Notícias

Futebol Brasileiro

Em situação complicada, Atlético busca classificação na Copa do Brasil

Atlético-MG-x-Cruzeiro-590×332

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Mantendo a calma e contando com a raça e força da equipe, Atlético busca classificação

O famoso “Eu acredito” irá soar novamente nas arquibancadas nesta quarta-feira (16), às 19h15. A equipe das viradas da edição de 2014 da Copa do Brasil precisará aparecer novamente em um mata-mata. Após derrota por 3 a 0 para o Cruzeiro, na última quinta-feira (11), o Atlético Mineiro entrou em uma situação complicada para o jogo de volta das quartas de final. Na partida desta quarta-feira, no Independência, o Galo precisará vencer por uma diferença de 3 gols, o que poucas equipes conseguiram na história da competição.

Em sua campanha de 2014, quando ganhou o título, o Galo reverteu duas desvantagens, porém de apenas dois gols. Contra o Cruzeiro, a remada terá que ser um pouco mais longa. O Atlético busca força em todos os aspectos que norteiam o clássico para se manter confiante. A virada da equipe alternativa sobre a Chapecoense por 2 a 1 pelo Brasileirão, em Chapecó no último domingo, foi bastante comemorada e valorizada pelo técnico Rodrigo Santana e pela equipe. A vitória serviu como um gás energético no ambiente ruim no clube desde a goleada do rival.

A equipe alvinegra apostará na tentativa de fazer um gol rápido e pressionar o lado celeste. Mas além do foco em marcar gols, o objetivo da comissão técnica é que a defesa sofra menos.

Confiança no Atlético

Mesmo em uma situação complicada, o zagueiro atleticano, Rever, afirma que a equipe se mantém confiante.

“O que me faz acreditar na classificação é a confiança no grupo, no trabalho do treinador e na força da arquibancada. Isso nos motiva ainda mais, porque é o jogo mais importante da temporada. Não precisamos de motivação maior por se tratar de um clássico. Vem da essência de cada um. Temos que cada um motivar o companheiro e quem gosta de perder um jogo como esse está na profissão errada”.

O zagueiro destacou também a importância de manter o controle do nervosismo e o quanto esse sentimento pode atrapalhar o desempenho da equipe na partida.

“Controlar o nervosismo será a parte crucial para nós. Por mais difícil que seja, quem tem de estar mais tranquilo na partida somos nós, mesmo com a adversidade que temos, como o placar, a qualidade do rival. Não podemos passar por esse nervosismo, porque o outro lado vai aproveitar, podendo nos arrumar tumulto, brigas, talvez fazer cera, que fazem parte do futebol. Mas a equipe que tiver maior equilíbrio terá maior vantagem. Se entrarmos no jogo deles, o jogo vai esfriar, o tempo vai passar e quem está atrás no placar será prejudicado. Temos de ser frios e calculistas”.

Luan

Autor de jogadas importantes e gols inesquecíveis para o torcedor atleticano, Luan vive uma fase complicada no clube. A falta de gols nas partidas recentes é um ponto que pode contar contra o atleta na corrida pela titularidade no clássico.

Porém, a fama de Luan com o torcedor atleticano e seu histórico de gols em jogos importantes pode contribuir para que o meia-atacante permaneça como titular.

Quando o Atlético precisou inverter uma situação contra o Flamengo, o ‘menino maluquinho’ foi quem marcou o quarto e decisivo gol da classificação para a decisão da Copa do Brasil de 2014.

Um ano antes, Luan foi fundamental para o título da Copa Libertadores de 2013, marcando também um gol nos últimos minutos e empatando a partida por 2 a 2.

Otero

Rómulo Otero está de volta ao clube, mostrando que seu talento com a bola parada. A forte cobrança de falta resultou no primeiro gol do Galo na virada contra a Chapecoense, mostrando que o venezuelano continua o mesmo que conquistou a torcida.

Para manter a chance da classificação, Rodrigo Santana poderá apostar na qualidade de Otero na bola parada para furar defesa de Mano Menezes.

Chará

O colombiano Yimmi Chará buscará uma conquista pessoal inédita e especial no clássico. O jogador nunca venceu um duelo contra o Cruzeiro.

O atacante, que chegou no Galo no ano passado, foi derrotado em dois confrontos e empatou outros três duelos contra a equipe celeste. O jejum do jogador coincide com o tabu do Atlético sobre o rival. O time alvinegro não vence o Cruzeiro desde maio de 2018.

Apesar da vantagem do Cruzeiro, Chará se mantém confiante e em busca da reversão do placar.

“O placar é complicado, mas a gente está acreditando. Vem fazendo bons treinos, vamos tratar de fazer o melhor em campo. A atitude será muito importante para o resultado. É difícil, mas é futebol e qualquer coisa pode acontecer”.

FICHA TÉCNICA – ATLÉTICO-MG x CRUZEIRO

Local: Independência – Belo Horizonte (MG)

Data e hora: 17 de julho de 2019, às 19h15

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza(SP)

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Alex Ang Ribeiro(SP)

Árbitro de vídeo: Vinicius Furlan(SP)

Onde assistir: SporTV e Premiere.

ATLÉTICO MINEIRO: Victor; Patric, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Zé Welison (Jair) e Elias; Luan, Cazares (Vina) e Chará (Otero); Alerrandro (Ricardo Oliveira). Técnico: Rodrigo Santana.

CRUZEIRO: Fábio; Lucas Romero, Léo, Dedé e Egídio; Henrique, Jadson(Ariel Cabral), Robinho, Thiago Neves,Marquinhos Gabriel e Pedro Rocha. Técnico: Mano Menezes.

Ana Karolina Coelho (71 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta