Notícias

Futebol Internacional

CEO do Boston City FC representou clube no Global Football Management

CEO

Renato Valentim, CEO do Boston City FC marcou presença no Global Football Management, em Portugal

 

Na última semana, aconteceu em Lisboa o Global Football Management, evento internacional que teve como principal objetivo apresentar os profissionais brasileiros ao mercado Europeu de futebol, além de discutir o futuro do setor e promover uma troca de conhecimentos entre os dois continentes.

O Boston City FC teve Renato Valentim, CEO do clube, como representante no evento: “O encontro foi espetacular, depois desse tempo todo de pandemia e a gente falando com as pessoas somente por aplicativos ou telefone, ter o contato pessoalmente foi muito importante”.

“Os conteúdos foram muito interessantes, não falaram somente de gestão de futebol, de gestão dos clubes, mas sim de assuntos muito interessantes, principalmente um tema que foi muito debatido, a “Lei SAF”, que está vindo para mudar os clubes de futebol. Me aprofundei mais nesse tema, fizeram uma apresentação sobre a lei, tiramos dúvidas e acredito que isso vai trazer muitos benefícios para o futebol”, explicou.

“O Boston City hoje é um clube empresa, as pessoas estão falando muito hoje de clubes sem fins lucrativos, que vão aderir essa lei, mas acredito que os clubes empresas vão ser os primeiros, porque não dependem da parte política para migrar para esse novo sistema, então creio que vai nos ajudar muito. Antes de sair do evento eu já contactei o nosso jurídico, já estávamos conversando sobre esse assunto, mas eu pedi a eles para buscarem informações dentro da nossa situação, para estarmos de imediato fazendo essa migração”, contou o CEO, que ainda falou sobre a importância de estar presente em eventos desse porte.

“Eu já falei com os organizadores, e confirmei minha presença para o próximo ano e não somente minha presença, passei para eles que em 2022, gostaria que mais pessoas do Boston City participassem, tanto aqui dos EUA, quanto do Brasil, porque traz muita coisa boa para nós que estamos no dia a dia do futebol, e é uma oportunidade de conhecer pessoas, de trocar ideias, trocar experiências. Só assim que a gente vai conseguir voar grande e estar em grandes patamares no futuro. Então acredito muito nessa troca de conhecimento, a gente nunca sabe tudo, sempre precisa trocar ideias, conversar e buscar informações e tentar adaptar coisas que a gente faz hoje, e aprimorá-las de uma forma que a gente possa ter sucesso no futuro”, finalizou.

Crédito da Foto: Arquivo Pessoal

Esportes Mais

Facebook Esportes Mais

Deixe uma resposta