Notícias

Sem categoria

Vasco sofre, mas vence Volta Redonda em São Januário

Vasco

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Em boa partida de Thalles, o Vasco vou a melhor sobre o Gigante do Vale do Aço em casa

Na noite desta quarta-feira (10), Vasco e Volta Redonda se enfrentaram em São Januário, em duelo válido pela 3ª rodada da 1ª fase do Carioca. O Gigante da Colina levou a melhor, ao vencer por 2 a 0, gols de Nenê, de pênalti,  e Thalles.

Vasco

A equipe do Vasco teve domínio completo em boa parte da partida. Apesar de conseguir manter a posse de bola durante o jogo, o Gigante da Colina sofreu para transformá-la em volume de ofensivo, chegando ao gol somente em cobrança de pênalti de Nenê. O Volta Redonda, pelo contrário, tentava ser mais objetivo e até chegou a assustar, mas acabou cedendo espaço para o Vasco matar o jogo, com um gol de Thalles, que após um ano muito complicado, demonstra sinais de que pode, enfim, deslanchar com a camisa cruzmaltina.

1º tempo começa amarrado, mas empolga no fim

O Vasco teve até um início animado. Jorginho escalou um time mais ofensivo, com três atacantes, e a posse de bola da equipe cruzmaltina era grande. Porém, o domínio não se converteu em chances claras de gol. Aos nove minutos, Júlio César recebeu boa bola de Riascos e chutou para o alto.

A equipe vascaína seguia trocando passes, mas não conseguia penetrar a área do Volta Redonda, que passou a explorar os espaços deixados pela defesa. Mas, mesmo com a velocidade do time do Vale do Aço, as brechas não se convertiam em chances, e a partida foi para o tempo técnico muito arrastada.

Na volta da pausa, o jogo deu uma animada. O Vasco, passou a explorar mais os chutes de fora da área: primeiro, com Rodrigo, que arriscou de muito longe e deu um susto no goleiro Mota; na sequência, Julio dos Santos pegou bonito na bola e por pouco não fez um golaço. O Volta Redonda devolveu na mesma moeda. Em um excelente contra-ataque puxado por Dija Baiano, Niltinho limpou para a perna esquerda e acertou a trave de Martin Silva.

Vasco

Os lances parecem ter acordado as duas equipes, que passaram a ter mais espaço para produzir jogadas e a ser mais incisivas na área adversária. O Volta Redonda seguia com muita velocidade e dinamismo com o ex-Fla Vinícius Pacheco, Dija Baiano e Niltinho, enquanto o Vasco passava a explorar as bolas paradas. Em cobrança de escanteio, Nenê achou Éder Luis que carimbou a trave, no último lance de perigo no primeiro tempo.

Jogo melhora, Vasco sofre, mas vence

Vendo que precisava de um jogador mais agudo no ataque, Jorginho tratou de tirar o inoperante Jorge Henrique e colocar Yago Pikachu. O garoto começou bem e deu uma dinâmica diferente ao jogo, junto com Riascos e Éder Luis. Porém, a promessa de um ataque veloz e envolvente foi por água abaixo. Ao tentar uma arrancada, o “Chico Bento” sentiu uma fisgada na parte posterior da coxa e teve que ser substituído por Thalles ainda no início do segundo tempo. Mal sabia a torcida vascaína que o garoto da base seria o nome do jogo.

Em bola cruzada na área por Nenê, Thalles raspou de cabeça e a bola tocou na barriga de Mailson. O bandeira Luiz Cláudio Regazone deu pênalti ilegal a favor do Vasco. Nenê, que não tinha nada a ver com isso, acertou sua décima cobrança em dez com a camisa do Gigante da Colina e abriu o placar: 1 a 0.

Thalles parecia completamente diferente do jogador desleixado e acima do peso de temporadas anteriores. Em boa jogada do Vasco, o atacante escorou de cabeça para Nenê, que bateu firme para a defesa de Mota. O garoto parecia mais confiante e, em ótima jogada de Andrezinho dentro da área, Thalles acertou uma bela bicicleta que passou triscando a trave do Voltaço.

O lance parece ter acordado o Volta Redonda que passou a se aproveitar do cansaço vascaíno e teve várias chances para empatar o jogo. Primeiro, Vinícius Pacheco levantou na área, Martin Silva salvou e, no rebote, Niltinho chegou atrasado e não conseguiu escorar para o gol vazio. Na sequência, Bruno Barra bateu bonito e Martin Silva, de novo ele, operou um milagre em São Januário.

A situação que estava ruim parecia piorar. Niltinho desarmou Andrezinho e foi atropelado por Luan. O zagueiro já tinha cartão amarelo e acabou sendo expulso. A partir daí, o Voltaço passou a sufocar a equipe cruzmaltina, que parecia não ter forças. Porém, brilhou a estrela de Thalles. Em contra-ataque puxado por Nenê, o meia deixou o atacante livre para, de carrinho, dar números finais a partida e ir às lágrimas no gramado de São Januário. Fim de jogo: 2 a 0 e o Vasco segue invicto no Cariocão.

Líder do grupo A, com 9 pontos ganhos, o Vasco tem pela frente o clássico contra o Flamengo, no próximo domingo, às 17h da tarde, em São Januário. A equipe cruzmaltina não contará com Luan, suspenso pela expulsão, e Éder Luis se torna dúvida, por conta de uma lesão na parte posterior da coxa. Já o Volta Redonda caiu para o terceiro lugar no grupo B e pega a Portuguesa da Ilha, na próxima segunda-feira, às 19h30, no Raulino de Oliveira.

Ficha técnica – Vasco da Gama x Volta Redonda
Data: 10/02/2016
Hora: 19h30, horário de Brasília
Local: Estádio de São Januário, Rio de Janeiro.
Arbitro: Bruno Arleu de Araújo.
Vasco: Martin Silva, Madson (Bruno Gallo), Luan, Rodrigo e Júlio César; Julio dos Santos, Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique (Yago Pikachu), Éder Luis (Thalles) e Riascos.
Volta Redonda: Mota, Marrone (Rafael Pernão), Luan, Mailson e Cristiano; Bruno Barra, Marcelo, Dija Baiano (Luiz Gustavo), Vinícius Pacheco (Pedro Isidoro) e Miltinho; Tiago Amaral.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta