Notícias

Futebol Internacional

Argentina tem bom desempenho em amistosos e pode melhorar mais

Argentina

Argentina não perde pós-Copa América nas datas FIFA. Mas o importante é que Scaloni pôde testar várias opções e esquemas nesses amistosos. Nos dois últimos amistosos contra seus rivais, os argentinos fizeram bons jogos 

Argentina fez seu último amistoso do ano nesta terça-feira (18), contra o Uruguai e empatou por 2 a 2. Os gols foram marcados por Agüero e Messi, ambos voltaram para seleção nessa última data FIFA do ano de 2019. Enquanto Messi e Agüero já estão em suas retas finais na Seleção, outros jogadores começaram a ganhar espaço.

Scaloni caiu de paraquedas na Seleção, mas seu trabalho vem dando resultado. O treinador começou mal a Copa América, porém terminou bem e seus jogos pós-Copa América fez com que os argentinos recuperassem seu entusiamo pela Seleção Argentina.

Lautaro
Lautaro é o artilherio da era Scaloni

Enquanto resultados nesses amistoso são o que menos importa, Argentina usou bem eles para testar opções

A Argentina renovou sua equipe na Copa América, mas renovou mais ainda nesses amistosos. Jogadores como: Ocampo, Nicolás Gonzalez, Alario, Nicolás Domínguez ganharam chances no time. Alario e Ocampo foram destaques contra Alemanha, e Ocampo ainda foi titular e foi bem contra o Brasil.

Além de testar jogadores, Scaloni testou variantes no seu esquema. Ele terminou a Copa América no 4-3-3, contra Alemanha ele testou um 3-5-2 e contra o Brasil no 4-4-2. Com isso, o Scaloni se mostra muito móvel as alterações táticas e renovações no selecionado argentino.

Além disso, as eliminatórias já estão perto e a próxima Copa América também. Foi importante para Argentina fazer testes, pois uma geração nova vem chegando e a Seleção precisa sair da fila. Esses novos jogadores foram muito bem recebidos por Messi e companhia, já que eles são os futuros e a geração de Messi está próxima do fim na Argentina.

Superclássico
Argentina conquistou taça em cima do rival no superclássico

Análise dos amistosos contra Brasil e Uruguai

A Seleção realizou dois bons jogos. No superclássico contra o Brasil, a Argentina venceu por 1 a 0 e poderia ter feito mais gols. No primeiro tempo, o time adotou uma postura mais de espera, mas no segundo pressionou os brasileiros e criou várias oportunidades. Destaque para Messi, que fez o gol do título do Superclássico em sua volta pelos hermanos.

Contra o Uruguai, Scaloni fez algumas mudanças. Saraiva foi na vaga de Foyth, Acunã na de Lo Celso, Agüero e Dybala respectivamente na de Ocampo e Lautaro. Mais uma vez a Argentina fez um bom jogo, porém pecou nas finalizações. Agüero e Messi marcaram os gols para Albiceleste, que terminou essa data FIFA invicta.

As eliminatórias começam em março, e a Argentina chega fortalecida. Um bom ambiente e bons desempenhos, além disso um treinador que vem desempenhando seu trabalho de forma positiva. Podemos dizer que é o melhor momento da seleção pós Copa do Mundo de 2014.

Scaloni
Scaloni vem bem no comando da Argentina

Scaloni gostou do que viu e projetou futuro na seleção

Lionel Scaloni gostou da partida e elogiou seus três atacantes.

“Estamos satisfeito com a partida que fizemos. Agüero, Messi e Dybala foram muito bem”, disse.

O técnico falou sobre as eliminatórias, que para ele, é a melhor do mundo.

“Agora temos que pensar sobre o que fizemos bem e o que precisa ser corrigido. As eliminatórias da América do Sul são as mais difíceis do mundo. Estamos satisfeitos, temos uma boa base”, completou.

Deixe uma resposta