Notícias

Futebol Internacional

Sevilla forte no mercado: confira as novas apostas do clube espanhol

Sevilla

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Time é conhecido por garimpar e revelar bons jogadores

Rakitic, Daniel Alves e Luis Fabiano são apenas alguns dos jogadores que ganharam projeção em suas carreiras depois de jogar pelo Sevilla. O responsável por isso? Ramón Rodríguez Verdejo, ou simplesmente Monchi. Diretor esportivo do clube desde a sua aposentadoria em 2000, o ex-goleiro é o grande responsável pelo sucesso da equipe desde então.

Você pode encontrar um ex-sevillista em grandes clubes do mundo, pois eles sabem onde procurar jóias. O PSG é um deles. O clube francês contratou Pablo Sarabia por 18 milhões de euros e aposta em uma das melhores revelações de Andaluzia. O meia espanhol não é nenhum garoto, mas aos 27 anos e no auge de sua carreira, ele agrega experiência. No entanto, dificilmente teria sido uma aposta do time francês se ainda estivesse no Getafe. E, é aí que entra o trabalho do diretor esportivo.

Monchi havia saído do Sevilla em 2017 para a Roma, mas decidiu voltar para Andaluzia em março de 2019. Com ele, o clube não se preocupa em vender seus destaques, pois confia nas apostas que faz. No entanto, sabe que não acerta em todas, mas tem um saldo positivo. Essas experiências transformaram o Sevilla no clube que mais conquistou a Liga Europa e com elencos diferentes.

CHEGADAS E SAÍDAS:

Alguns jogadores não são exatamente novos, mas são acompanhados pela equipe de Monche a partir da maturidade ou potencial de ápice. Nesta janela, o clube fez 10 contratações, sendo apenas uma por empréstimo. Sergio Reguilón, ex-lateral-esquerdo do Real Madrid, deve servir de opção para o backup de Sergio Escudero. A contratação também deve ocupar o lugar que o brasileiro Guilherme Arana não conquistou na temporada passada.

O maior valor gasto foi no setor defensivo e é uma aposta vinda do Bordeaux-FRA. Jules Koundé tem apenas 20 anos e custou 25 milhões de euros, ultrapassando Luis Muriel em 5 milhões e caracterizando-se como a contratação mais cara da história do clube. Trouxe também o brasileiro Diego Carlos, de 26 anos, vindo do Nantes-FRA. Contratou em definitivo o austríaco Maximilian Wober, emprestado pelo Ajax-HOL.

O volante Fernando, ex-jogador do Galatasaray, Porto e Manchester City, chega ao clube para compor o meio de campo defensivo da equipe. Ao lado do meio-campista Joan Jordán, vindo do Eibar, o brasileiro é uma das apostas para a temporada 2019-20.

OPÇÕES OFENSIVAS:

Sevilla
Crédito/Reprodução/Sevilla

No ataque as contratações foram bem variadas, sendo Luuk de Jong, atacante holandês ex-PSV, o mais conhecido. O atleta pode ter a missão de cobrir o espaço que pode se abrir caso o atacante Ben Yedder saia do clube. Outro atacante contratado foi o israelense Munas Dabbur, jogador destaque do RB Salzburg com 44 gols em 76 jogos. Para municiar o ataque, duas apostas de 24 anos, Lucas Ocampos e Óliver Torres, foram designados para substituir Sarabia e Promes. Além disso, eles terão a missão de rejuvenescer o meio-campo de um Sevilla que conta com jogadores rodados como Jesus Navas e Eder Banega.

A pergunta que fica é: Quem será o próximo a ganhar projeção pós-Sevilla?

Esportes Mais

Facebook

Rafael Ferraz (56 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta