Notícias

Futebol Internacional

Especial: Jamie Vardy, de operário à sensação da Premier League

Jamie Vardy, de operário à sensação da Premier League

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Conheça a história de Jamie Vardy, destaque da Premier League nesta temporada

De um mero operário à artilheiro da principal liga de futebol do mundo? É algo difícil de se imaginar, mas foi exatamente o que aconteceu com Jamie Vardy.  O atacante inglês, de 29 anos, se tornou a principal referência do Leicester City, mas atravessou um caminho árduo e muito longo para chegar até aqui.

Jamie Vardy é natural de Sheffield, localizada no norte da Inglaterra. Iniciou sua carreira no Sheffield Wednesday, mas em 2002 foi dispensado pelo clube ainda nas categorias de base, aos 16 anos, porque era considerado muito pequeno, tinha 1,40m. “Foi um golpe duro, fiquei mesmo chateado. Pensei: ‘Que se dane o futebol’”, disse Vardy recentemente ao jornal The Guardian.

Após ser dispensado, Vardy pensou em desistir de seu sonho, mas por influência de amigos decidiu continuar e assinou com o Stocksbridge Park Steels, clube semiprofissional, onde recebia cerca de £30 libras por semana, que equivale a aproximadamente R$172 reais. Atuou nas categorias inferiores do Stocksbridge de 2003 à 2007.

Jamie Vardy, de operário à sensação da Premier League
Jamie Vardy com a camisa do Stocksbridge

Por 3 anos, Vardy dividiu sua rotina entre os gramados e uma fábrica de próteses de fibras de carbono, onde trabalhava em um turno integral de 12 horas. Tempo que não lhe deixaram saudades. “A melhor coisa de ser um jogador da Premier League é definitivamente não ter que se levantar às sete da manhã. Quando você tem que sair correndo depois do trabalho para ter certeza de que vai chegar a tempo para o treinamento, acaba comendo qualquer fast food apenas para ter algo dentro de você”, declarou.

Rotina no mínimo desgastante, mas que trouxe benefícios ao atacante que levou fama de bad boy, pelas duras entradas nos adversários e pelos diversos problemas que causou nos pubs de Sheffield.

Em sua passagem pelo Stocksbridge, o atacante marcou 66 gols em 107 jogos, o que consequentemente fez com que alguns clubes profissionais se interessassem no atleta. Em junho de 2010, Vardy se transferiu para o Halifax Town, clube da oitava divisão inglesa.

Jamie Vardy, de operário à sensação da Premier League
Uma de suas comemorações características. Essa, pelo Halifax Town

Vardy teve uma passagem rápida pelo Halifax, pois se destacou logo em sua primeira temporada, 2010/11. Marcou 27 gols em 41 jogos e teve em média %70 de acertos nas finalizações. Naquele ano foi o artilheiro da equipe e eleito o melhor jogador do clube na temporada.

Na temporada seguinte, 2011/12, Vardy iniciou em um nível de atuação altíssimo com a camisa do Halifax, marcando 3 gols nos quatro primeiros jogos. O atacante inglês nem imaginava que esses quatro jogos seriam um verdadeiro divisor de águas em sua vida.

Após o início de temporada avassalador, o Fleetwood, clube da quinta divisão inglesa, contratou o atacante junto ao Halifax por £150 mil libras, cerca de R$ 211 mil reais. Vardy se sagrou campeão da quinta divisão inglesa logo em sua primeira e única temporada com a camisa do Fleetwood, além de ser artilheiro da competição e eleito o “jogador do ano”.

Jamie Vardy, de operário à sensação da Premier League
Vardy foi campeão da Football League com o Fleetwood Town

Desempenho que foi o suficiente para despertar o interesse de outras equipes, como o Cardiff City e o Peterborough, mas foi o Leicester City que venceu a corrida pela contratação de Vardy. No fim da temporada 2011/2012, aos 25 anos, Jamie Vardy se transferiu para o Leicester, que desembolsou £1 milhão de libras, cerca de R$ 5,6 milhões de reais para contar com o atacante. Ao saber da transferência, Mick Mellon, que era treinador do Fleetwood, disse: “Vardy pode se tornar aquilo que ele quiser”.

Em 2012 o Leicester City disputava a Championship League, segunda divisão inglesa. Em sua primeira temporada pelo clube, Vardy não manteve o mesmo rendimento das temporadas anteriores, até porque chegou a uma liga que exigia bem mais. Marcou apenas 5 gols em 29 jogos. Na temporada seguinte, 2013/14, Vardy foi fundamental para o Leicester na campanha de acesso à Premier League. Foi eleito o melhor jogador do clube na temporada, marcou 16 gols em 41 jogos.

Jamie Vardy, de operário à sensação da Premier League
Vardy em campo pelo Leicester contra o Wolverhampton, na segunda divisão

Vardy se demonstrou muito confiante em sua chegada ao Leicester, parecia ter seu destino traçado. Ao assinar o contrato, mesmo disputando a segunda divisão, o atacante exigiu um bônus se caso fosse convocado para a seleção inglesa. Disputar a Premier League já era mais que um sonho para Jamie Vardy, mas como deu para perceber, ele sempre quer mais.

A primeira temporada de Vardy na Premier League foi discreta, como de todo o restante do elenco, marcou apenas 5 gols nos 36 jogos que disputou. O Leicester terminou a temporada 2014/15 em 14º na tabela de classificação.

Na temporada atual, 2015/16, não só o Vardy como toda a equipe do Leicester City vem surpreendendo na Premier League. A equipe é atualmente líder da competição, com pontos 50 pontos em 24 jogos. Tem um aproveitamento de 69%, venceu 14 partidas, empatou 8 e perdeu apenas 2.

Jamie Vardy é hoje, o principal jogador da Premier League. O camisa 9 é atualmente o artilheiro da competição, com 18 gols marcados. Marcou gols em 11 jogos consecutivos e superou a marca que pertencia a Ruud van Nistelrooy, ex-atacante do Manchester United. Vardy já tem seu nome marcado na história, não só do Leicester, mas do futebol inglês.

Jamie Vardy, de operário à sensação da Premier League
Vardy em uma de suas atuações pela Seleção da Inglaterra

Em junho de 2015, Vardy vestiu pela primeira vez a camisa da Seleção da Inglaterra, estreou no amistoso contra a Irlanda. Esteve em campo pela seleção em outras 3 oportunidades, contra San Marino, Estônia e Lutânia, em jogos das Eliminatórias de Euro 2016.

A agressividade é uma das marcas de Jamie Vardy dentro de campo, o camisa 9 geralmente joga com muita intensidade. Fora dele, o atacante tem em seu currículo uma série de incidentes que nos ajudam a entender tal personalidade. Quando jovem, Vardy era muito indisciplinado e isso não se deve apenas pelas entradas violentas.

Como relata o próprio jogador, uma vez decidiriam lhe aplicar um castigo exemplar. “Tive de dar uma volta ao campo todo nu. Estava muito frio e fiz um grande sprint, os meus colegas a assobiarem como se eu fosse uma garota sexy. Graças a Deus que ninguém filmou aquilo”, disse Vardy ao jornal The Sun.

Jamie Vardy, de operário à sensação da Premier League
A agressividade é uma das características de Vardy

Brincadeiras à parte, Vardy também já se envolveu em sérios problemas extracampo. Quando tinha 20 anos, Jamie envolveu-se em uma briga de bar com um grupo de rapazes, porque tinham gozado de outro homem pelo simples fato dele usar um aparelho auditivo. Vardy esmurrou violentamente dois dos caras que zombavam o deficiente auditivo e foi criminalmente condenado. Cumpriu prisão domiciliar por 6 meses e além de usar uma pulseira eletrônica, teve de obedecer o toque de recolher das seis horas da noite às seis horas da manhã.

Recentemente, Vardy teve de prestar serviços comunitários e foi multado em £40 mil libras, cerca de R$230 mil reais que foram repassados à instituições de caridade. Tudo isso por ter usado termos racistas contra um homem asiático, que teria lhe irritado. Vardy estava em um cassino, acompanhado da noiva e outros dois companheiros de clube.

Após o incidente, Vardy se desculpou por meio de nota oficial divulgada pelo clube. “Peço sinceras desculpas por qualquer ofensa que causei. Julgo que foi um erro lamentável. Assumo total responsabilidade e aceito o fato de que meu comportamento não estava à altura do que se espera de mim”, declarou.

Jamie Vardy, de operário à sensação da Premier League
Vardy com a filha Sofia e a noiva Becky Nicholson

Segundo o jornal The Sun, Vardy não tem contato com seus pais e seus avós a mais de um ano, pois não aprovam seu relacionamento com Becky Nicholson, com quem vai se casar no próximo mês. O casal tem uma filha, Sofia, de 1 ano. “Tenho pena de ter dedicado 22 anos da minha vida a ajudar o meu filho e agora não poder desfrutar do seu sucesso. Nem fomos convidados para o casamento”, lamenta Phil, pai de Vardy, ao The Sun.

Apesar das diversas polêmicas, dos problemas extracampo e da sua personalidade agressiva, James Vardy tem uma história admirável. Vardy percorreu um caminho que lhe fez forte, que o lapidou. Superou as dificuldades, ultrapassou barreiras e enfrentou contratempos. Não abaixou a cabeça, não desistiu dos seus sonhos – até pensou, mas não o fez – e o mais importante, não deixou de ser um lutador.

O camisa 9 fez do futebol o seu refúgio, todo o reconhecimento pelo seu trabalho é mais que merecido. Aquele jovem que era um mero operário, hoje é o responsável pela alegria de milhares de torcedores do Leicester City. Não há dúvidas de que os Foxes, como são conhecidos, depositam todas as suas fichas e toda sua esperança em uma única pessoa para o restante da temporada, James Vardy.

Jamie Vardy, de operário à sensação da Premier League
Vardy é atualmente o principal jogador da Premier League

“Hoje em dia acordo em uma terra dos sonhos. Por causa da maneira que vim para o futebol, acho que passei a apreciá-lo mais. Você ouve jogadores dizerem que é apenas um trabalho para eles, mas para mim não é nada disso. Eu literalmente desejava jogar futebol todos os dias. Não foi nada agradável ter que trabalhar em tempo integral. Sou um bom exemplo para os jogadores mais jovens do que pode ser alcançado. Para ser honesto, há um monte de bons jogadores lá fora nas ligas menores. Penso que muitas vezes as equipes não estarem dispostas a arriscar. O Leicester me faz muito feliz”, concluiu Jamie Vardy.

Vardy
reidopalpite.com
suporte (2042 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta