Notícias

Sem categoria

Gustavo Alfaro pode ser anunciado pelo Boca Juniors nos próximos dias

Alfaro Esportes Mais

Treinador deve chegar ao Boca após 18 meses a frente da equipe do Huracán

Se o lado dos hinchas quemeros é de lamentações com a perda de um dos melhores técnicos que a equipe já teve na última década, do lado xeneize só existe comemorações. O Boca Juniors deve confirmar a chegada de Gustavo Júlio Alfaro como seu novo técnico, após a saída de Guilhermo Barros Schelotto. Ele irá chegar para recolocar a equipe de La Bombonera no topo e analisará o elenco xeneize para pedir reforços pontuais. Quem deverá vir é o Goleiro Marcos Diaz, que não renovou contrato com a equipe do Huracán e deverá ser um dos favoritos a reforçar a meta do Boca.

Schelotto terminou um ciclo de 2 anos a frente do Boca conquistando o Bicampeonato Argentino 2016/2017 e 2017/2018, além de vice campeonatos da Supercopa Argentina de 2017 e da Copa Libertadores de 2018. Este último é um dos fatores para a sua queda como técnico do Boca Juniors, até porque os dois vice campeonatos foi a frente de seu principal rival o Club Atlético River Plate.

Gustavo Alfaro já chegou inclusive a publicar uma carta de despedida muito emocionada aos jogadores, diretoria e, principalmente, aos torcedores do Huracán. Ele agradeceu aos 18 meses de trabalho que teve frente a instituição de Parque Patrícios.

Carta publicada na página oficial do Clube a todos os torcedores do Huracan

O técnico de 56 anos, com 26 anos de experiência no futebol, acumula diversas passagens por clubes médios e grandes da Argentina. Os destaques são para as equipes do Olimpo, onde conseguiu o título da Primeira B (segunda divisão) em 2002, Quilmes, ao qual conseguiu o acesso a primeira divisão em 2003, e na primeira divisão frente a equipe do Arsenal de Sarandi, em sua primeira passagem conseguiu a conquista da Copa Sul-Americana de 2007, o Campeonato Argentino (Clausura) de 2012, a Supercopa Argentina de 2012 e Copa Argentina de 2013.

Gustavo Alfaro em duas ocasiões, nas conquistas da Sul – Americana de 2007 e do Campeonato Argentino de 2012, todas conquistadas pelo Arsenal de Sarandi -ARG

Em sua última equipe, o Huracán, Alfaro desempenhou ótimo trabalho frente a equipe Quemera e livrou o time da zona do descenso na média de pontos (promiedos), como é conhecido pelos Argentinos.

No último campeonato ele colocou a equipe do Huracán em quarto lugar na tabela, classificou a equipe para a fase de grupos da Copa Libertadores de 2019 e nesse campeonato fazia ótima campanha, chegando a brigae pelas primeiras posições na tabela.

O treinador conquistou a fama de trabalhar com jogadores desvalorizados em equipes anteriores, casos de Andrés Chavez (ex Boca), Israel Damonte (ex Estudiantes), com quem trabalhou no Arsenal na conquista da Sul-Americana, Iván Rossi (ex River Plate) e Saul Salcedo (ex Olimpia – PAR).

Os clubes de maior poderio financeiro procuram trabalhar com o melhor do mercado e para o Boca não seria diferente, até porque quem não é visto não é lembrado. Alfaro, antes do Boca, teve seu nome ventilado juntamente com Luiz Felipe Scolari para o comando da Seleção Colombiana após a saída de José Pekerman. Esse desafio na carreira de um treinador com 56 anos é único, apesar de triste para os quemeros, que enxergavam com ele conquistas para a galeria de troféus.

 

 

Deixe uma resposta