Notícias

Futebol Brasileiro

Opinião: resultados decepcionantes de clubes mais fortes nos estaduais

caio falcão fpf

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

No último fim de semana, boa parte dos estaduais tiveram sua primeira rodada realizada, trazendo alguns resultados bem decepcionantes para clubes das divisões superiores do Brasil

Odiados por uns, amados por outros, os estaduais voltaram com força máxima no último fim de semana. Embora em alguns estados as competições já teriam começado antes, em grande parte do Brasil esta foi a primeira rodada, e com isso, boa parte dos clubes da série A e B estrearam. Pela nivelação, o esperado é que clubes de maior expressão demonstrem sua força perante adversários de menos estrutura. Porém, as zebras tão queridas pelos amantes do futebol aparecem com frequência no primeiro semestre do futebol brasileiro. Separamos então algumas zebras dos estaduais após o término da rodada do último fim de semana:

Imagem: Caio Falcão/FPF

Dimensão Saúde 1×0 CSA 

Recém-promovido para a elite nacional, o CSA passou por uma reformulação em seu elenco após o acesso e contou com 12 contratações para esta temporada. O Azulão iniciou a temporada esboçando seu time titular jogando pela Copa do Nordeste, empatando por 1 a 1 contra o Vitória no Rei Pelé. No último domingo, com a equipe reserva, o confronto foi diante do Dimensão Saúde, clube de Capela, região metropolitana de Maceió. Apesar de contar com a maioria da torcida, o CSA foi derrotado por 1 a 0. Mesmo levando em conta o fato de ter usado sua equipe reserva, definitivamente o resultado negativo chamou a atenção já que o time usado são de opções de um plantel com nível de série A.

SPORT RECIFE 2×3 Flamengo de Arcoverde

O Leão recomeçou sua temporada com o principal objetivo de voltar para a primeira divisão. Mas ao invés disso, o que se viu foi uma derrota melancólica na Ilha do Retiro. Na estreia, um adversário de menor poderío técnico, o Flamengo de Arcoverde, onde Sport até começou vencendo com a cabeçada certeira de Adryelson, porém na segunda etapa, falhas de individuais decretaram a derrota vexatória. No primeiro gol, o experiente goleiro Magrão tentou encaixar um cruzamento e acabou soltando a bola na área, o zagueiro Adryelson tentou cortar e chutou em cima do goleiro caído, restando para Erikys apenas empurrar a bola para as redes. Em seguida, o zagueiro Walber errou um passe no campo de defesa e viu Sávio avançar e contar o desvio de seu chute no zagueiro Adryelson para tirar Magrão da jogada, virando o jogo para os visitantes.

Quando o Sport ensaiva uma reação, um corte despretencioso da zaga do Flamengo proporcionou a Erikys a chance de se adiantar a frente de Walber e deixar o zagueiro pra trás na corrida para sair de cara com Magrão e apenas finalizar deslocando o goleiro, ampliando a vantagem com mais uma lambança defensiva do Sport, que apesar de ainda descontar nos acréscimos, não conseguiu para evitar a terrível estreia do Leão diante de seus torcedores.

Cabofriense 3×1 BOTAFOGO

O torcedor do Botafogo já começa o ano cheio de desconfianças. A estreia do alvinegro da estrela solitária foi no estádio Moacyrzão, em Macaé, diante da Cabofriense, e apesar de começar no começo do placar após Luís Fernando aproveitar sobra na primeira etapa, o que se viu foi em um jogo lento e apático foi um Botafogo sem ritmo, que viu a Cabofriente não só jogar como virar a partida para 3 a 1. Ainda no primeiro tempo, o centroavante Rafael Gladiador tratou de empatar a partoda. Na segunda etapa, Anderson Rosa aproveitou o bate-rebate na área para virar o jogo. Desesperado, o Botafogo lançou-se ao ataque e até acertou o travessão do adversário, porém num contra-ataque rápido e com o escorregão de Wenderson na disputa de bola, Rincón ampliou a vantagem e decretou a decepcionante derrota do Botafogo na sua estréia no campeonato carioca.

CORINTHIANS 1×1 São Caetano

O Timão estreou diante de sua torcida contra o São Caetano, e com toda a expectativa de uma nova temporada, o Corinthians acabou tendo um desempenho muito abaixo do esperado, e praticamente não conseguiu furar o bloqueio montado pelo Azulão. O Corinthians até começou com a posse de bola, porém pouco conseguia pressionar o São Caetano, que aos 28 minutos teve um pênalti ao seu favor convertido por Rafael Marques para dar vantagem inicial aos visitantes.

Mesmo com os donos da casa saindo atrás do placar, o padrão do jogo não mudou tanto, o Corinthians continuou mantendo a posse de bola, mas só veio conseguir empatar no último minuto do jogo através do zagueiro Henrique aproveitando cruzamento. No fim, apesar de ter sido no último lance da partida e de forma heróica, um empate dentro de casa está longe de ter sido uma boa estreia pro Corinthians, o que trás uma certa desconfiança mesmo sendo início de temporada.

RB Brasil 1×1 PALMEIRAS

Atual campeão brasileiro com um elenco recheado de craques, o Palmeiras viajou até Campinas, interior de Sâo Paulo, para enfrentar o RB Brasil no Moisés Lucarelli. Dento de campo, o Verdão abriu o placar com Borja aproveitando cruzamento pela esquerda, mas baixou o ritmo e acabou sofrendo o empate com um belo chue de Jobson na entrada da área. Na segunda etapa, o ritmo da partida caiu, e no fim o empate permaneceu como um péssimo resultado, pois apesar de ser início de temporada, o poderio técnico palmeirense utilizado já joga junto há algum tempo e para muitos o Palmeiras deveria ter saído com uma vitória. Vale salientar que não foi só o placar que decepcionou no Moisés Lucarelli, pois torcidas organizadas de Palmeiras e Ponte Preta protagonizaram cenas lamentáveis ao brigarem após o término da partida.

FLUMINENSE 1×1 Volta Redonda

Estreando com nomes não tão badalados, a torcida já tinha certa desconfiança no elenco do Fluminense, e após a estreia no estadual diante do Volta Redonda, esta desconfança aumentou ainda mais. O Fluminense não conseguiu se impôr no Maracanã, e viu em um erro de passe no meio campo o Volta Redonda contra-atacar e conseguir um pênalti aos 36 minutos da primeira etapa, convertido João Carlos. Por pouco a situação do Tricolor não piorou na segunda etapa, onde o Voltaço teve outro pênalti assinalado o seu favor, porém desta vez desperdiçado por Marcelo.

O Fluminense então passou a reagir, e em boa jogada individual, Igor Julião acertou o travessão e a bola sobrou para Ibañez aos 42 minutos da etapa final igualar o placar. O empate trouxe à tona a dúvida diante da sitiação do elenco do Fluminense, que sofreu para conseguir empatar diante do Voltaço e ainda apresentou jogadores “acima” do porte físico ideal para um atleta, que ampliou ainda mais o questionamento perante o ano do Tricolor das Laranjeiras.

LEIA TAMBÉM: Tiquinho volta a se destacar na temporada europeia

Rubens Melo (68 Posts)

Estudante de jornalismo e apreciador de futebol, seja ele bem ou mal jogado, independente do país ou da divisão.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta