Notícias

Futebol Internacional

Mesut Özil anunciou oficialmente a sua polêmica aposentadoria da Seleção Alemã

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O meia desabafou em seu twitter e afirmou que não voltará a vestir a camisa da Seleção Germânica

Após quase um mês de sua eliminação precoce da Copa de 2018 e ter recebido duras criticas por sua atuação, Özil anunciou oficialmente na manhã do último domingo (22), a sua aposentadoria da Seleção Alemã. O meia do Arsenal afirmou em um longo comunicado, o não arrependimento ao ter posado em Maio ao lado do atual Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdoğan.

O atleta que possui ascendência turca, justificou e pontuou em seu comunicado oficial o porque de sua escolha vitalícia.

“O tratamento que eu recebi da DFB e de muitos outros me fazem não mais querer vestir a camisa da seleção da Alemanha. Eu não me sinto querido e acho que tudo o que eu conquistei desde a minha estreia internacional (na seleção), em 2009, foi esquecido. É com pesar que anuncio que, devido a estes eventos, não vou voltar a jogar pela Alemanha a nível internacional, pelo menos enquanto tiver este sentimento de racismo e desrespeito”.

Em resposta ao atleta, a Federação posicionou-se sobre o caso.

“As fotos com o presidente turco Erdogan levantaram questões para muitas pessoas na Alemanha. Concordamos que a DFB também contribuiu para lidar com o tópico. E é lamentável que Mesut Özil tenha achado que não tinha sido suficientemente protegido como alvo de slogans racistas contra sua pessoa, como foi o caso de Jerome Boateng. Mas era importante que Mesut Özil, como Ilkay Gündogan antes dele, desse respostas a essa foto, independentemente do resultado esportivo do torneio na Rússia. Na DFB, ganhamos e perdemos juntos, tudo em equipe”, escreveu a federação.

O anuncio agitou as redes sociais e até o Presidente do Bayern de Munique, Uli Hoeness, detonou o meia, afirmando que o alemão não faz uma boa atuação há anos.

“Estou feliz por isso ter acabado. Ele não joga m*** nenhuma há anos. Ele não ganha uma dividida desde antes da Copa de 2014. Agora ele e sua performance de m*** estão escondidas atrás dessa foto – disse Hoeness ao jornal Sport Bild”.

Mas apesar de sofrer duras criticas, jogadores e colegas sensibilizaram-se demonstrando apoio ao atleta.

“Surreal ver alguém que fez tanto pelo seu país, dentro e fora de campo, ser tratado com tanto desrespeito. Muito bem, Özil, por se posicionar contra esse comportamento”, escreveu o companheiro de Arsenal Bellerí.

Mesut Özil é um meia alemão com ascendência turca. Com 29 anos, o atleta tem em seu currículo recheado, passagens pelo Shalke 04 (2005), Werder Bremen (2008), Real Madrid (2010) e o atual clube Arsenal (2013).

Após tornar-se destaque no Sub-21, Özil foi convocado pela primeira vez para a seleção principal em fevereiro de 2009, e deu continuidade nas Copas de 2010, 2014 e 2018. O jogador participou também da Euro 2012.

Roma
Clique na imagem para acessar o site
Raquel Passos (8 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta