Notícias

NFL

Pontos fortes da temporada do Kansas City Chiefs, campeão da AFC

Kansas City Chiefs

Ataque explosivo e defesa em evolução durante a temporada são as armas dos Chiefs

Após um dolorida queda para o campeão Patriots, a promessa dos Chiefs era voltar a final da AFC. Para isso,  consolidar Patrick Mahomes como um dos grandes quarterback da Liga era prioridade. E, finalmente, consolidar seu Head Coach Andy Reid como um dos grandes nomes da história, que sempre levou seus times aos playoffs, mas sem nenhuma aparição ao Super Bowl.

Essas questões eram duvidosas pela péssima defesa, mas que seriam todas resolvidas com a enfim aparição no Super Bowl LIV, pela American Football League.

Defesa

Resultado de imagem para chiefs afc champions defense

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A evolução da sua defesa foi preponderante para o sucesso do time em relação ao do passado. O interior de sua linha foi reforçado para incomodar o quarterback rival, controlar o jogo terrestre e evitar expor sua principal fraqueza: a secundária, que foi o calcanhar de aquiles na temporada passada e impediu o time de sonhar mais alto.

Atletas experientes como Terrell Suggs e Clark foram contratados, se juntando a Harris. Lá atrás, a liderança e vigor de Mathieu fez-se necessária, o que mais tarde se mostraria um acerto. Apesar das 4 derrotas, para times bons e a nível de Playoffs, como Titans e Packers, foram por pontuações muito inferiores as exorbitantes do passado. Afinal, a máxima é que defesa ganham campeonatos.

Ataque

Resultado de imagem para chiefs afc champions mahomes and andy reid

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A fórmula para o sucesso foi novamente um ataque explosivo. Se os números de Mahomes não foram impressionantes comparados aos de Russel Wilson e Lamar Jackson, foram o bastante para levar o time a seed 2 da conferência, com 12 vitórias na temporada, utilizando bem a velocidade de Hill e Watkins, combinados a força de Travis Kelce: a fórmula do sucesso continuou envolvendo as defesas adversárias.

Já nos playoffs, o filme se passava na cabeça da barulhenta torcida no Arrowhead Stadium: mais uma eliminação sofrida com a vantagem do mando de campo. Enfrentando os perigosos Texans, até a metade do segundo quarto era um passeio rival: 24 a 0 e mais uma humilhante derrota. Só que havia um ataque explosivo comandado por Mahomes: 4 Touchdowns no segundo quarto, três para o lesionado, mas imparável, Kelce, que acordaria sua torcida e sua defesa, que não daria mais espaço aos visitantes.  Virada história pelo placar de 51 a 31.

Já na final de conferência, o domínio do visitante Titans foi logo combatido, garantindo uma vitória mais tranquila. Nesse jogo, os Chiefs pararam o principal destaque rival Henry, para apenas 69 jardas, mostrando a já mencionada força da sua linha defensiva e de seu corner Tyrann Mathieu.

Visto isso, para enfrentar o San Francisco 49ers no Super Bowl LIV, a defesa terá que parar novamente um jogo terrestre muito efetivo e eficiente, formado por Raheem Mostert e Tevin Coleman.

 

Esportes Mais

Facebook E+

 

Deixe uma resposta