Notícias

Sem categoria

Remo perde fora de casa para o Brusque-SC e se despede da Copa do Brasil

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Azulinos ainda tinham a vantagem do empate, mas saíram derrotados pelo placar de 2 a 1. Gol do Leão foi marcado por Zé Antônio, ainda no primeiro tempo

A Copa do Brasil de 2017 durou apenas 90 minutos para o Clube do Remo. Com a necessidade de pelo menos empatar a partida contra o Brusque-SC, fora de casa, para seguir no torneio, o leão azul perdeu para a equipe catarinense pelo placar de 2 a 1 na noite desta quinta-feira (16) e se despediu de maneira precoce da competição. Jonatas Belusso e Ricardo Lobo marcaram para os mandantes, e Zé Antônio balançou as redes para os remistas.

O JOGO
A partida começou com a equipe da casa pressionando, principalmente por precisar da vitória para se classificar. Aos 19 minutos, Assis fez boa jogada pela esquerda e tocou para Ricardo Lobo, que apareceu dentro da área batendo cruzado, rasteiro, para defesa de André Luís. Cinco minutos depois, a pressão do Brusque deu certo. O experiente volante Carlos Alberto recebeu livre dentro da área e apenas rolou para Jonatas Belusso que, sem marcação e na marca do pênalti, anotou o primeiro dos catarinenses. Após o gol, o técnico azulino Josué Teixeira tirou o jovem lateral esquerdo Caio, para entrada do atacante Jayme. A substituição deu certo, e o Remo passou a controlar as ações.

Aos 31, Tsunami arriscou de fora da área e acertou a trave do goleiro Rodolpho. Quase no lance seguinte, falta para a equipe paraense, de longa distância. Zé Antônio acertou um chute forte, no ângulo, sem chance para o goleiro do time da casa. Era o empate do Remo. Mesmo com o resultado que lhes assegurava a classificação naquele momento, os azulinos continuaram em cima, equilibrando o jogo e deixando a partida ainda mais movimentada. Quando parecia que as equipes iriam para o intervalo com igualdade no placar, o árbitro Daniel Nobre Bins marcou pênalti para o Brusque, após a bola bater na mão de Tsunami. Apesar da marcação, imagens mostram que o volante estava com o braço colado ao corpo. A velha máxima do futebol de que pênalti mal marcado não entra se fez presente quando o goleiro André Luís pulou no canto direito e fez a defesa.
O segundo tempo começou ainda mais aberto, com o Remo apostando na marcação forte para segurar o resultado. Aos 11 minutos, o treinador Josué Teixeira precisou abrir mão de seu principal zagueiro, lesionado. Henrique saiu para entrada de Lucas. No minuto seguinte, o Brusque conseguiu furar a defesa azulina. Eliomar fez ótima jogada pela esquerda e lançou Jonatas Belusso. O camisa 11 do time de Santa Catarina cruzou rasteiro para Ricardo Lobo apenas empurrar para a rede, fazendo o segundo dos mandantes. Depois de sofrer o gol, os paraenses inverteram o cenário da partida e partiram em busca do empate, principalmente com bolas levantadas na área do Brusque.

Aos 26, o Remo desperdiçou ótima chance. Lucas chutou de fora da área e acertou a trave. No rebote, a poucos metros do gol, Edgar finalizou por cima da meta. Nos últimos 15 minutos, o Remo se expôs em busca do empate, e o Brusque assustava nos contra-ataques. Aos 49, a última chance azulina saiu dos pés de Jayme, que bateu da intermediária, para defesa de Rodolpho.

Com o resultado, o Remo dá adeus a Copa do Brasil e agora volta suas atenções para o campeonato paraense, do qual é vice-líder do grupo 2, com 8 pontos, e encara no próximo domingo o Paragominas, no Mangueirão, em Belém. Já o Brusque agora enfrenta o Corinthians, no dia 01/03, também em Santa Catarina, em jogo único, com a necessidade de vitória para seguir na competição.

Felipe Nobre (28 Posts)

Jornalista, carioca de Belém do Pará e apaixonado pelo futebol brasileiro.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta