Notícias

NFL

Em duelo marcado pelo jogo terrestre, Titans e Ravens disputam a primeira vaga na final da AFC

usa_today_10393796.0

Batalha pelo chão vai marcar a capacidade de cada equipe em pontuar e assim vencer a partida

Mais uma fase de playoffs da NFL se segue nesse fim de semana, tendo quatro jogos, sendo dois pela Conferência Americana e outros dois pela Conferência Nacional. E nessas partidas semifinais de conferência, teremos um duelo interessante muito marcado pelo estilo de ataque de ambas equipes: o jogo terrestre de Tennessee Titans e Baltimore Ravens. Esse jogão acontece nesse sábado, no M&T Bank Stadium, casa do Ravens, à partir das 22h15, no horário de Brasília, com transmissão exclusiva da ESPN.

Após surpreender o New England Patriots fora de casa, Tennessee Titans encara um desafio ainda maior

O Tennessee Titans vem de uma temporada muito surpreendente até aqui. O time passou por problemas no ataque e com Marcus Mariota, até então quarterback titular, não desempenhando um bom trabalho e assim forçou o head coach, Mike Vrabel tomar a decisão de substituir Mariota e colocar o seu reserva, o recém chegado Ryan Tannehill. Desde que Tannehill entrou como titular, o ataque do Titans engrenou. O jogo terrestre com o running back Derrick Henry e o aéreo com o wide receiver calouro AJ Brown evoluíram de tal forma que o Tennessee engatou várias vitórias que o garantiram nesses playoffs.

No jogo contra o Patriots, o nome da partida foi o running back Derrick Henry. O jogador do Titans castigou a defesa do Patriots e teve ao todo 182 jardas terrestres e um touchdown marcado. Por outro lado, com Henry destruindo, Tanehill e AJ Brown não foram tão acionados e acabaram fazendo uma partida regular e com segurança para não cometerem erros. Tannehill teve 72 jardas e um passe para touchdown, já Brown não foi tão bem assim, com apenas quatro jardas em apenas uma recepção.

titans
Derrick Henry percorrendo algumas das suas 182 jardas contra o New England Patriots na fase de wildcard Foto: Katharyn Riley/The Boston Globe

E para o jogo desse domingo, o Titans terá um desafio maior, já que o Ravens está com a melhor campanha da AFC. Primeiro o ataque o Titans não pode ficar dependente do Henry, como foi o jogo passado. Tannehill precisa ter uma sequência de passes precisos vindos de um bom playaction oportunizado de boas corridas do Henry, se isso não ocorrer, o ataque do Titans pode ter sérios problemas em avançar no campo.

Ou seja, AJ Brown terá que aparecer mais e se desmarcar da secundária de forma mais efetiva, para assim Tannehill consiga passar e o ataque do Titans possa avançar em campo. Além disso, o bom papel dos tight ends será fundamental paras pretensões do Titans nesse duelo contra o Ravens.

Com a melhor campanha da AFC, Baltimore Ravens quer se impor em casa e avançar a final de conferência

A campanha do Baltimore Ravens nessa temporada da NFL foi tão regular e sólida que o time alcançou uma bye na primeira semana de playoffs e ainda de lambuja, conseguiu a seed 1 que possibilita ao Ravens definir seu caminho ao Super Bowl com todas as partidas em casa. O ataque do Ravens, liderado pelo quarterback secundanista, Lamar Jackson é o que mais impressiona nessa equipe que é comandada pelo head coach, John Harbaugh.

Na temporada regular, Jackson mostrou uma evolução considerável em seu jogo. Conseguiu um pouco mais de precisão nos lançamentos e teve sucesso em muitas corridas, grande parte delas vinda de um excelente playbook montado pelo staff de ataque do Ravens. Não por acaso, Jackson superou a marca de mais de 1.000 jardas terrestres que era um recorde até então produzido pelo quarterback Michael Vick.

E com essa impressibilidade do ataque, de qual jogada desenrolaria, as defesas ficaram sem poder de conter Lamar, tanto pelo chão, quanto pelo ar o que possibilitou o Ravens ter um recorde de 14-2 na temporada regular, e assim lhe garantiu uma bye importante, uma vez que ao mesmo tempo em que o time descansou e recuperou lesionados, o time treinou várias jogadas que podem ser implementadas no próximo jogo contra o Titans.

Em uma temporada com atuações de MVP, Lamar Jackson quer se provar nesses playoffs e mostrar que pode levar os Ravens ao Super Bowl Foto: Tommy Gilligan/USA Today Sports

 

Os pontos chaves para essa partida ficam por conta de um bom jogo terrestre do Ravens, tendo corridas alternadas entre o running back Mark Ingram e o próprio Lamar Jackson e de bons passes para os tight ends da equipe, em especial Mark Andrews que produziu bem tanto em jardas aéreas quanto na redzone marcando touchdowns. Conseguindo manter esse ritmo de ataque e protegendo a bola contra essa defesa do Titans, que sabe forçar um turnover e mudar o momento do jogo, o Ravens estará com a vitória bem encaminhada e com pelo menos a final de conferência garantida.

Meu palpite para esse jogo é de uma vitória do Ravens por 31×17, com um Lamar Jackson tendo mais uma ótima atuação digna de MVP.

 

 

 

 

Deixe uma resposta