Notícias

Futebol Internacional

Copa América: taça chega em São Paulo e chama a atenção de todos

Taça

Copa América se inicia no dia 14 de junho, com o primeiro duelo da seleção brasileiro sendo realizado no Estádio do Morumbi

Na última terça-feira (04), a taça da Copa América chegou a São Paulo em voo comum, porém com tratamento de estrela. A taça viajou do Rio de Janeiro até a capital de São Paulo, acompanhada de Mauro Galvão e César Sampaio.

Ambos os ex-jogadores já ergueram a mesma, nos anos de 1989 e 1997, respectivamente. Para quem está animado para a Copa América e quer tentar a sorte em se tornar um campeão, juntamente com seus jogadores e times preferidos, o código bônus bet365 é a melhor opção.

Durante seu voo, a taça foi exibida por comissários de bordo da Gol, demandando a atenção de todos aqueles do voo em que estava. Os comissários andaram com a taça por toda a extensão da aeronave, permitindo que os passageiros pudessem não só vê-la de perto, mas também tirar fotos da mesma, em um momento único. A ação foi patrocinada não só pela Gol, mas também pela Mastercard, ambas sendo patrocinadoras da Copa América.

O destino da taça

Após sua extravagante chagada à capital paulista, a taça da Copa América foi levada para ser exposta ao público em meio à avenida Paulista, número 1.230, a frente do shopping Cidade de São Paulo. A taça ficará sendo exposta na Paulista até a próxima segunda-feira, dia 10 de junho, na mesma semana da abertura da Copa América, que ocorrerá no dia 14 de junho, com a partida do Brasil contra a Bolívia no estádio do Morumbi, em São Paulo, às 21h30 (horário de Brasília).

Após sua exposição na avenida Paulista, a taça será movida para participar do evento Ciab Febraban, nos dias 11 a 13 de junho, que acontecerá no Transamérica Expo Center. Finalmente, no dia 14 de junho, a taça será entregue para a Conmebol pela Mastercard, para que possa marcar sua presença no jogo de abertura da Copa América 2019.

Mauro Galvão e César Sampaio opinam sobre o Brasil na Copa América 2019

Mauro Galvão acredita que tanto a seleção brasileira como o Tite sabem ser a Copa América de grande importância. Para ele, é o momento da seleção resgatar um pouco a confiança da torcida e no povo brasileiro, que acreditava fortemente na seleção durante a Copa da Rússia e saíram desapontados.

César Sampaio, entretanto, alerta que a seleção brasileira precisa estar atenta aos seus adversários. Para o ex-jogador, apesar de a Argentina está em um momento de crise estrutural no esporte, o Uruguai se apresenta como um forte adversário, sendo uma equipe mais equilibrada. César fala ainda que, apesar de Suárez está voltado agora de uma artroscopia, o Uruguai é com quem o Brasil precisa tomar mais cuidado nesta competição.

Deixe uma resposta