Notícias

+ Esportes

Opinião: Até quando o racismo vai vencer?

EJc9QjOXUAIaoND

RACISMO VENCE NOVAMENTE, O FUTEBOL PODE MUDAR ISSO?

Ontem, hoje, amanhã, todos os dias eu sei que vai ter algum ato de racismo. Seja nos campos, seja nas quadras, seja no Brasil ou na Europa, infelizmente os atos de racismo continuam, e nenhum ato severo consegue parar essas atitudes lamentáveis.

Hoje foi Isak, jogador da Suécia. Isak tem 20 anos, é descendente de eritreus (nascidos na Eritreia) mas nasceu e sempre viveu na Suécia. Foi revelado pelo AIK, pertence ao Borussia Dortmund e está emprestado ao Real Sociedad. Num mundo onde o seu talento deveria prevalecer, a cor da sua pele é um sinal para atitudes racistas fluírem e deixarem o ambiente mais triste, mais grotesco, menos humano.

  • Eu perguntei ao juiz se ele tinha escutado alguma coisa (da torcida). Logo depois, ele interrompeu o jogo e disse que tinha ouvido algo. Ele me perguntou se deveria parar o jogo, eu disse que não era preciso. Terminamos a partida e comemoramos (a classificação) em campo – afirmou Isak, de acordo com a imprensa europeia.

     

TAISON METEU O DEDAO PRA CIMA

O Dínamo de Kiev foi punido com uma multinha de 20 mil euros. Bobagem de mais, em relação ao que era realmente necessário.

TEMOS QUE PARAR DE DEFENDER RACISTA!

O que aconteceu com o Taison e com o Isak já aconteceu aqui, ou ninguém mais lembra do acontecido com o Aranha. O goleiro do Santos que foi chamado de “macaco” por uma gremista em 2014 foi só um dos momentos mais tristes da história do futebol brasileiro.

O que aconteceu com Taison, Isak, Aranha, Balotelli, Lukaku e tantos outros, ocorre todos os dias com João, Maria, Tiago, Pedro e todos negros que habitam no nosso país e em qualquer outro país do mundo.

Aliterando o Taison:

NÃO PODEMOS APENAS CRITICAR O RACISMO, PRECISAMOS SER “ANTIRRACISTAS” 

 

Os clubes precisam se posicionar, punir severamente “seus torcedores” que fizerem isso. Além de quem sabe, punir judicialmente esses inescrupulosos seres que cometem essas ações infelizes. As federações precisam punir severamente os times e os torcedores que cometem atos racistas, mais que multinhas de 20 mil, falo de exclusão, falo de prisão, falo de atitude de verdade, não essas balelas pra dizer para a mídia que é contra o Racismo.

E você, dona UEFA, que tem aquela campanha bonita SAYNOTORACISM (Diga não ao racismo), deveria levar esse ponto para ação e ter atitudes que condizem com sua campanha, sem ser bonito para TV, que seja bom para os seres humanos.

Esportes Mais

Facebook

Deixe uma resposta