Notícias

Futebol Internacional

Bayern de Munique: Momento atual do clube alemão

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Análise geral do atual momento do Bayern de Munique

Faremos neste espaço uma rápida e objetiva análise, sobre o atual momento do Bayern de Munique. Apesar dos bons números da equipe na atual temporada, o Bayern vem passando por diversos problemas, dentro e fora de campo. Então para ser mais objetivo, vamos falar separadamente sobre cada assunto.

Dentro de campo o Bayern viveu bom momento durante quase toda a primeira metade da temporada, para ser mais específico, até meados de novembro/dezembro onde o Bayern dominava o Campeonato Alemão, a Copa da Alemanha e também fazia campanha de destaque na Liga dos Campeões.

Mas os problemas ficaram visíveis após o Bayern perder a sua primeira partida na Bundesliga, frente ao Borussia Mönchengladbach, no início de dezembro. Então veio o declínio, as vitórias magras contra times modestos, as dificuldades no setor de criação diante de defesas bem postadas, ou seja, um futebol sem brilho e pouco objetivo.

Obviamente uma equipe não conseguiria se manter invicta e em um excelente nível o tempo todo, as quedas de rendimentos são naturais, os momentos de oscilação também. O Bayern de Munique se adaptou a um estilo de jogo e a uma filosofia, imposta por Guardiola. Os adversários, claro, aprenderam a enfrentá-lo e a explorar seus pontos fracos.

Apesar dos problemas, a equipe alemã tem números excepcionais na atual temporada / Getty Images

Além dos problemas recorrentes que citamos, como a posse de bola sem objetividade, a falta de finalizações de média e longa distância, e as poucas jogadas individuais, outro problema vem assombrando o Bayern na era Guardiola, as demasiadas lesões.

Vários jogadores importantes do elenco sofreram com lesões durante o primeiro turno, o que consequentemente causou a demissão do então chefe do Departamento Médico, Volker Braun. Vale ressaltar que na temporada passada o Dr. Müller Wohlfahrt, antecessor de Braun no cargo, também foi demitido pelo grande número de lesões no elenco. Os dois se desentenderem com Pep Guardiola, que os acusou de serem os principais responsáveis pelo problema.

A lesão mais recente é a do zagueiro Jérôme Boateng, que se machucou na última sexta-feira (22), frente ao Hamburgo e ficará afastado da equipe por no mínimo dois meses. No momento, o Bayern tem a disposição na posição apenas dois atletas, Javi Martinez e Badstuber, já que Benatia ainda não se recuperou totalmente. O jovem Shkodran Mustafi, de 23 anos, atualmente no Valencia da Espanha foi especulado, mas a diretoria bávara já deixou claro que não pretende ir ao mercado nesta janela de transferências.

Durante a parada de inverno, que durou quase um mês, o Bayern de Munique viajou para o Catar para fazer uma espécie de inter-temporada. A torcida bávara esperava então, uma equipe diferente para o segundo turno, mas não foi exatamente isso que vimos. Durante o período que estava no Catar, o Bayern também aproveitou para desenvolver ações de marketing e obteve excelentes resultados.

Equipe durante sessão de treinamentos, no Catar / Getty Images

O Bayern de Munique fechou contrato de patrocínio com Aeroporto Internacional Hamad de Doha (HIA), no valor de 15 milhões de euros por temporada, cerca de R$ 66 milhões de reais, para exibir a marca na camisa de treino. Empresa que pertence ao mesmo grupo da Qatar Airways, atual patrocinadora do Barcelona.

Contudo, resta saber qual será a estratégia de Guardiola no seu último semestre no comando do clube alemão. Pouca coisa deve mudar até o fim da temporada, mas de fato, 2016 será um ano de transição. Sai Guardiola, entra Carlo Ancelotti, outra filosofia, outra maneira de trabalhar e o mais importante, outro estilo de jogo.

Análise - Bayern 2
Guardiola deixará o cargo no fim da temporada e Ancelotti será seu substítuto / Getty Images

Ao torcedor bávaro, além da grande expectativa em relação ao restante da temporada, vos resta esperança. Apesar dos atuais problemas citados acima, Pep Guardiola consolidou seu trabalho, mais uma vez. O fez como poucos e sem dúvida alguma, deixará Munique de cabeça erguida ao fim da temporada.

Com a chegada de Ancelotti, o torcedor verá em campo uma equipe um pouco mais parecida com a de Jupp Heynckes (2011-2013), que conquistou a inédita tríplice coroa. Enfim, filosofias diferentes, mas um único objetivo, vencer.

suporte (2043 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta