Notícias

Sem categoria

Figueirense recebe a Chapecoense para clássico no Orlando Scarpelli

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Embalada por quatro vitórias seguidas, Chape busca superar um instável Figueira em Florianópolis

Na tarde desse sábado (01), o Figueirense recebe a Chapecoense, às 16h, horário de Brasília, para jogo válido pela 6ª rodada do returno do Campeonato Catarinense.

Em sua partida mais recente no Estadual, o Figueirense empatou com o Criciúma, por 0x0, no estádio Heriberto Hülse, no Sul do estado. Com o resultado, a equipe da capital chegou aos 4 pontos em cinco partidas nesse returno, ocupando a modesta oitava posição na tabela. Já a equipe oestina venceu o Brusque, de virada, na Arena Condá, por 4×1, e se firmou na liderança da competição, com 13 pontos conquistados.

Para reagir

A torcida do Figueirense não tem muito o que comemorar nesse início de 2017. Após ser rebaixado à série B do Brasileiro de 2016, a expectativa era de um bom Estadual para o Furacão do Estreito, coisa que não se concretizou. No primeiro turno da competição, o alvinegro terminou na quinta posição, e de quebra, viu seu arquirrival Avaí levantar a “Taça Atlético Nacional”, honraria ao campeão do turno.

No segundo turno, a coisa tem sido ainda pior. Com menos pontos que partidas disputadas, o Figueira já não tem chances de título, e pretende utilizar os jogos restantes para melhorar suas atuações e dar esperanças de uma temporada melhor ao seu torcedor.

Nesse contexto, a partida desse sábado é importantíssima para a reconciliação com seus aficionados. O Figueira tem a chance de derrubar a líder Chapecoense, invicta há nove jogos no certame estadual, e fazer as pazes com seu torcedor.

Figueira realizou o último treino antes da partida nessa sexta-feira (Foto: Divulgação/Figueirense)

Mas a tarefa do técnico Márcio Goiano não é fácil. Com três desfalques importantes, o alvinegro terá de se remontar às pressas para o jogo desse 1º de abril. Suspensos, o zagueiro Leandro Almeida, o volante Yago e o atacante Elias não entrarão em campo frente à Chapecoense.

Clima de festa

Chapecó vive um clima festivo nos últimos dias. A boa campanha no Estadual e a proximidade do jogo frente ao Atlético Nacional, na próxima terça-feira, pela Recopa Sulamericana, deixam um sorriso largo no rosto de cada torcedor alviverde.

Pelo lado de diretoria e comissão técnica, o discurso é diferente. É óbvio que a expectativa pelo grande evento da próxima semana mexe com todos, porém, o técnico Vágner Mancini foi taxativo em sua última coletiva, quando afirmou que “todo jogo contra o Figueirense é difícil“.

E o comandante alviverde tem razão. Historicamente, a maioria dos confrontos com o Figueira tem sido de extrema dificuldade, sejam os jogos válidos pelo Estadual, quanto pelo Nacional. Nesse ano mesmo, o Verdão não passou de um empate frente ao alvinegro na Arena Condá, e portanto, o grupo está focado em trazer o resultado positivo da capital do Estado para se aproximar da conquista da Taça Sandro Pallaoro.

Lateral João Pedro foi um dos destaques na Vitória frente ao Brusque (Foto: Sirli Freitas/Chapecoense)

Para buscar o triunfo frente ao Figueirense, o comandante da Chape deve repetir a equipe que entrou em campo frente ao Brusque. Com bela atuação na lateral direita, João Pedro deve seguir titular, e Apodi segue como opção no banco de reservas. Na defesa, a tendência é que Nathan siga fazendo dupla com Grolli, e no meio de campo, Dodô, que fez um belo gol contra a equipe do Vale do Itajaí, deve receber a chance de atuar contra o time que defendeu em 2016. Na frente, Túlio de Melo deve seguir entre os onze iniciais, e Wellington Paulista é opção, enquanto que pelo lado do ataque, Arthur Caíke começa a partida, mesmo com Niltinho recuperado de lesão.

Olhar do colunista

As partidas disputadas em Florianópolis sempre são complicadas, principalmente pelo fato de tanto Avaí quanto Figueirense usarem muito bem seus mandos de campo. Mas há um fato que intriga, e muito, o torcedor chapecoense. Nas duas últimas rodadas, o Figueira foi beneficiado pelo arbitragem, seja no pênalti a favor, contra o Almirante Barroso, quanto pelo gol mal anulado, marcado pelo atacante Jheimy, do Criciúma. Por isso, olhar redobrado na atuação do árbitro Rodrigo D’Alonso Ferreira; esperamos que o mesmo não estrague um belo espetáculo de futebol.

No quesito favoritismo, creio que a Chapecoense leva certa vantagem, pelo fato de vir de uma sequência muito boa de resultados, e pela instabilidade técnica do Figueirense. Isso não quer dizer que o Figueira não tenha chances, muito pelo contrário. O excesso de otimismo e confiança da Chape podem ser explorados pela equipe da capital, e o foco durante os 90 minutos pode definir o resultado da partida.

Fato é que, se a Chape demonstrar o bom futebol das últimas partidas, será complicado para o Figueirense arrancar a vitória do Verdão.

Ficha técnica – Figueirense x Chapecoense

Data: 01/04/2017

Hora: 16h, horário de Brasília

Local: Estádio Orlando Scarpelli – Florianópolis (SC)

Arbitragem: Rodrigo D’Alonso Ferreira, auxiliado por Carlos Berkenbrock e José Roberto Larroyd

Figueirense: Thiago Rodrigues; Weldinho, Dirceu, Bruno Alves e Juliano; Helder, Ferrugem, Patrick e João Pedro; Marcus Índio e Anderson Aquino. Técnico: Márcio Goiano.

Chapecoense: Artur Moraes; João Pedro, Nathan, Grolli e Reinaldo; Girotto, Luiz Antônio e Dodô; Rossi, Arthur Caíke e Túlio de Melo. Técnico: Vágner Mancini.

Igor
Clique na imagem para acessar o site

 

Derlei Alex Florianovitz (45 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta