Notícias

NFL

Bears caem de forma cruel no Wild Card

Bears

Temporada do Chicago Bears tem mais pontos positivos do que negativos

Existem maneiras e maneiras de se perder uma partida. Quando chegam os Playoffs então, ai tudo ganha contornos muito mais dramáticos. Pois bem, o Chicago Bears viveu tudo isso na sua máxima plenitude.

Faltando 10 segundos para o final da partida, Mitchell Trubsky tinha colocado o time em uma confortável posição de finalizar a partida contra os Eagles. Um chute não complicado de 42 jardas seria a pá de cal em uma partida encardida, que estava 16×15 para o adversário. Cody Parker acertou o primeiro chute, que foi cancelado pelo timeout do Coach Doug Pederson dos Eagles. Na segunda tentativa… bom, ele não teve um grande chute e a bola bateu no poste ao lado esquerdo, desceu e, por uma crueldade terrível, ela bateu no poste da base e saiu. Os Bears não mereciam isso, é fato.

Porém, a temporada tem muitos pontos positivos. A começar pela defesa, que foi o carro chefe da equipe. A aquisição de Khalil Mack tem um peso imenso nisso, mas o time já dispunha de grandes peças no seu elenco e de um grande Coordenador Vic Fangio. Aliás, por isso mesmo é que Fangio é cobiçado por diversas equipes.

Entretanto, o ataque também esteve bem e isso tem muito a ver com uma boa evolução de Mitchell Trubsky, que foi bem no comando do ataque. Bons recebedores, boa OL e um jogo corrido eficientes deram ao time um equilíbrio poucas vezes vistas em Chicago na sua história.

Para 2019 os Bears precisam focar nos Free Agents e no Draft, sem primeira rodada, para reforçar um pouco mais a defesa. E com o sólido e forte comando de Matt Nagy, o futuro dos Bears deve ser brilhante, podendo visar o bicampeonato na conquista de sua divisão.

 

Esportes Mais

Deixe uma resposta