Notícias

Basquete

Por vaga nas quartas, Brasil enfrenta República Tcheca na Copa do Mundo de basquete

images (7)

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Com uma vitória, Brasil pode se classificar já neste sábado (07)

images (8)
Huertas (com a bola), foi destaque do Brasil contra o Montenegro

O Brasil fará mais um duelo pela Copa do Mundo de basquete, a seleção brasileira enfrentará a República Tcheca, nesse sábado (07), às 05h30. A partida já será válida pela segunda fase do torneio, o Brasil está no grupo K, com Estados unidos, República Tcheca e Grécia. Porém os brasileiros não enfrentarão mais os gregos, já que o resultado da primeira fase é trazido para essa etapa.

O Brasil depende apenas de si para se classificar para as quartas de final, porém pode se classificar até perdendo uma das duas partidas que ainda fará. Só que se isso acontecesse poderia depender até do saldo de cestas. Porém, o cenário é otimista, já que o Brasil pode se classificar já nesse sábado. Para isso acontecer, basta vencer a República Tcheca e torcer para os Estados Unidos vencerem a Grécia. Com isso, Brasil e Estados Unidos já se garantiram nas quartas, e se enfrentariam apenas para decidir a primeira colocação. Americanos e gregos se enfrentam um pouco mais tarde, às 09h30, também deste sábado (07).

Seleção brasileira quer manter a boa fase

Antes do início da Copa do mundo, havia uma certa desconfiança nessa seleção brasileira. Alguns duvidavam até da classificação brasileira para a segunda fase. Porém, os brasileiros foram espantando essa desconfiança jogo a jogo. Foram três vitórias nas três partidas realizadas e a liderança da chave. Agora o Brasil já aparece como um dos favoritos da competição.

A seleção brasileira entrará em quadra como favorita contra a República Tcheca. Porém não se engane, os tchecos não são bobos. Em sua primeira participação em mundiais, a República Tcheca joga um basquete simples, mas que vem sendo eficiente. Os tchecos não contam com jogadores badalados em seu elenco. O atleta mais conhecido talvez seja o armador Tomás Satoransky, ex Washington Wizards, agora no Chicago Bulls. E é ele que é encarregado de conduzir as jogadas ofensivas da equipe, porém, com não tanto protagonismo. Outro atleta que chama a atenção, é p pivô Ondrej Balvín, de 2,17m. O resto da equipe é formada em sua grande maioria por jogadores que atuam no próprio país.

Ao contrário da República Tcheca, o Brasil tem tido alguns destaques individuais. Apesar do forte brasileiro ainda ser o coletivo, jogadores como, Alex Garcia, Anderson Varejão e Bruno Caboclo tem se destacado. Sem contar que Leandrinho, Marquinhos, Rafa Luz, Felício e Marcelinho Huertas também tem contribuído bastante para a equipe. Se o Brasil conseguir manter o nível de atuações da primeira fase, contra a República Tcheca, pode vencer até sem muita dificuldade. A seleção brasileira indiscutivelmente tem mais talento que os tchecos. Porém, isso tem que ser demonstrado dentro de quadra, já que não tem bobo nessa segunda fase.

Após enfrentar a República Tcheca, o Brasil irá encarar os Estados Unidos, na segunda-feira (09), às 09h30.

Pedro Luz (193 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta