Notícias

NFL

Los Angeles: Do ostracismo a duas fortes franquias na NFL

O que está acontecendo com as franquias de Los Angeles na NFL?

21 anos. Esse foi o período sem futebol americano profissional na segunda cidade mais populosa dos EUA. Em 1995 Los Angeles viu os Rams irem para St.Louis e os Raiders rumarem a Oakland. Essa “seca de NFL” só não foi mais grave na cidade porque LA tem uma das maiores rivalidades do college football: University of Southern California (USC) x University of California Los Angeles (UCLA) é considerada a maior rivalidade da costa oeste no nível universitário na opinião do autor.

Voltando a NFL, os Rams saíram da cidade no Missouri apenas após o fim da temporada de 2015, sendo que em 2016 já jogou na cidade californiana. Um ano depois foi a vez dos Chargers saírem de San Diego para jogarem em LA. Uma cena que marcou essa saída é do safety dos Chargers Eric Weddle deitado no meio do gramado do Qualcomm Stadium (Estádio do time em SD) após a última partida em casa do time na temporada.

A volta da NFL para a Califórnia

Resultado de imagem para coliseum los angeles rams

A primeira temporada de LA na NFL após 21 anos foi bem ruim. Os Rams terminaram a temporada com 4 vitórias e 12 derrotas no ano de 2016. Naquele ano, os Rams conseguiram a #1 escolha do Draft e foram com o quaterback de California, Jared Goff. Mesmo com a campanha ruim os Rams mandaram três jogadores ao Pro Bowl. O punter Johnny Hekker, o long snapper Jake McQuaide e o defensive tackle Aaron Donald. A campanha do time em casa foi horrível, 1 vitória e 7 derrotas. Mas as coisas mudariam no ano seguinte.

Em 2017, os Rams teriam uma “companhia” em LA. Os Chargers chegaram a cidade. Mas a temporada de 2017 foi melhor para os Carneiros do que para os Elétricos.

Chargers e Rams: Revolução em LA

Resultado de imagem para chargers e rams em los angeles

Na Temporada de 2017, os Chargers finalizaram a temporada com 9 vitórias e 7 derrotas, em Segundo na AFC Oeste mas sem playoffs. O time teve 6 jogadores eleitos ao Pro Bowl. No Draft, tiveram a #7 escolha e foram com o wide receiver Mike Williams de Clemson. O time só não conseguiu uma vaga no wildcard porque teve saldo pior contra times da AFC, o número de vitórias e derrotas totais e dentro da divisão foi igual ao time com a #6 seed dos Playoffs. Se tivesse vencido um jogo a mais contra oponentes da AFC, eles teriam ido aos playoffs.

Se de um lado férias ao fim da temporada regular, do outro Playoffs. Os Rams terminaram a temporada regular com 11 vitórias e 5 derrotas e com o título da NFC Oeste. Liderados pelo melhor jogador de ataque da temporada, Todd Gurley, os Rams tiveram o melhor ataque da liga em pontos anotados, exatamente o oposto da temporada anterior, quando tiveram o PIOR ataque da liga no quesito. O time acabou perdendo em casa para a #6 seed da NFC Atlanta Falcons por 26×13 e tiveram o sonho do Super Bowl adiado.

Força na temporada regular de 2018

Resultado de imagem para la rams v chiefs

Até o dia 26/11 (Fim da Semana 12), os Rams e Chargers somam 4 derrotas, 1 dos Rams e 3 dos Chargers. Os Rams estão com a melhor campanha da liga empatados com os Saints e fizeram um jogo inesquecível contra o Kansas City Cheifs. Nesse jogo teve 14 touchdowns,turnovers, 1001 jardas combinadas e 105 pontos combinados. O placar? 54×51 Rams. Os Rams são um dos principais candidatos ao título do Super Bowl.

Deixe uma resposta