Notícias

Futebol Internacional

Retrospectiva 2018: Danubio

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Bom Apertura, vexame na Sul-Americana, volta à Libertadores e muito mais: O ano do Danubio

Depois de uma campanha muito irregular em 2017, o Danubio terminou a temporada em oitavo lugar com quarenta e seis pontos. Assim, El Franjeado salvou a temporada ao pegar a última vaga do país para a Copa Sul-Americana 2018.

A expectativa para este ano era melhorar a campanha no Uruguaio, tentar bater de frente com a dupla de gigantes Peñarol e Nacional na busca pelo título, fazer uma boa Sul-Americana e voltar à Copa Libertadores. Sem mais “delongas”, vamos ao ano do Tetracampeão Uruguaio.

Apertura

Foram quatro vitórias e um empate nos primeiros cinco jogos. A primeira delas, na segunda rodada, foi no clássico sobre o Defensor (2 a 1). A irregularidade começou com uma derrota por 3 a 0 em casa contra o Liverpool. Entre altos e baixos o Danubio encerrou o Apertura em terceiro lugar, atrás de nacional e Peñarol, com nove vitórias, três empates, três derrotas e trinta pontos conquistados.

Sul-Americana

O sonho da Sul-Americana virou pesadelo ainda na primeira fase. No dia 10 de abril, o Danubio foi à Colômbia e apanhou por 3 a 0 do Deportivo Cali. Na partida de volta, o time se esforçou mas foi eliminado após vencer por 3 a 2.

Intermedio

No grupo A, o Danubio conquistou três vitórias, um empate e três derrota. Campanha irregular e insuficiente para La Franja alcançar a final.

Clausura

O segundo semestre do Danubio foi muito ruim. Um dos motivos foi a perda do goleador David Terans. Principal jogador do primeiro semestre, o atacante foi negociado com o Atlético Mineiro. La Curva fez um péssimo Clausura. Foram apenas quatro vitórias em quinze jogos. Somados a oito empates e três derrotas, o time fez vinte pontos e alcançou a décima posição ao fim do torneio.

Anual

O ano terminou com saldo positivo. Foram duas vitórias nos dois clássicos contra o Defensor. Além disso, o Danubio conquistou sessenta pontos, ficou em terceiro na tabela anual e voltará à Libertadores após três edições longe do torneio. La Franja vai entrar na segunda fase da maior competição das Américas.

Próxima temporada

Eleito nesta semana para o biênio 2019-2020, o presidente Jorge Lorenzo começará a presidir o Danubio a partir da próxima segunda-feira. A primeira decisão da diretoria será definir a comissão técnica do que irá comandar o time em 2019. O atual treinador do clube é Pablo Peirano, que encerra seu contrato agora em dezembro. Se ele sair, os favoritos para ocupar o lugar são: Marcelo Suárez, Mauricio Larriera e Marcelo Méndez. Marcelo Suárez foi o assistente técnico de Leonardo Ramos na conquita do último títuto uruguaio do danubiano, na temporada 2013-2014.

Samuel Bonicontro (178 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta