Notícias

Futebol Brasileiro

Opinião: 2018, o ano em que o Ferroviário entrou nos trilhos

Ferroviário

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Devido ao vice-campeonato de 2017, a equipe do Ferroviário volta a disputar grandes competições em 2018

Caros leitores, o ano de 2018 é um ano para ser marcado na história do tubarão da barra, pois devido as baixas que o clube vem vivendo ao longo dos anos – como não conquistar o campeonato estadual desde 1995, ano em que a equipe coral se sagrou bicampeã do torneio. O Ferroviário – ou Ferrão, como é chamado carinhosamente pelos seus torcedores – vem de um vice-campeonato cearense no ano de 2017, perdendo a final para o Ceará. O jogo é conhecido como “Clássico da Paz”, clássico esse que, devido as rivalidades que existentes nos anos 40 e 50, era conhecido como “Clássico dos Milhões”.

A equipe coral começou bem o de 2018, em razão da diretoria manter esforços para continuar com boa parte do elenco da conquista do vice-campeonato cearense do ano passado. Dos onze titulares da campanha, seis permaneceram na equipe. Situação dos zagueiro Erandir e Túlio, além dos atacantes Motta e Valdeci.

Em contra-ponto, a diretoria coral correu atrás de reforços para a disputa do Campeonato Cearense de 2018. Foram contratados o experiente goleiro Bruno Colaço, ex-Goiás, o volante Janeudo, ex-Guarani de Juazeiro, e para o ataque nomes como Valdo Bacabal e Luís Soarez, que possuem grande rodagem no futebol nordestino.

Infelizmente, no Campeonato Cearense de 2018, a equipe não conseguiu repetir o desempenho de 2017. Este ano, terminou apenas na sexta colocação, conseguindo, pelo menos, escapar com sobras do rebaixamento. Após o Cearense, a equipe começou a debutar em competições mais importantes, como Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série D.

O Ferroviário voltou a disputar o Nordestão após 19 anos de ausência. Na última participação, teve um péssimo desempenho, sendo o pior da história do time na competição, somando apenas um empate e cinco derrotas em um grupo com Vitória, ABC e Globo.

Na Copa do Brasil, o time teve um bom retrospecto. Na primeira fase, enfrentou o Confiança-AL. Na segunda, o Ferroviário fez uma partida diante do Sport, com uma classificação histórica. O Tubarão da Barra estava perdendo por 3 a 0 até os 30 minutos do segundo tempo, dentro da Ilha do Retiro. A partir daí, o Tricolor deu início à reação história e empatou o jogo. A partida precisou ser decidida nas penalidades, com o time coral batendo os pernambucanos por 4 a 3 e avançando para a terceira fase da Copa do Brasil. Nela, eliminou a equipe do Vila Nova-GO.

Porém, na quarta fase, o time foi eliminada pelo Atlético-MG em dois jogos no placar agregado de 6 a 2 para a equipe mineira, mesmo assim causou grande repercussão na mídia esportiva local esse feito inédito da equipe do tubarão no torneio.

Resultado de imagem para marcelo vilar no ferroviario
Velho conhecido da torcida coral, Marcelo Villar assumiu o time pela terceira vez e comandou a equipe ao acesso

Já na Série D, o Ferroviario teve um bom desempenho. Na primeira fase, em seis jogos foram duas vitórias e quatro empates. O Ferrão deixou para trás equipes como Cordino-MA, 4 de Julho-PI e Interporto-TO.

Na segunda fase, derrotou o time do Cordino-MA, com placar agregado de 4 a 3.

Na terceira fase, a vítima foi o Altos-PI. O Peixe se classificou pelo placar agregado de 5 a 3.

Já nas quartas de final, a equipe jogou contra o Campinense-PB. Os resultados foram uma vitória no castelão por 3 a 2 e uma derrota em Campina Grande por 1 a 0. Com isso, o jogo foi para a disputa de pênaltis, terminado em 5 a 4 para o Ferroviário. Placar que classificou o Tricolor coral para a semifinal e automaticamente garantiu o acesso à Série C do Brasileiro.

Na semifinal, o adversário do Ferrão foi o São José-RS. Neste jogo, o time cearense ganhou no Castelão por 3 a 1. Depois, perdeu em Porto Alegre por 2 a 1, mas o resultado garantiu o Tubarão da Barra na grande final da Série D, diante do Treze-PB.

Destaque da equipe, o atacante Edson Cariús é artilheiro da Série D com dez gols

Esperamos que nesta segunda-feira (30), às 19h15, na Arena Castelão, em Fortaleza, seja o início de uma conquista história para o Tubarão da Barra. Até porque um dos fatores que ajudou muito o clube é a presença de sua torcida, que contribui muito para empurrar a equipe. Uma possível conquista da Série D seria a cereja do bolo que falta para a terceira força do futebol cearense.

Essa conquista faria o Ferrão deixar de ser um time coadjuvante e cravar sua primeira estrela em seu escudo. Além de ser o primeiro time de Fortaleza a conquistar um campeonato nacional, dado que, como diz o lema de sua principal torcida: “nada diminui nossa paixão incendiária, Ferroviário, orgulho da classe operária”.

Roma
Clique na imagem para acessar o site
cassrocha@hotmail.com (31 Posts)

CARLOS ANDRÉ ROCHA - Paulistano da gema, Engenheiro Metalurgista de Formação, Professor de Matemática e Física, Torcedor do São Paulo desde criancinha e torcedor do Club Atlético Huracán desde 2009,"Grande no se hace, grande se nace"!


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta