Os escoceses foram a primeira equipe britânica a ser campeã da Europa.

Feyenoord – Holanda

Muitos não sabem, mas o Feyenoord já foi uma das potências da Holanda. No final dos anos 60 e começo dos anos 70, pouco antes do carrossel holandês surgir, a equipe dominou os campos em seu país. Tal sucesso foi tão grande, que se espalhou pela Europa, trazendo a Copa dos Campeões de 1969/70.

Na primeira fase, os holandeses não tomaram conhecimento do KR Reykjavík, da Islândia. No agregado, o duelo terminou em 16-2 para os campeões daquele ano. Na segunda fase, talvez o adversário mais pesado de sua trajetória, o Milan. A equipe perdeu o primeiro jogo por 1-0 e ganhou o segundo por 2-0. A história se repetiu nas quartas, quando enfrentaram o Vorwärts Berlin. Nas semi-finais, passaram pelo o Légia Varsóvia, classificando-se para a sua única final na história da competição.

Feyenoord - Champions League

Feyenoord comemorando seu título europeu. Fonte: gameofthepeople

Em final disputada no San Siro, o Feyenoord conquistou o título em cima do Celtic, por 2-1. Os escoceses provaram do próprio veneno quando Tommy Gemmell abriu o placar, pois o time levaria a virada. Pouco tempo depois de levar o gol, Rinus Israël empatou a partida. Após persistir o empate nos 90 minutos, o jogo foi para a prorrogação. Então, aos 117 minutos de partida, Ove Kindvall virou o jogo para os holandeses. O título do Feyenoord foi o primeiro da série de 4 Copa dos Campeões conquistadas pela Holanda. O Ajax ganharia as 3 seguintes.

Nottingham Forest – Inglaterra

Talvez o campeão mais conhecido dos times citados, o Forest fez história na competição. Comandados por Brian Clough e Peter Taylor, o modesto time inglês conseguiu ser bicampeão da Europa. Um fato curioso é que o Nottingham é o único clube a ter mais títulos europeus do que campeonatos nacionais, possuem apenas 1 campeonato inglês.

Na primeira campanha, em 1978/79, passaram por Liverpool, AEK Atenas, Grasshopper Club (Suiça) e o Colônia. Na final, a equipe enfrentou o Malmö, da Suécia. O autor do primeiro título europeu do Forest foi Trevor Francis, nos acréscimos do primeiro tempo. Gol que acabou sendo o único daquela decisão, terminando em 1-0.

Brian - Champions League

O lendário Brian Clough com a Europa nas mãos. Foto: Bob Thomas/Popperfoto/Getty

No segundo título, na temporada seguinte, eliminaram o Östers IF (Suécia), FC Argeș Pitești (Romênia), Dynamo Berlin e o Ajax. A final, disputada em Madri, foi contra o Hamburgo e teve o mesmo placar da anterior. Aos 20 minutos da primeira etapa, o lendário escocês John Robertson anotou o único gol da partida. O Forest, hoje, se encontra na segunda divisão inglesa, bem longe de conquistar algo novamente.

FC Steaua București – Romênia

Hoje, o leste europeu não possui grandes glórias em seu continente. Porém, em meados dos anos 80, era uma das potencias europeias. Tanto que nossos dois últimos campeões são times de lá. O Steaua é o maior clube romeno, sendo até o atual tricampeão nacional. Porém, estamos falando de títulos europeus, Champions League, Copa dos Campeões.

A temporada do título foi a de 1985/86 e a campanha teve início em duelo com o Vejle Boldklub (Dinamarca). Na segunda fase, os romenos encararam o Budapest Honvéd FC (Hungria), passando sem muitas dificuldades contra esses dois adversários. Nas quartas, passaram pelo FC Kuusysi (Finlândia), por 1-0 no agregado. Enquanto isso, nas semi-finais, passaram pelo Anderlecht, da Bélgica, com 3-1 no agregado.

Steaua - Champions League

Jogadores do Steaua com o troféu mais cobiçado da Europa. Foto: FC Steaua

Na final, enfrentaram o todo poderoso Barcelona, em Sevilla. Após 120 minutos sem gols, a partida foi decidida nos pênaltis. Então, a estrela do goleiro do Steaua, Helmuth Duckadam, brilhou. O romeno pegou os 4 pênaltis cobrados pelo Barça e viu seu time converter 2 cobranças, terminando em 2-0 a disputa. É o único time romeno a ganhar a Champions League na história.

Estrela Vermelha de Belgrado – Iugoslávia

Provavelmente o clube iugoslavo mais conhecido, o Estrela Vermelha é o único campeão da história da antiga nação. Hoje, na liga sérvia, o clube já voou alto na Europa ao conquistar a Copa dos Campeões em 1990/91. Com a separação dos países, o futebol daquela região foi enfraquecendo, tanto que, atualmente, é praticamente impossível um time de lá conseguir algo grande na Champions League.

Em sua campanha vitoriosa, derrotaram inicialmente o Grasshopper Club, sem muitas dificuldades. Na segunda fase, passaram pelo Rangers, da Escócia, novamente com facilidade. Já nas quartas, derrotaram tranquilamente o Dynamo Dresden, da Alemanha. Por fim, nas semi-finais tiveram seu duelo mais complicado até então, o poderoso Bayern de Munique, no qual derrotaram o adversário por 4-3 no agregado.

Estrelha Vermelha - Champions League

Estrela Vermelha levantando a taça. Fonte: Wikipedia

Na final, encaram o Olympique de Merselha, em Bari, na Itália. Assim como os campeões citados anteriormente, foram campeões somente nas cobranças de pênalti. Após o 0-0 nos 120 minutos, os iugoslavos baterem os franceses pelo placar de 5-3, sendo o gol do título marcado por Darko Pančev.

Conclusão

Por estarmos próximos a uma final de Champions League, buscamos mostrar ao leitor que times “desconhecidos” também já ganharam a competição. Além disso, mesmo que possam nunca mais ganhar, a “Orelhuda” estará guardada para sempre em seus museus. Com isso, encerramos esse texto e desejamos uma boa final a todos!

Confira: Em Kiev, Real Madrid e Liverpool duelam pelo título da Champions League

 


 

Clique na imagem para acessar o site
Jorge Ribeiro (51 Posts)

Futuro jornalista. Esportes Mais é o poder.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta