Notícias

+ Esportes

Huracán e Cruzeiro prontos para a estreia na Libertadores

HURACÁN x CRUZEIRO

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

El Globo recebe a Raposa em seu primeiro compromisso na fase de grupo da Libertadores

Na noite desta quinta-feira (07), a equipe do Huracán recebe o Cruzeiro às 19h, horário de Brasília e local, no Estádio Tomás Adolfo Ducó, conhecido como “El Palacio”, localizado na capital Buenos Aires, em duelo válido pela primeira rodada do Grupo B da Copa Libertadores das Américas de 2019.

Como Huracán e Cruzeiro chegaram até aqui

El Globo disputa a sua  quarta Libertadores, respectivamente 1974, 2015, 2016 e agora em 2019. Para chegar até aqui teve que ficar entre os seis primeiros colocados no Campeonato Argentino de 2018, por isso obteve a vaga para este ano de 2019.

A Raposa por sua vez disputa a sua 17ª Libertadores, garantiu vaga para 2019 depois de derrotar o Corinthians por 1 a 0 no Mineirão e 2 a 1 no Itaquerão, resultados que levou o time Celeste ao Hexacampeonato da Copa do Brasil.

Cruzeiro que sempre passou da fase de grupo, foi campeão em 1976 e 1997, sendo que em 1967, 1975 foi semifinalista, já em 1977 e 2009 foi finalista e perdeu o título para Boca Juniors e Estudiantes, ambos da Argentina.

El Globo é só mistérios

O treinador Antonio Mohamed, conhecido como “El Turco”  do Huracán anda procurando esconder o treinamento do seu time, com portões fechado para a imprensa e o público, fazendo mistérios ou arranjando desculpas para a má fase do time dentro do Campeonato Argentino.

Já são duas derrotas consecutivas e o seu time não vence a cinco rodadas. No comando do clube há sete partidas, viu o El Globo sair da zona de classificação para a próxima Libertadores e entrar numa crise, onde o treinador tenta abafa-la. Agora ocupando a sétima posição, poderá sair da Sul-Americana também.

Cruzeiro tem desfalques de Dedé, Thiago Neves e Raniel

Já Mano Menezes que fez o penúltimo treino da Raposa antes da viagem para a Argentina, não permitiu que a imprensa acompanhasse o coletivo do time Celeste. Porém dentro das incógnitas, o técnico Cruzeirense não poderá contar com Thiago Neves que está em fase de recuperação e fazendo fisioterapia de um estiramento na panturrilha  direita e não viajou com a delegação.

Murilo e Fabrício Bruno disputam a vaga deixada pelo zagueiro Dedé, que foi expulso no último jogo da Raposa contra o Boca Juniors no ano passado pela Libertadores. Murilo tem a preferência e sai na frente, só depende dele. A novidade pode ser a presença do meia atacante David, que está treinando com os companheiros e viajou com a delegação do clube.

Raniel segue em tratamento com dores na  virilha, segue em recuperação e não foi relacionado entre os estreantes.  Cruzeiro que treinou na terça-feira (05) na Toca da Raposa, viajou à noite rumo a Argentina, em vôo fretado, está hospedado no hotel Intercontinental e hoje, quarta-feira (06), faz seu último trabalho no campo anexo do Estádio do San Lorenzo.

Já que a CONMEBOL não permite mais treinos com chuteiras para não danificar ou estragar a grama do campo onde será disputado o jogo e sim permitindo o reconhecimento do Estádio, para sentir um pouco da atmosfera onde será realizada a partida, entrando dentro das “quatro linhas” apenas descalço para ambientar com o gramado e o local do espetáculo futebolístico.

Huracán: nada de conversa entre jogadores e imprensa

Com um Estádio com capacidade para 48.000 torcedores, o Huracán não deve ter muitos dos seus “Quemeros” sentados nas arquibancadas nesta quinta-feira (07), por isso é muito importante uma vitória contra o Cruzeiro, para uma possível reação e maior credibilidade do time no Campeonato Argentino. Espera-se um público de aproximadamente 13.000 espectadores.

Segundo a assessoria do clube, até agora foram adquiridos 7.000 ingressos pelos torcedores Quemeros, será liberado nesta quarta-feira (06) uma carga de 3.000 para os Cruzeirenses, podendo chegar até 12.000, capacidade máxima reservada para a torcida do time Celeste.

Em meio a esse impasse, a equipe de Antonio Mohamed precisa mais do que nunca espantar de vez a crise, para poder sair desta zona de conflito e não deixar que seus adversários e rivais argentinos como Talleres, Unión de Santa Fé, Lanús, Independiente e Aldosivi tomem sua vaga para a próxima Sul-Americana e quem sabe também a Copa Libertadores de 2020.

Cruzeiro ostenta título de “incaível” na fase de grupo entre os participante de 2019

Conhecido como “La Bestia Negra” da Américas, o Cruzeiro nunca foi eliminado na fase de grupo, e nesta quinta-feira (07), a Raposa começa a batalha pelo tricampeonato da Copa Libertadores, que já ficou na trave em 2009 quando perdeu dentro do Mineirão para o Estudiantes da Argentina por 2 a 1, depois de ter empatado fora de casa por 0 a 0, além de sofrer a virada em casa num apagão do time nos minutos finais.

