Notícias

Futebol Brasileiro

Após ida perfeita, Grêmio recebe o Barcelona

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Em busca de 5ª final, Grêmio encara o Barcelona de Guayaquil

Na noite desta quinta feira (01), o Grêmio pode chegar mais uma vez na final da Libertadores. Os gaúchos recebem o Barcelona de Guayaquil-EQU, na partida de volta das semi-finais. Na ida, com uma atuação perfeita, os brasileiros enfiaram um sonoro 3-0, com show de Luan. O atacante marcou dois gols, e Edílson fechou a conta. A partida será realizada na Arena Grêmio, às 21:50, pelo horário de Brasília. Devido à importância da partida, todos os ingressos já foram vendidos.

Brasileiros confiantes em mais um título internacional…

Com apenas uma vitória nos últimos 5 jogos pelo Brasileirão, o Grêmio deposita suas esperanças na Liberta. Após o empate no último domingo, contra o Avaí, os jogadores mantém o foco no jogo de quarta. Caso consiga a classificação, será a 5ª final jogada pelo clube no torneio. Campeão em 1983 e 1995, e vice em 1984 e 2007. E justo pelo grande placar obtido no primeiro jogo, Renato Gaúcho foi questionado sobre “já estar na final”. Confira sua resposta:

“Podem achar que é da boca para fora. Mas se o Grêmio fez 3 a 0 lá, o Barcelona tem condições de vencer o Grêmio aqui. […] Muita gente no Brasil após a partida falou que o Grêmio já estava na final. Eu discordo totalmente. […] O Barcelona tem nosso respeito, mostrou a força contra Palmeiras e Santos. Lógico que aprendemos com os erros deles, temos uma vantagem melhor que a do Santos. Temos uma boa vantagem, isso é um fato. Mas não vai entrar em campo com o regulamento debaixo do braço”

Luan

Luan e Barrios têm sido os destaques do tricolor nesta Libertadores. Foto: Dolores Ochoa/Associated Press

A verdade é que, mesmo com uma grande vantagem, é melhor o Grêmio não tirar o pé. Tendo conseguido 3 fora de casa, deve tentar conseguir outros 3 aqui no Brasil. Pois, sabemos que o futebol tem suas gracinhas e adora nos proporcionar grandes feitos e viradas. O exemplo mais recente é o das oitavas de final da última Champions League, onde o Barcelona após perder na ida por 4-0, reverteu o resultado com um histórico 6-1, no Camp Nou.

…enquanto os equatorianos tentam, ao menos, chegar ao Brasil

Já pelo lado do outro Barcelona (será coincidência?), nada parece dar certo. Além do sacode tomado na ida, a equipe tem tido problemas no campeonato nacional. Com uma vitória nos últimos 10 jogos, encontra-se na 8ª colocação, em um campeonato com 12 times. Ademais, no momento, os equatorianos passam por um grande problema extracampo.

E qual problema é esse? Com menos de 24h para a bola rolar, o Barça ainda não chegou ao Brasil. Presos na Bolívia, devido à falta de autorização para levantar voo, o time teve de recorrer ao exército de seu país para seguir viagem. Explicando melhor, o avião, fretado pela equipe, saiu do Equador no domingo(29), com escala em Santa Cruz de La Sierra-Bolívia, e a chegada ao Brasil era prevista para a tarde de segunda feira(30). Após passar por problemas burocráticos, perder o treino marcado e dormir duas noites no país, com o avião militar a previsão de chegada em Porto Alegre é na madrugada desta quarta feira.

Grêmio x Barcelona

Jogadores passaram por situação bem desagradável nesta semana. Foto: Reprodução/Twitter

Apesar de todos esses problemas, ainda há uma luz no fim do túnel. Os visitantes contam com a volta do algoz de Palmeiras e Santos, o atacante Jonatan Álvez. O uruguaio é um dos artilheiros da competição, com 5 gols, um atrás de Lucas Barrios e dois atrás de Luan. Chumacero, meio campista do The Strongest, lidera a artilharia com 8 gols marcados.

Uma rivalidade que vai além dos gramados e fala por si só

Caso chegue à final, o Grêmio será o 33º brasileiro em uma final. No total, o Brasil tem 17 títulos e 15 vices. Com esses números, fica só atrás da Argentina, que terá seu 34º representante em finais, seja Lanús ou seja River. Além disso, os hermanos possuem 24 títulos e 9 vices. Também poderá ser a 14ª final do torneio disputada entre Brasil x Argentina. No momento, nossos vizinhos lideram por 9×4 em finais disputadas contra o país.

Se passar, Grêmio já conhece seu adversário

Quando esta matéria foi postada, tudo parecia definido. O River ganhava por 2-0, assim, 3-0 no agregado. Ganhava. No primeiro tempo, Scocco e Montiel fizeram os gols de Los Millonarios, como são chamados, e parecia ter sacramentado a classificação. Novamente, parecia.

Nos acréscimos da primeira parte, Sand diminuiu para os mandantes. O gol, àquele momento, era uma última chama de esperança. Então, no primeiro lance do segundo tempo, Sand, novamente, empatou a partida, dando pinta de que o jogo iria pegar fogo. Aos 16 minutos, após grande jogada ofensiva, Alejandro Silva encontra Acosta na entrada da pequena área, e o Lanús virava a partida.

Foi então que, aos 22 minutos, a festa concretizou-se. Em um lance infeliz, por parte do zagueiro do River, os mandantes conseguiram um pênalti. Entretanto, a penalidade foi dada somente após o árbitro consultar o recurso de vídeo. Com a oportunidade em seus pés, Alejandro Silva não desperdiçou e marcou o gol da classificação. A partir daí, o River Plate tentou ir para cima com tudo em busca do empate, mas não surgiu efeito a tentativa.

Lanús

Lanús conseguiu, até agora, o maior feito de sua história. Foto: Juan Mabromata/AFP

Com a virada histórica, o Lanús fez sua torcida explodir de alegria e chega à final pela primeira vez na história. Dessa maneira, independente de quem for classificado entre Grêmio e Barcelona, a partida final será na Argentina, em La Fortaleza.

 


Ficha técnica

Estádio: Arena Grêmio;

Hora: 21:50, horário de Brasília;

Árbitro: Roberto Tobar;

Assistentes: Carlos Astroza e Cristhian Schiemann – Todos são chilenos;

Transimissão: Globo(algumas emissoras), SporTV e Fox Sports.

 

Provável escalação

Grêmio – 4-2-3-1

Marcelo Grohe; Edilson, Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Arthur; Ramiro, Luan e Fernandinho; Lucas Barrios.
Técnico: Renato Portaluppi

 

Barcelona de Guayaquil – 4-2-3-1

Banguera; Velasco, Aimar, Arreaga, Pineida; Minda, Oyola; Esterilla, Damián Diaz e Marcos Caicedo; Jonatan Álvez.
Técnico: Guillermo Almada.

 


 

Clique na imagem para acessar o site
Jorge Ribeiro (53 Posts)

Futuro jornalista. Esportes Mais é o poder.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta