Notícias

Sem categoria

Em fases opostas, Figueira e Avaí fazem o clássico da capital

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Figueira precisa da vitória para fugir do fantasma do rebaixamento; Já o Avaí necessita do triunfo para manter viva a caça ante a líder Chapecoense

Na noite deste domingo (09), a equipe do Figueirense recebe o seu maior rival, o Avaí, às 18h30 no horário de Brasília. A partida será realizada no Estádio Orlando Scarpelli, em duelo válido pela sétima rodada do returno do Campeonato Catarinense.

Na última rodada, o Figueira perdeu em casa para a Chapecoense, por 2 a 0, o que deixou o furacão do estreito em situação de atenção no campeonato. O clube se encontra a apenas  três pontos do Metropolitano, o primeiro dentro da zona de rebaixamento. Já o Avaí, que está garantido na final do estadual, vem de vitória ante o Brusque, na casa do adversário por  3 a 2. O Leão, no returno, está a quatro pontos do líder Chapecoense.

Para o clássico, o técnico Márcio Goiano tem diversos desfalques. A começar pela zaga, onde o capitão Marquinhos sentiu lesão na panturrilha e não joga. Leandro Almeida deve ser promovido no seu lugar. Os volantes Josa, Juliano e Ferrugem seguem em fase de recuperação e também não jogam. Já o Centroavante Bill, que está suspenso pelo TJD e jogou o último jogo perante um efeito suspensivo, desta vez não vai a campo, já que o clube não buscou um novo efeito suspensivo. Em entrevista coletiva, Goiano comentou sobre o clássico:

– Mexe com a cidade, sabemos disso. Vivemos desse grande momento que é essa rivalidade, o mais importante é, dentro de campo, mesmo com fragilidade por ter alguns atletas com lesão, é passar confiança para alguns atletas dentro de campo. Temos essa leitura sobre os atletas do adversário, através de vídeos e imagens, o mais importante é dentro de campo, é seguir intensamente os 90 minutos. Esse jogo, ele não fica só no apito do juiz, vai ecoar durante a semana. A importância, da nossa parte, para esse momento ao Figueirense – falou.

Já o Avaí, vai com força total ao jogo. Mesmo sem treinar durante a semana,  o artilheiro avaiano, Denilson, vai a campo. Com isso o time considerado “ideal” deve iniciar a partida, após algumas rodadas com vários desfalques. Acostumado a jogar o clássico, o meia Marquinhos declarou sentir o jogo ainda mais especial, por ser da própria grande Florianópolis:

– Eu particularmente trato o jogo como muito diferente, não diferente, mas muito diferente até e por ser da cidade, ser torcedor do clube, venho compactuando com isso desde os tempos de arquibancada, então para mim nunca vai ser um simples jogo. Valem os mesmos três pontos, mas o clássico não acaba no dia seguinte, às vezes dura mais que um título, então eu particularmente tenho consciência disso, por ter vivenciado vários clássicos dentro e fora de campo. Jogo bom de jogar e que nos dá ainda condição de brigar pelo returno, mas um clássico tem que entrar ligado pensando apenas no nosso jogo, porque o clássico mexe com a cidade – disse o meia.

Ficha Técnica

Local: Orlando Scarpelli, Florianópolis.

Horário: 18h30, horário de Brasília.

Arbitragem: William Machado Steffen, auxiliado por Kleber Lucio Gil e Alex dos Santos.

Figueirense: Thiago Rodrigues; Dudu, Bruno Alves, Leandro Almeida e Marlon; Patrick, Helder e Yago (João Pedro); Ermel (Índio), Elias e Anderson Aquino.

Técnico: Márcio Goiano.

Avaí: Kozlinski; Leandro Silva, Alemão, Betão e Capa; Luan, Judson e Marquinhos; Denilson, Romulo e Júnior Dutra.

Técnico: Claudinei Oliveira.

suporte (2042 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta