Notícias

NFL

Após duras derrotas, Packers e e Texans se encaram pela semana 7 da NFL

Aaron Rodgers

As duas equipes tiveram revezes importantes na semana 6 e nesse domingo, tanto Packers quanto Texans buscam a recuperação

 Mais uma semana da NFL acontece nesse domingão, 25, com vários duelos de divisão e outros entre conferências da NFC e AFC e dentre eles está o duelo entre Green Bay Packers e Houston Texans. As duas equipes vem de derrotas duras na semana 6 e nessa rodada busca a reabilitação na temporada regular da NFL. A partida tem seu primeiro kickoff às 14h, no NRG Stadium, casa do Texans, e tem transmissão do canal ESPN e ESPN App.

Em meio a contusões, Packers terá que solucionar problemas na defesa e ataque

Depois de encarar o Tampa Bay Buccaneers e ser literalmente atropelado, com Aaron Rodgers tendo duas interceptações e uma virando pick six da defesa do Bucs, o Packers vem para o duelo contra Texans em busca da sua quinta vitória na temporada. Para isso, o time terá que enfrentar e solucionar alguns problemas do time, entre eles as ausências certas temos a do running back e retornador Tyler Ervin e o cornerback Kevin King que estão lesionados e nem encararam o Bucs.

Além deles, outros dois problemas sérios ficam por conta do offensive tackle David  Bakhtiari e do running back Aaron Jones, ambos estão lesionados e só saberão se vão para o jogo momentos antes da partida. Para substituir King, Josh Jackson deverá permanecer como titular, já em uma possível ausência de Jones e  Bakhtiari, o running back AJ Dillon terá mais carregadas, dividindo com Jamaal Williams e Rick Wagner será o titular na linha ofensiva.

A possível ausência do offensive tackle David Bakhatiari poderá ser um grande problema para o Packers, já que terá que enfrentar JJ Watt na pressão contra a linha ofensiva da equipe  Foto: CBS Sports
A possível ausência do offensive tackle David Bakhatiari poderá ser um grande problema para o Packers, já que terá que enfrentar JJ Watt na pressão contra a linha ofensiva da equipe Foto: CBS Sports

 

Pontos chaves para o Packers vencer o Texans

Os pontos chaves para o Packers vencer o Texans passam muito por uma melhor atuação do ataque. A linha ofensiva precisa conter melhor o pass rusher do adversário e deixar assim Rodgers mais confortável dentro do pocket. Na partida contra o Bucs, Rodgers tinha sempre alguém no seu cangote e na maioria das vezes era sacado. Com a presença de Bakhtiari, a linha ofensiva já não se comportava como devia, entretanto, com a saída por lesão do offensive tackle, a linha teve um desempenho ainda pior.

E se a linha ofensiva não funciona, o jogo terrestre trava. Tudo bem que as chamadas de corrida contra o Bucs de Matt LaFleur não conseguiram ser eficientes, ainda mais contra uma defesa forte na contenção do jogo terrestre. Para o duelo contra o Texans, isso tem que mudar, ainda mais se Aaron Jones não for para o jogo. AJ Dillon provavelmente terá mais snaps e assim poderá dar uma característica diferente nas corridas, já que Dillon tem muita força e tem como melhor talento correr entre as trincheiras.

Com chances de de Aaron Jones ficar de fora do duelo contra o Texans, AJ Dillon poderá ser seu substituto e provavelmente dividirá snaps com Jamaal Williams  Foto: Packers News
Com chances de de Aaron Jones ficar de fora do duelo contra o Texans, AJ Dillon poderá ser seu substituto e provavelmente dividirá snaps com Jamaal Williams Foto: Packers News

 

Por fim, o jogo aéreo também tem que aparecer. Mesmo com o retorno do wide receiver Davante Adams, os passes de Aaron Rodgers não conseguiram ter como destino seus recebedores, inclusive Adams protagonizou as duas interceptações de Rodgers já que os dois passes foram em sua direção. Além de Adams, os tight ends serão importantes em jogadas de passe, tanto Robert Tonyan quanto Marcedes Lewis serão alvos interessantes em passes no meio do campo e na redzone.

Mesmo com a saída de Bill O’Brien, Texans só venceu uma na temporada

O Houston Texans já está com a temporada praticamente implodida. Depois de tantas movimentações erradas feitas por então GM e head coach, Bill O’Brien, Houston acaba por pagar por tudo isso desde o início da temporada, não por acaso tem um recorde negativo de 1-5. A última derrota venho para o rival de divisão, o Tennessee Titans, de virada e na prorrogação por 42×36. O time chegou a liderar o placar quase ao fim do último período, mas a decisão errada de converter os dois pontos aliada a uma defesa ruim, culminaram para que o jogo tivesse uma prorrogação com texanos saindo derrotados.

Para o jogo contra o Packers, Houston não terá tantos problemas de lesão, apenas dois jogadores foram listados na sexta feira com status de questionáveis, são os casos do tight end Jordan Akins que teve uma lesão no tornozelo e se recuperou de uma concussão, sendo liberado do protocolo realizado para esse tipo de contusão, e o linebacker Peter Kalambayi também está com 25% de chances de estar em campo contra o Packers, sendo um bom reforço para a rotação da defesa. Sua lesão não foi divulgada no relatório de lesões do Texans.

A volta de Jordan Akins será fundamental para o ataque de Houston, já que a defesa do Packers não é uma das melhores na marcação de tight end  Foto: Brett Coomer/Houston Choronicle
A volta de Jordan Akins será fundamental para o ataque de Houston, já que a defesa do Packers não é uma das melhores na marcação de tight end Foto: Brett Coomer/Houston Choronicle

 

Pontos chaves para o Texans vencer o Packers

Em meio a tanta bagunça, ter uma vitória do Texans sobre o Packers seria algo muito surpreso para todo mundo. Mas mesmo assim, o Texans poderá vencer se conseguir se aproveitar das fragilidades do Packers, seja na defesa ou no ataque. Na defesa, o Packers está tendo sérios problemas na contenção do jogo terrestre, e isso já não vem desta temporada, no jogo contra o Bucs, o running back Ronald Jones teve mais de 100 jardas corridas e anotou dois touchdowns. E se o Texans conseguir encaixar o jogo corrido contra o Packers, Aaron Rodgers ficará mais tempo no banco.

Contudo, com o jogo terrestre entrando, jogadas de playaction poderá acontecer mais facilmente, ainda mais se o pass rusher do Packers, liderado pelos outside linerbackers Preston Smith e Za’Darius Smith continuarem tendo uma porcentagem baixa de pressões e sacks ao quarterback. Com menos pressão e possíveis sacks, Deshaun Watson poderá dar passes em profundidade, tendo como alvo principal Brandin Cooks, e conectar passes no meio do campo, tendo os tight end Darrel Feels e Jordan Akins como principais alvos.

Deshaun Watson teve sua melhor partida na temporada contra o Tennessee Titans, e contra o Packers, o QB poderá se aproveitar das fragilidades da defesa de Green Bay para fazer Houston vencer Foto: Todd Olszewski

 

Finalizando, a defesa do Texans precisa ser mais efetiva, principalmente contra o jogo terrestre. Contra o Titans, a defesa tomou 212 jardas terrestres de Derrick Henry, sendo 94 jardas em uma única corrida para um touchdown dos dois marcados pelo running back. E os problemas da defesa do Texans não param por ai. A secundária terá sérios problemas se não conseguir conter as recepções de Davante Adams, bem como deixar que os passes de Aaron Rodgers tenham sucesso de conexão. No jogo contra o Titans, Ryan Tannehill teve mais de 360 jardas passadas e quatro passes para touchodown, sendo AJ Brown seu alvo principal, já que o wide receiver teve 58 jardas e dois TDs.

 

Esportes Mais

Facebook

Deixe uma resposta