A Raposa foca exclusivamente neste jogo, evitando o aperto que passou na última competição, perdendo seu primeiro jogo, empatando os dois seguintes, tendo que buscar a sua classificação nos jogos derradeiros, mas mesmo assim conseguiu a primeira colocação no grupo.

Eliminações na fase de grupos dos atuais participantes da Libertadores

Clube Participações (títulos) Eliminações
Cruzeiro 16 (2 títulos) Nenhuma eliminação
Nacional 46 (3 títulos) 11 (1968, 1973, 1974, 1976, 1979, 1994, 2005, 2011, 2012, 2014, 2018)
Peñarol 46 (5 títulos) 15 (1971, 1973, 1975, 1977, 1978, 1986, 2001, 2003, 2004, 2012, 2013, 2014, 2016, 2017 e 2018)
Olimpia 40 (3 títulos) 21 (1963, 1966, 1970, 1972, 1973, 1974, 1975, 1976, 1977, 1981, 1983, 1984, 1987, 1988, 1996, 1999, 2000, 2001, 2004, 2012 e 2016)
Cerro Porteño 39 (nenhum título) 18 (1962, 1964, 1967, 1971, 1972, 1974, 1975, 1980, 1981, 1985, 1988, 1994, 1997, 2002, 2006, 2007, 2010 e 2013)
River Plate 34 (4 títulos) 8 (1973, 1977, 1980, 1981, 1991, 1993, 2007 e 2009)
Sporting Cristal 33 (nenhum título) 23 (1962, 1969, 1971, 1973, 1974, 1978, 1980, 1981, 1984, 1989, 1990, 1998, 1999, 2000, 2001, 2002, 2003, 2005, 2006, 2013, 2015, 2016 e 2017)
Boca Juniors 27 (6 títulos) 4 (1971, 1982, 1986 e 1994)
Emelec 27 (nenhum título) 17 (1962, 1966, 1967, 1971, 1973, 1980, 1989, 1997, 2000, 2002, 2003, 2007, 2010, 2011, 2014, 2016, 2018)
Universidad Catolica 25 (nenhum título) 11 (1967, 1986, 1996, 1998, 2000, 2003, 2006, 2008, 2010, 2012 e 2017)
Alianza Lima 25 (nenhum título) 18 (1963, 1964, 1966, 1972, 1979, 1983, 1987, 1988, 1994, 1997, 2000, 2002, 2003, 2004, 2005, 2007, 2012 e 2018)
Jorge Wilstermannn 18 (nenhum título) 12 (1966, 1968, 1973, 1974, 1975, 1979, 1982, 1986, 1995, 2001, 2004 e 2011)
Grêmio 18 (3 títulos) 2 (1982, 1990)
Palmeiras 18 (1 título) 4 (1973, 1974, 1979 e 2016)
LDU 17 (1 título) 6 (1978, 1982, 2000, 2007, 2009 e 2016)
Libertad 17 (nenhum título) 9 (1968,1978, 2003, 2004, 2005, 2008, 2013, 2015 e 2017)
Flamengo 14 (1 título) 5 (1983, 2002, 2012, 2014 e 2017)
Junior Barranquilla 14 (nenhum título) 6 (1971, 1978, 1981, 1984, 2012 e 2018)
Internacional 11 (2 títulos) 3 (1976, 1993 e 2007)
Rosario Central 11 (nenhum título) 6 (1971, 1972, 1974, 1981, 1987 e 2006
Atlético-MG 9 (1 título) 2 (1972 e 1981)
Deportes Tolima 6 (nenhum título) 5 (1983, 2004, 2007, 2011, 2013)
San José 6 (nenhum título) 5 (1992, 1993, 2008, 2013 e 2015)
Athletico-PR 5 (nenhum título) 2 (2002 e 2014)
Palestino 4 (nenhum título) 3 (1976, 1978 e 2015)
Zamora 4 (nenhum título) 4 (2012, 2014, 2015 e 2017)
Huracán 3 (nenhum título) 1 (2015)
Godoy Cruz 3 (nenhum título) 2 (2011 e 2012)
Deportivo Lara 2 (nenhum título) 2 (2013 e 2018)
Universidad Concepción 2 (nenhum título) 1 (2004)

Ficha técnica – Huracán x Cruzeiro

Data: 07/03/2019

Hora: 19h, horário de Brasília e local.

Local: Estádio Tomás Adolfo Ducó  “El Palacio” – Buenos Aires – Argentina

Arbitro: Diego Haro – PERU

Huracán: (Provável escalação) Antony Silva; Carlos Araújo, Federico Mancinelli, Pablo Álvarez e Saúl Salcedo; Israel Damonte, Carlos Auzqui, Andrés Felipe Roa e Juan Ignacio Sills; Lucas Barrios e Andrés Chávez.

Técnico: Antonio Mohamed.

Cruzeiro:(Provável escalação) Fábio, Edilson, Léo, Murilo (Fabrício Bruno), Egídio; Henrique, Lucas Romero, Robinho, Rodriguinho e Rafinha (Marquinhos Gabriel); Fred.

Técnico: Mano Menezes.

Luis Carlos FURBINO de PINHO (103 Posts)

CRUZEIRO é meu time. Trabalho atualmente com Transporte Escolar TIO LUIS e colunista​ no www.esportesmais.com.br Gosto de esportes, prático e sou monitor na Escola de Vôo Livre VOLARE. Sou formado em administração. Gosto de uma boa música, violão e futebol.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta