Notícias

Basquete

Com duas prorrogações, São José bate Bauru Basket no Panela de Pressão

Faggiano x Duda Bauru Basket

Foto: Victor Lira/Bauru Basket

Dragão perde mais uma no NBB e deixa o Panela de Pressão diante de vaias

Na noite desta quinta-feira (07), Bauru Basket e São José mediram forças no Ginásio Panela de Pressão, em mais um duelo válido pelo NBB 2019/2020.

Com parciais de 22 a 13, 17 a 26, 17 a 16, 28 a 29 e 12 a 14, os visitantes venceram pelo placar de 96 a 98, após duas prorrogações.

Destaques

Do lado da casa, Faggiano foi destaque com 27 pontos, seguido por Wiggins com 19 e Crescenzi com 17. Do lado visitante, Rafael com 25 pontos, Mariani com 20, Duda Machado com 17 e Figueredo com um duplo-duplo, 12 pnotos e 12 assistências, foram os destaques.

O jogo

Demétrius Ferracciú pela segunda vez seguida mandou a quadra um quinteto com os jovens Samuel e Emanuel, visando reforçar a defesa. A tática deu certo, e Bauru abriu uma pequena vantagem no começo, 8 a 4. Comandados por um bom poder ofensivo de Wiggins e Faggiano, a vantagem do Dragão aumentou, 16 a 6, fazendo o treinador Paulo César de Oliveira parar o jogo.

A defesa de São Jose melhorou, mas os bauruenses seguiram bem postados, fazendo o placar ficar mais baixo, 20 a 10. Com muitas faltas no último minuto, Bauru fechou o período em 22 a 13.

O segundo período começou mais equilibrado, com as equipes praticamente trocando cestas, 33 a 24. Com as defesas bem postadas e os ataques cometendo erros, o placar seguiu baixo, 35 a 28. Restando 2 minutos para terminar o período, Figueredo anotou um belo arremesso de três, para desespero de Demétrius Ferracciú que parou o jogo, 35 a 31.

A parada não surtiu efeito inicial, e São José chegou a empatar o jogo, 37 a 37. Samuel Pará, atento, ainda anotou dois pontos, mas os visitantes voltaram a marcar e deixaram tudo igual, 39 a 39.

Wiggins Bauru Basket
Foto: Victor Lira/Bauru Basket

Na volta do intervalo o duelo seguiu bem equilibrado e brigado, 44 a 43. Nervoso, o Dragão passou a arriscar arremessos forçados de três pontos, e não obteve sucesso. O São José, que não tinha nada a ver com isso aproveitou, 48 a 53. Após bronca de Demétrius, Bauru reagiu, 52 a 53. No último lance do período, o Dragão ainda virou, 56 a 55.

No último e decisivo período, os visitantes voltaram melhor, 58 a 61. Mas em boa jogada de Faggiano o Dragão virou, 62 a 61. Com um quarto bem movimentado, São José voltou a passar na frente, 64 a 69. Bauru voltou a encostar, 71 a 74. Porém, Figueredo anotou de três, 71 a 77.

Restando 1:40 para o final da partida, o argentino Lucas Faggiano colocou fogo no Panela de Pressão, trazendo a diferença mais uma vez para um ponto, 78 a 79. Com uma boa defesa, Bauru recuperou a bola e a virada veio nas mãos de Wiggins, 80 a 79. A vantagem não durou muito, e Duda Machado voltou a colocar os visitantes na frente, 80 a 81. Gabriel Jaú recolocou o Dragão na frente, mas Mariani anotou de três, 82 a 84.

Com 28 segundos no relógio, Faggiano fez uma linda jogada, anotou a cesta e ficou pedindo falta. A arbitragem mandou seguir, revoltando os bauruenses, 84 a 84. São José teve os 24 segundos para trabalhar a jogada, mas acabou desperdiçando. Bauru ficou com uma posse de apenas 2 segundos, e o duelo foi para a prorrogação.

Samuel Bauru Basket
Foto: Victor Lira/Bauru Basket

Com Crescenzi inspirado, Bauru abriu vantagem logo no início da prorrogação, 89 a 84. Com 3:16 para jogar, Gabriel Jaú foi desclassificado com a quinta falta, 89 a 86. Duda Machado voltou a colocar emoção no jogo com 1:40 no relógio, 90 a 88.

Os donos da casa tiveram a bola no ataque, mas desperdiçaram e viram os visitantes empatar, 90 a 90. Na sequência, o Dragão voltou a falhar e São José teve a bola do jogo, mas também desperdiçou. Restando 3 segundos, a bola foi de Bauru. Jay Massey tentou de três, mas o empate persistiu e o jogo foi para a segunda prorrogação.

Os primeiros pontos do segundo OT foi mais uma vez de Crescenzi, 92 a 90. Lupa diminuiu com um lance livre, mas Crescenzi mais uma vez pontuou, 93 a 91. Duda Machado deixou tudo igual, mas Renato converteu de três na sequência, 96 a 93.

Na tentativa de empatar, São José desperdiçou a bola e deu a chance para Bauru, que também não aproveitou. Restando 1 minuto cravado, São José abaixou a diferença para um ponto com Mariani, 96 a 95. Na sequência, Mariani recebeu falta de Brito, e converteu dois lances livres para virar o jogo, 96 a 97.

Bauru teve a chance de virar duas vezes, mas acabou desperdiçando e cometendo falta em Duda Machado. O experiente jogar desperdiçou um lance livre, mas converteu o outro, 96 a 98. Restando apenas 1 segundo, Brito recebeu falta e foi para a linha dos lances livres. O jovem jogador acabou desperdiçando ambos, e o jogo terminou com vitória do São José.

Próximos jogos

O Dragão volta à quadra já neste sábado (09), quando recebe o Mogi às 12h50, no mesmo Panela de Pressão. Já o time de São José vai até o Ginásio Pedrocão, em Franca, enfrentar os donos da casa no mesmo dia, porém, às 18h.

Esportes Mais

Esportes Mais no Facebook

Deixe uma resposta