Notícias

Sem categoria

Flamengo: Seleção dos melhores dos últimos dez anos

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Confira uma seleção dos melhores jogadores do Flamengo nos últimos dez anos

Gustavo
Clique na imagem para acessar o site

1- Bruno

Começando com uma pequena polêmica.

Chegou ao Flamengo emprestado pelo Corinthians em 2006, era reserva do Diego, cria da base do Mengão, mas uma contusão do mesmo fez com que Bruno fosse titular em um jogo válido pelo Campeonato Brasileiro do mesmo ano. A partida foi contra o Internacional e o Flamengo perdeu de 2 a 1. Depois de um tempo, Bruno bancou Diego e foi titular e dono da camisa 1 desde então.

É inegável que todos os flamenguistas amaram o Bruno. Enquanto vestia a camisa do Flamengo, Bruno era muitas vezes o melhor do time, tinha um reflexo absurdo e sabia sair do gol como ninguém. Era também um ótimo pegador de pênaltis, na final do campeonato Carioca de 2009, pegou três, inclusive o que deu o campeonato ao Flamengo.

Bruno não era só bom fazendo defesas, durante a época dele de Flamengo marcou 4 gols, 3 de falta e 1 de pênalti. O primeiro gol foi feito em 2008 pela fase de grupos da Libertadores contra o Coronel Bolognesi, a partida estava 0 a 0 e era 37′ do 2° tempo, Bruno cobrou no canto do goleiro e abriu o marcador, o jogo terminou 2 a 0 para o Flamengo.

Bruno com Flamengo foi tri-campeão estadual (2007, 2008 e 2009) e levantou o caneco do Brasileiro de 2009.

Infelizmente, Bruno teve sua carreira encerrada em 2010, suspeito de planejar a morte de sua ex namorada Eliza Samúdio. Desde então Bruno vive na Penitenciária Nelson Hungria em Contagem- MG, o que é uma pena, pois todos sabem que se ele não fosse preso, ele seria titular da seleção brasileira sem dúvidas.

2- Léo Moura

O que falar de um cara que é ídolo de uma nova geração?

Léo Moura chegou em 2005 ao Flamengo, já tinha rodado pelos três grandes do Rio e pelo mundo a fora. Ele veio sem muita ambição, ninguém apostava muito no jogador.

Ganhou a Copa do Brasil de 2006, o seu primeiro título de 14 ganhos com a camisa do Flamengo. Por duas vezes foi eleito o melhor lateral direito do Campeonato Brasileiro e jogou um amistoso contra a Irlanda com a camisa da Seleção Brasileira.

Lateral completo, atacava e defendia muito bem, levava muito bem a bola para a linha de fundo e assim saía vários gols do Flamengo.

Jogou entre 2005 e 2015 e é um ídolo para o time, se tornando o 7° jogador do Flamengo que mais vezes vestiu o Manto Sagrado com 519 jogos e 47 gols.

Se tornou o capitão e chefe do time em 2012, depois de emprestar a faixa para Ronaldinho.

3- Fábio Luciano

O zagueiro zagueiro, Fabio Luciano tinha muita raça, chegou ao Flamengo em 2007  e no seu primeiro jogo, contra o Náutico, aos 24′ do 1° tempo, depois de cruzamento de Juan, o zagueiro saiu de trás da defesa e cabeceou firme para o gol e empatando a partida na ocasião em 1 a 1.

A chegada dele em 2007 foi fundamental para o time que estava desmotivado e liderou a equipe para uma arrancada histórica no Brasileirão de 2007, de vice lanterna, o Flamengo chegou ao 3° colocado e se classificando para a Libertadores do ano seguinte.

Fabio Luciano se tornou ídolo do Flamengo muito rápido, demonstrava qualidade e raça dentro de campo o que fez ele se tornar capitão logo em seguida. Ficou somente 2 anos no Flamengo, não mais que o suficiente para cair nas graças da Maior torcida do Brasil. Seu último jogo foi a final do Campeonato Carioca de 2009 no qual o mesmo levantou a taça de campeão.

4- Ronaldo Angelim

O magro de aço, é sem dúvidas um dos melhores zagueiros do Flamengo e até mesmo o melhor do século XXI.

Chegou ao Flamengo em 2006 e  foi um dos campeões da Copa do Brasil do mesmo ano. Veio do Fortaleza para o Flamengo e junto com Fabio Luciano, e juntos foram uma das melhores dupla de zaga do Mengão.

Ronaldo Angelim era sinônimo de raça, ia em todas as bolas, não tinha bola perdida pra ele. Foi assim que ele fez o gol mais importante da história do Flamengo nos últimos anos. A equipe precisava ganhar de qualquer jeito do Grêmio na última rodada do Brasileiro de 2009, estava empatando em 1 a 1 e o Internacional estava vencendo o seu jogo, o que fazia do time colorado o campeão Brasileiro. Mas aos 24′ do 2° tempo, o Mengão teve O ESCANTEIO. Petkovic foi pra bola, Angelim, que não é bobo, foi atrás dessa bola subiu e jogou pra dentro, foi a bola para coroar a campanha do Brasileiro de 2009 e fazer o Flamengo ser campeão desse ano.

 

6- Juan

Chegou em 2006 vindo do Fluminense e teve que disputar posição com André Santos, e ganhou, e foi o dono da lateral-esquerda do Flamengo. A equipe ficou tão dependente dele que após sua saída ainda hoje está difícil de se firmar um lateral a altura. Juan saiu em 2010 brigado com a até então presidente do Flamengo Patrícia Amorim.

Formou uma dupla incrível com Léo Moura que ganharam juntos os prêmios de melhor lateral do Campeonato Brasileiro de 2008.

Juan foi chamado para servir a seleção brasileira em 2 jogos pelas Eliminatórias da Copa do mundo de 2010, entrando no 2° tempo no lugar de Gilberto no jogo contra o Chile (Brasil 3 x 0 Chile) e começou como titular em um empate em 0 a 0 contra a Bolívia

A bola parada de Juan também era incrível, foi dele o cruzamento pro primeiro gol de Fabio Luciano. Batia falta, escanteio e também chutava muito bem de fora, o gol mais marcante de Juan pelo Flamengo, foi o que selou o titulo da Copa do Brasil de 2006 contra o rival Vasco.

8- Willians

Willians não se destacava muito no time do Flamengo, sua participação no time era discreta, porém, fundamental. O jogador foi o principal e o maior ladrão de bolas por três vezes seguidas no Campeonato Brasileiro em 2008, 2009 e 2010.

Veio para o Flamengo do Santo André e as boas atuações defensivas o fizeram dele o principal volante do Flamengo nessa época. Inclusive, ganhou o apelido de Willians Pitbull por brigar muito no meio campo e ser certeiro nas roubadas de bola.

Saiu do Flamengo em 2012 com destino a Udinese da Itália. Willians não era de fazer gols, mas quando fazia, eram golaços.

8- Elias

Veio emprestado do Sporting para o Flamengo em 2013 e ficou somente um ano, o suficiente para ganhar as graças dos torcedores.

Foi o cara responsável pela conquista da Copa do Brasil de 2013, depois da partida de ida das oitavas contra o Cruzeiro, o Flamengo havia perdido por 2 a 1. No jogo da volta, Elias era o principal jogador do time e não estava para ser escalado por estar com dores musculares, mas acabou que foi relacionado e jogou aquela partida no limite, o jogo ficava dramático e tudo encaminhava para um 0 a 0 classificando o Cruzeiro, mas aos 43′ do 2° tempo, depois de jogada de Rafinha pela direita, a bola foi para a intermediária e Elias se apresentou para chutar colocado e classificando o Flamengo.

Um pouco depois, Elias começou a ter más atuações e a torcida começou a pegar no seu pé, até que vazou uma informação que o filho dele, Davi, estava internado com pneumonia, a torcida se sensibilizou e no 2° jogo da semifinal da Copa do Brasil a torcida gritava o nome de Davi. Logo no 1° tempo, Elias recebeu a bola e chutou de longe no ângulo e chorou muito depois do gol.

Elias ainda fez o 1° gol do 2° jogo da final contra o Atlético Paranaense o que fez ele ser o principal jogador da competição

11- Renato Abreu

Quando se fala de raça e vontade de ganhar, temos que falar deste homem.

Renato Abreu se tornou o artilheiro do Flamengo no século XXI com 73 gols, grande parte desses gols eram de falta, tanto que recebeu o apelido de “Renato Atômico” devido a força e curva que colocava nas bolas na hora de bater faltas.

Renato também tinha o apelido de “Urubu-Rei” porque quando fazia gol, ele tirava uma máscara de urubu e saía “voando” como um urubu.

