Notícias

Matérias Especiais

Superclássico: River Plate x Boca Juniors, o maior clássico do mundo!

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

River Plate quer se recuperar da eliminação na Libertadores; Boca Juniors busca manter a liderança e os 100% 

Um final de semana quente, cheio de clássicos ao redor do mundo da bola e na Argentina não vai ser diferente. Nada menos que o ‘Superclásico’, confronto entre Boca Juniors vs River Plate, ou melhor, River diante do Boca, visto que, será disputado no Monumental de Nuñez (às 19h05 no horário de Brasília).

O jornal inglês The Mirror elegeu neste ano de 2017 o ‘Superclásico’ – confronto entre Boca e River – o maior clássico do mundo, superando, por exemplo, Real Madrid vs Barcelona, na Espanha, além de Celtic vs Ranges, na Escócia.

“A partida que melhor exemplifica o duelo entre clássicos no futebol. Os Estádios se transformam em duelos de cânticos, disputa por cores e hostilidade. O cenário que domina o futebol argentino por quase um Século.” – The Mirror

É o que cita o jornal inglês para elucidar a escolha de Boca x River como o maior clássico de todos os tempos.

River Plate x Boca Juniors – ‘El Superclásico’

É muito difícil citar favoritismo em clássicos como estes, ainda mais quando trata-se da equipe visitante do duelo, mas as casas de apostas, a posição no Campeonato Argentino e o momento dos jogadores creditam ao Boca um ligeiro favoritismo para o duelo desse domingo.

O Boca Juniors é o líder do Campeonato Argentino com 21 pontos em sete jogos disputados. Tem 100% de aproveitamento, com 19 gols marcados e apenas um sofrido. Conta com o artilheiro da competição, Dario Benedetto com oito gols marcados e um tabú de sete anos sem perder para o River Plate no Monumental de Nuñez em partidas válidas pelo campeonato local (a última derrota por 1 a 0 em 14 de Novembro de 2010, gol marcado pelo zagueiro Jonathan Maidana).

Além disto, o Boca Juniors consegue neste início de competição o melhor arranque na sua história: Sete vitórias consecutivas, superando o time de Alfio Basile, que em 2006 tinha conquistado vitórias nos seis primeiros jogos do campeonato. O recorde é do River Plate, no ano de 1991, conseguiu oito vitórias consecutivas. Caso o Boca conquiste o triunfo diante do River no domingo, iguala a marca histórica dos ‘millonários’.

Enquanto isso, o River Plate chega para a partida na 9ª colocação com 12 pontos conquistados. A equipe de Gallardo tenta diminuir a vantagem do Boca Juniors – uma diferença de sete pontos – após ser eliminado ao sofrer uma virada histórica para o Lanús na Copa Libertadores da América.

Gallardo cita o ‘Superclásico’ como o jogo para lavar a alma e voltar a ter um ambiente tranquilo para trabalhar.

“Foi muito duro essas últimas 48 horas, são derrotas que doem no coração” (refere-se à derrota sofrida para o Lanús e consequente eliminação da Copa Libertadores). Mas mostrou-se otimista para vencer o clássico diante do Boca. “Temos a oportunidade de jogar uma partida para lavar a nossa alma, e nada melhor do que um duelo diante do Boca” – completou.

Scocco x Benedetto: Duelo de artilheiros…

Um foi o principal artilheiro da sua equipe na Copa Libertadores, tem 13 gols em 15 jogos disputados com a camisa do River Plate. O outro é o artilheiro do Campeonato Argentino, marcando oito gols em sete partidas disputadas na competição, tornando-se ídolo da torcida do Boca Juniors.

Ignacio ‘Nacho’ Scocco chegou tem apenas alguns meses ao River, mas já demonstra a sua qualidade e faro goleador que sempre esteve por onde passou (artilheiro do Newell’s Old Boys por duas temporadas). Marcou por oito vezes na Libertadores, cinco diante do Jorge Wilstermman, duas vezes pela Copa Argentina e três gols no campeonato local. Quatro dos 13 gols foram nos primeiros 15 minutos de jogo.

Darío ‘Pipa’ Benedetto, principal artilheiro do Boca Juniors na temporada, tem oito gols no campeonato atual, artilheiro isolado da competição. Como no primeiro semestre de 2017, Benedetto segue sendo letal em favor do Boca e se encarrega de definir os resultados: dos oito gols marcados, quatro foram nos últimos 15 minutos de jogo.

