Notícias

Sem categoria

Edu Dracena sofre lesão muscular e ficará fora dos gramados por 3 semanas

,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,,

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O novo xerife da zaga do Palmeiras deixou o treino mais cedo por lesão muscular

No treino desta última terça-feira (26), Edu Dracena deixou o treino mais cedo com suspeita de lesão muscular. O zagueiro foi contratado e chegou com status de titular e disputou os 90 minutos dos dois jogos que o Verdão fez no Uruguai pela pré-temporada..

A expectativa do Dr. Rubens Sampaio é que Edu já poderia trabalhar nesta quarta-feira com o elenco em campo, porém foi feito os exames médicos e foi constatado que o veterano Zagueiro sofreu uma lesão muscular na panturrilha direita e ficará por 3 semanas fora, porém ele pode voltar antes, pelo menos essa é a expectativa.

Caso fique três semanas fora, ele perderá os jogos pelo Paulistão contra o Botafogo-SP, contra o São Bento, contra o Oeste e contra o Linense, e além disso perderá a estreia da Libertadores, contra a Universidad de Chile ou contra o River Plate do Uruguai.

Seu retorno está previsto contra o Santos, pelo Paulistão, dia 20 de fevereiro.

Com isso a zaga do Palmeiras deve ser formada pelo, fraco, Leandro Almeida, que parece ter melhorado durante a pré-temporada, e por Vitor Hugo, esse é muito elogiado e ainda não jogou na temporada.

Link permanente da imagem incorporada

Rafael Marques diz que não quer voltar mais para China e relata violência de técnico à jogadores

O Palmeiras conseguiu contratar Rafael Marques dos Chineses, e renovou o contrato dele, e fez o jogador ficar muito feliz. E você deve achar que só por que ele ficou em Sampa, não é mesmo? Você está errado, ele ficou feliz, também, por não ter que conviver mais na China.

Em 2014, o atleta acertou com o Henan Jianye, após se destacar pelo Botafogo. Porém, a experiência não foi boa e ele fala que não indicaria a nenhum amigo uma transferência para seu clube.

“Ainda na China, deixei bem claro para os meus procuradores que, se dependesse de mim, qualquer amigo meu, neste clube onde estava não iria. Eu passaria a verdade, a real do clube. Quando fui contratado, perguntei se tinha estrangeiro e falaram que não, para não passar nenhuma informação. Sendo que havia três, e um angolano que falava português. Eu ia falar a real para os meus amigos. Não sei se teve sondagens aqui, mas, se me perguntassem, eu falaria a verdade. Foi uma coisa ruim que passei”, após esta fala, ele citou algo que ficou para sempre na sua cabeça, que aconteceu na China.

“Agressão no vestiário, de treinador em jogador. Isso é uma coisa que não aceito, não é certo. Me incomodou muito, vi duas ou três atitudes como essa. Entrava no vestiário, ainda trocado, e procurava sair. Esperava acalmar entre os chineses para eu poder tomar meu banho, esfriar a cabeça e voltar a hotel.”

Por causa da alta venda de jogadores dos clubes Brasileiros para a China, e até dos técnicos, Rafa vê uma necessidade de uma evolução profissional no país.

– “Se eles estiverem com a cabeça aberta, levar profissionais de comissão, sim (pode melhorar). Vai levar um tempo, não chega ao nível de Japão e Coreia. É uma cultura diferente, tem o jeito deles de agir meio que de ditador, querer comandar do jeito que eles querem. Não basta ter dinheiro. Se não tiver a mentalidade aberta de querer evoluir, pode levar os melhores jogadores do mundo que não vai mudar.”

Rafael Marques não pensa em voltar para o exterior. O atacante foi o vice-artilheiro do Palmeiras em 2015, e com 32 anos renovou até 2017 com o Verdão, e diz querer escrever seu nome na história verde, principalmente pela Libertadores.

 

– “O pessoal fala que estou na contramão do futebol. Eu vejo o contrário. Tive projeto de voltar ao Brasil em 2012, fazer meu nome aqui, jogar o campeonato mais competitivo do mundo. Para lá não gostaria de voltar. Não era o tipo de trabalho que sempre procurei, o trabalho profissional. O pessoal se apresentou no dia 6, eu não estava junto. Mas deu tudo certo. Hoje estou aqui, feliz demais. Vou procurar realizar meu sonho, que é brigar pelo título da Libertadores. Foi um dos objetivos que me fizeram voltar ao Brasil.”

Gustavo Ignácio (113 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta