Notícias

Sem categoria

Em postagem polêmica, o Spartak Moscow é acusado de racismo

Sem título

Era para ser uma brincadeira, mas muitas pessoas não acharam o mesmo

-Vejam como chocolate derrete ao sol. Foi o que disse o perfil oficial do Spartak Moscow, da Rússia em postagem polêmica no Twitter. Na mesma, jogadores negros (e todos eles são brasileiros) foram comparados a chocolates.

Após isso, muitos seguidores da página acusaram de racismo a postagem que de início tinha a intenção de fazer uma brincadeira, visto os emojis de sorrisos na mesma. Muitos comentários em inglês acusaram de que existiria cunho preconceituoso. Outros também lembram da próxima Copa do Mundo que acontecerá na Rússia. Por outro lado, os torcedores do clube defendem e dizem ser apenas uma brincadeira mal interpretada.

O Spartak tem três jogadores brasileiros, são eles: Pedro Rocha, Fernando e Luiz Adriano. Eles que foram os protagonistas na postagem.

Na Rússia, o racismo no esporte é um grande problema que preocupa para a realização da Copa do Mundo ainda este ano. Recentemente, o goleiro naturalizado russo Guilherme foi alvo da torcida do Spartak, que gritavam que sua seleção não precisaria de um macaco.

Para a Copa das Confederações a FIFA e o Comitê Organizador fizeram campanhas para a redução no preconceito, e apenas no ano passado que a federação russa passou a multar clubes que tivessem esse comportamento em sua torcida.

racismo
Clique na imagem para acessar o site

Deixe uma resposta