‘Pipa’ Benedetto, convocado por Sampaoli para a Seleção Argentina, leva 34 gols em 40 partidas com a camisa do Boca Juniors e, depois de Palermo (se aposentou em 2011), Benedetto já superou a média de gols de outros nove jogadores que tentaram “suprir” Palermo como centroavante de Boca (0,85 é a média de Benedetto, Calleri vem atrás com 0,63). Benedetto faz história: Artilheiro do Campeonato Argentino na temporada 2016/2017, depois de dez anos coloca um jogador do Boca Juniors como artilheiro da competição (o último tinha sido o próprio Palermo em 2007).

IMG_20171103_171021
Scocco x Benedetto: Duelo entre os artilheiros (Foto: goal.com)

…Martínez e Pavón, os coadjuvantes!

Todo artilheiro tem o seu principal assistente, como se diz na Argentina: “Todo 9 tem seu 7”, ou seja, todo centroavante tem o seu atacante que chega pelos flancos do campo. No River, o principal auxiliar de Scocco na frente é o Gonzalo ‘Pity’ Martínez, enquanto que no Boca Juniors, Pavón, convocado por Sampaoli para os próximos amistosos da Argentina, é o principal companheiro de Benedetto no ataque.

Ambos jogadores com velocidade, com qualidade técnica e apesar de ‘Pity’ Martínez ter um pouco mais do quesito na comparação com Pavón, o atacante do Boca Juniors é mais incisivo, mais veloz e chega bastante pelo lado direito, setor esquerdo da defesa do River por onde demonstrou mais fragilidade nos jogos da Libertadores.

Pavón e Martínez são dois jovens argentino que já chamam atenção do futebol europeu. Na janela, o Zenit-RUS ofereceu cerca de 18 milhões de euros por Pavón, entretanto, o Boca não aceitou a proposta visando o futuro com o jogador (pretende conquistar a Libertadores de 2018). Mas vai ser difícil segurar os dois jovens atletas no país, o Sporting-POR já declara interesse nos atacantes e pode tentar levá-los ao futebol português.

pitypavon
Segundo o site “A bola”, Sporting-POR estaria de olho em Pity Martínez e Pavón para reforçar o seu elenco (Foto: A bola)

Schelotto x Gallardo e os concentrados para o ‘Superclásico’

schelottovsgallardo
Schelotto x Gallardo: Duelo de dois dos melhores técnicos da Argentina (Foto: Diario Olé)

Considerados dois dos melhores técnicos da nova geração argentina, Guillermo Barros Schelotto e Marcelo Gallardo já se enfrentaram por seis oportunidades. Um duelo equilibrado: uma vitória para cada e quatro empates. Gallardo sempre comandando o River Plate, enquanto que a vitória de Schelotto foi sob comando do Boca Juniors, 4 a 2 no Monumental. Por duas oportunidades enfrentando o River de Gallardo, Schelotto era ainda DT do Lanús.

Marcelo Gallardo e Guillermo Schelotto já tem seus 11 definidos e os jogadores que estarão a disposição dos comandantes para a partida. No River Plate, Gallardo para ir com o que tem de melhor, espera a definição de Enzo Pérez, que treina diferenciado por dor na região lombar. Se o volante chegar, a equipe será formada por Lux; Montiel, Maidana, Pinola, Casco; Ponzio, Enzo Pérez; Pity Martínez, Ignacio Fernández, Rojas; Scocco. Um ‘4-2-3-1’ com bastante movimentação, principalmente dos homens de meio campo. Ora em um ‘4-2-3-1’ inicial, ora num ‘4-1-4-1’ com o avanço de Enzo Pérez auxiliando a Ignacio Fernández na criação das jogadas ofensivas da equipe. Abaixo, a lista dos convocados para a partida.

riiver
O ‘4-2-3-1’ de Gallardo para enfrentar o Boca Juniors

Enquanto que Schelotto não contará com o seu capitão Fernando Gago, que só voltará aos campos no próximo ano, vai ao Monumental com Rossi; Jara, Goltz, Magallán, Fabra; Wilmar Barrios, Pablo Pérez, Nandez; Pavón, Benedetto e Cardona. O Boca Juniors de Schelotto atua na sua preferência tática ‘4-3-3’, mas notoriamente visto, por muitas vezes, Barrios se infiltrar entre os zagueiros, liberando Jara e Fabra pelas laterais que se comportam bastante como alas. Vale ressaltar que o Boca ataca bastante pelo lado direito com os avanços de Pavón, enquanto Cardona “engancha” da esquerda para o meio e faz o papel de armador da equipe. Abaixo, os concentrados.

booca
O ‘4-3-3’ de Schelotto para enfrentar o River Plate
Michel Corbacho (9 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta