Notícias

Matérias Especiais

Opinião: É possível a NFL viver somente de ataques dominantes?

goff

Há vida na NFL somente com ataques tão dominantes quanto os que temos ultimamente?

Nessa última semana de jogos de NFL nos deparamos com um jogo que entrou para história, o duelo entre Los Angeles Rams e Kansas City Chiefs em um Monday Night Football pra lá de explosivo. O jogo ficou marcado por ataques muito talentosos e com plano de jogo muito moderno, ao ponto de termos um placar de 54×51, com a vitória do Los Angeles Rams. E, após esse jogo, houve muita discussão sobre o jogo em si, desde a sua relevância para mudar ainda mais o estilo de jogo na liga, e até mesmo daqueles que acham um saco esse tipo de jogo.

Eu estou no meio termo. Acho que precisamos sim de ataques fortes e envolventes que nos possibilitem ver jogadas extraordinárias e vitórias de franquias no último segundo da partida. Entretanto, sou um daqueles adeptos de um jogo de futebol americano em que as defesas também façam a sua parte, pois sem elas, dificilmente, um time vai longe em uma temporada e um eventual playoffs. Muitos falaram ainda que as defesas apareceram, forçaram turnovers e realizaram pontuações, essa que contribuiu e muito para a pontuação altíssima.

Kansas City Chiefs v Los Angeles Rams
Samson Ebukam conseguiu 2 TD defensivos e foi um dos destaques do jogo. Foto: Scott Varley, Daily Breeze/SCNG

Esse ponto não questiono, a defesa está ali para roubar a posse de bola de adversário e marcar pontos. O que eu questiono é a quantidade de erros das defesas em jogadas que poderiam ser facilmente marcadas e, assim, evitar a pontuação do time adversário. Penso que os ataques evoluíram demais, com técnicos inovando sua mente com jogadas de ataque até então pouco utilizadas na liga e, nessa transformação toda, as defesas meio que sucumbiram e meio que deixaram de ter relevância.

Assim como a Força, a defesa e o ataque devem estar em equilíbrio

E isso vai muito ao encontro daquilo que a NFL deseja, que os jogos sejam marcados por placares repletos de pontos. Coisa que sinceramente não me agrada, uma vez que fica tão previsível o que cada ataque vai fazer e que fatalmente vai ter um touchdown naquela campanha, deixando as qualidades das defesas de parar ataques excelentes, de lado. Acho que o time vencedor tem que ter no mínimo uma defesa forte o suficiente para segurar vitórias importantes. Nesse sentido, a defesa do Rams conseguiu meio que se sobressair e garantiu a vitória do time.

Entretanto, essa mesma defesa tomou 51 pontos do Chiefs. Não sou contrário de termos jogos como esse que aconteceu no último Monday Night, só acho que jogos com placares muitos elásticos, em minha visão, fica um jogo mais bagunçado e marcado por erros grotescos da defesa do que por mérito dos ataques. Não quero desqualificar os ataques de Rams e Chiefs, e pode colocar aqui o ataque do Saints, mas só acho que as defesas têm que ter mais importância nesses jogos.

E por falar em Saints, diferentemente de Rams e Chiefs, que têm defesas medianas, a de New Orleans é mais equilibrada e com um estilo de jogo que vejo que pode muito bem parar esses ataques, não é por acaso que a defesa do Saints tomou só 35 pontos do ataque do Rams, mas, já não pode dizer o mesmo das defesas de Rams e Chiefs que, combinados, tomaram mais de 100 pontos. Por esse equilíbrio entre setores, que considero o Saints o favorito a estar no Super Bowl.

saints defense
Defesa dos Saints tem se mostrado uma das melhores da liga. Foto: Mark Guilbeau / Special to The Daily Iberian

A esperança de que a situação atual mude um pouco

Sou de uma geração que há pouco tempo acompanha NFL, mais precisamente desde 2009. De lá para cá, o esporte mudou muito, mudou pra melhor. Entretanto, a política da NFL em ter jogos muito espetaculosos, com partidas tendo muito tiroteio por parte dos ataques, meio que perdem a graça e deixam o jogo um pouco menos emocionante devido a previsibilidade de cada jogada feita pelos ataques. Respeito quem adora esse estilo de jogo de futebol americano, em que os ataques predominam, mas eu não faço parte dessa turma.

É tão interessante você ver dois times com defesas e ataques talentosos. Um podendo anular ao outro. Dando a possibilidade de o jogo ser mais emocionante, uma vez que quando um desses setores estiverem em campo, você fica ali quebrando a cabeça do que realmente vai acontecer. Além disso, os placares tendem a ficar apertados e o jogo tende a ser mais emocionante. Enfim, cada um tem o seu gosto por cada estilo de futebol americano. Só acho que se essa tendência de termos ataques muito dominantes não se sobre ponha a defesas muito fracas.

Espero que coordenadores defensivos revejam seus conceitos e vejam as variáveis que possam conter esses ataques tão explosivos. Quem sabe assim teremos jogos competitivos e muito, mas muito mais emocionantes. Mas até que esse sonho meu se realize, vamos aproveitando esse momento e vamos curtir esses ataques poderosos. Mas deixo um recado, quem tiver a defesa minimamente boa e capaz de parar esses ataques, a probabilidade de título de Super Bowl aumenta consideravelmente.

 

Veja também: Análise dos líderes de divisão da AFC


 

Roma
Clique na imagem para acessar o site

Deixe uma resposta