Renato teve duas passagens pelo flamengo: a 1ª foi entre 2005 e 2007, ganhando a Copa do Brasil de 2006 e o Campeonato Carioca de 2007, nessa primeira passagem, Renato jogava de Meia-Esquerda e de lateral esquerdo. A 2ª passagem foi em 2010, vindo de boas temporadas no mundo árabe,  Renato foi posto como 2° volante, abandonando a posição original.

Renato foi dispensado em 2013 pela diretoria por armar um complô contra o técnico Jorginho (hoje no Vasco), mas nenhum flamenguista esquecerá do que ele fez pelo Flamengo.

43- Petkovic

Talvez tenha sido o melhor estrangeiro que já jogou no Flamengo.

Pet era qualidade pura, colocava a bola onde queria, seja em passes, cruzamentos ou chutes; honrou demais o manto e foi uma das peças fundamentais para o time campeão de 2009 que só confirmou o status de ídolo no Flamengo.

Pet também era o rei dos gols olímpicos, foram um total de 8 golaços de escanteio. Era um meia sensacional, tanto com a bola rolando e principalmente com ela parada.

Foi inspiração para um dos principais hits de 2009 “É o Pet”. A passagem de 2009 foi apenas uma 2ª parte de uma história linda que ele começou no Flamengo 2000

“Não aprendi tanto o português para achar as palavras para descrever a torcida do Flamengo”, Petkovic.

Pet fez história com um GOLAÇO em 2001 que você com certeza já viu. Flamengo precisava ganhar por 2 ou mais gols de diferença do Vasco. Aos 43′ do 2°tempo, houve uma falta de muito longe a favor do rubro-negro, Pet posicionou a bola, chutou e mandou no ângulo do goleiro Helton sem chances para ele.

A cena dele caindo no chão e gritando aos céus após o feito, é de emocionar qualquer Flamenguista. Não é a toa que esse lance recebeu o nome de “O milagre de Petkovic”

18- Obina

Sim, Obina. Se todos dizem que ele é melhor que o Eto’o, então ele deve estar nesse time.

Obina não era um GRANDE jogador, mas fazia gols e golaços de tudo quanto era jeito. Se o Pet foi uma peça fundamental para o título de 2009, Obina foi fundamental para o título de 2006. Todos lembram do golaço contra o Vasco no 1° jogo da final

Obina fez um total de 47 gols jogando pelo Flamengo. Infelizmente, na final da Taça Guanabara de 2007 contra o mesmo Vasco, após Obina marcar, saiu de campo sentindo fortes dores e logo mais foi relatado uma fratura no joelho e então ficou um tempo fora dos gramados, quando voltou, já não era mais o mesmo.

A verdade é que Obina fazia o que os atacantes devem fazer: Gol. Simplesmente isso, fazia gol de qualquer jeito e  contra os rivais: Botafogo, Fluminense e principalmente o Vasco

10- Adriano

Para finalizar, o maior ídolo recente da história do Flamengo, principal jogador do título de 2009.

Didico não foi apenas um ídolo do Flamengo, foi um ídolo para o Brasil, era um dos integrantes do Quadrado mágico junto com Ronaldinho, Kaká e Ronaldo. Fez uma carreira excelente na Itália que rendeu o apelido de “Adriano, Imperador”. É um dos maiores ídolos da Inter de Milão.

O que Adriano fez pelo Brasil é algo incrível, batia em argentinos e principalmente o gol da final da Copa América aos 46′ do 2° tempo levando a decisão para pênaltis e consequentemente ao título.

Adriano foi o quem mais ganhou o status de ídolo nesses últimos 10 anos, entrando até para os melhores da história do Flamengo

Técnico – Andrade

Ele veio como interino após ficar anos na base e como auxiliar, veio pra substituir Cuca e após bons resultados, foi efetivado como técnico e levou o time para hexa em 2009.

Andrade, antes de tudo, era jogador, fez parte da “Geração de Ouro” do Flamengo nos anos 80 e ganhou tudo o que podia, logo, era um cara que conhecia tudo do Flamengo. Soube arrumar o time na época e se consolidou o melhor técnico do Campeonato Brasileiro de 2009; ele não era de arrumar grandes esquemas táticos e técnicos, apenas arrumou o time e fez o time jogar bola com raça e vontade.

 

suporte (2042 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta