Notícias

Futebol Brasileiro

Botafogo bate o Flamengo e chega a décima final desde 2006

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Botafogo vence com gol de Luiz Fernando e está mais uma vez na final do Campeonato Carioca

(Foto: Divulgação / Botafogo)

O Botafogo venceu o Flamengo por 1×0 na semifinal do Campeonato Carioca nesta quarta (28), no Maracanã. O gol da vitória alvinegra foi marcado no primeiro tempo por Luiz Fernando.

Com o resultado, o Botafogo avançou para a sua décima final nos últimos treze anos. O time foi campeão em 2006, 2010 e 2013.

O Flamengo tinha um clima até favorável. Para o rubro-negro, o empate era o suficiente para se garantir na final, pois o Flamengo foi o campeão da Taça Guanabara. No estádio, a sua torcida era muito maior do que a do Botafogo. Mas no campo foi onde o glorioso ganhou o jogo.

Primeiro tempo

(Foto: Divulgação / Botafogo)

O Botafogo foi melhor na etapa. O Flamengo até detinha a posse de bola, mas foi inofensivo ao gol de Jefferson.

Com poucas chances de gols para os dois lados, o Botafogo aproveitou melhor as oportunidades e teve mais objetividade no ataque.

Aos 38 minutos, após uma linda enfiada de bola de Rodrigo Lindoso nas costas de Lucas Paquetá, o lateral direito Marcinho foi até a linha de fundo e rolou pra trás. O atacante Luiz Fernando chegou finalizando e jogou no canto do goleiro Diego Alves, 1×0 Botafogo. Na comemoração o atacante provocou com o gesto do cheirinho do Flamengo.

Mesmo atrás do placar, o Flamengo não conseguiu criar boas oportunidades. O excesso de bola na área sem sucesso travou o ataque do clube da Gávea.

Segundo tempo

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

(Foto: Divulgação / Flamengo)

O Flamengo melhorou, mas não foi o suficiente para a classificação.

Já na volta do intervalo, o técnico Carpegiani colocou Cuellar na vaga de Jonas e Geuvânio na vaga de Arão.

Com um time mais ofensivo, o Fla foi pra cima, mas de novo esbarrou na falta de criatividade e qualidade nos passes.

Com apenas duas defesas de Jefferson e uma bola na trave de Henrique Dourado, toda a pressão do Flamengo com a posse de bola não foi suficiente para vencer a brilhante atuação da defesa do Botafogo.

Análise do jogo: Forte defesa alvinegra e inoperância no ataque rubro-negro

(Foto: Divulgação / Botafogo)

O técnico Alberto Valentim tem muitos méritos nessa classificação. Após muitos pedidos da torcida, o treinador mexeu no time, e a principal mudança foi a volta do zagueiro Joel Carli.

Ao lado de Igor Rabello, que fez outra bela atuação, o argentino resolveu um problema que o Botafogo sofre nessa temporada, que é a bola aérea.

Com o espírito de liderança de Carli em campo, a atuação muito boa de Lindoso na cabeça de área e com Moisés ganhando todas no lado esquerdo da defesa alvinegra, o Botafogo conseguiu neutralizar o ataque do Flamengo.

Ataque que por sua vez teve a bola no pé, mas não teve inteligência. Diego não conseguiu achar espaços no meio da defesa do Botafogo e a solução foi jogar pelas pontas.

Com Vinicius Junior e Everton pela esquerda e com Geuvânio, no segundo tempo, com apoio de Pará na direita, o Flamengo cruzou 45 bolas na área alvinegra, porém, só ganhou seis dessas disputas aéreas.

Vale destacar as atuações ruins pelo lado do Flamengo de Jonas e Lucas Paquetá. E pelo lado do Botafogo, ressaltar mais uma vez a força do conjunto e a garra do time.

Mas, as ressalvas individuais ficam para Joel Carli, Igor Rabello, Moisés, Rodrigo Lindoso e Luiz Fernando. Uma boa evolução neste jogo foi a de Marcinho, que conseguiu apoiar bem ao ataque e fez uma bela marcação. Léo Valência encontrou a sua posição na ponta esquerda, agora é esperar a sua evolução.

Abre aspas

(Foto: Divulgação / Botafogo)

O volante Rodrigo Lindoso falou que a preparação começou após a derrota para o Fluminense na final Taça Rio por 3×0.

“Começamos a construir após a derrota para o Fluminense. Fizemos bom jogo e não codiz com o resultado. Começou ali. Semana forte e o Alberto cobra muito. No segundo tempo não conseguimos ficar com a bola. Tivemos chance de matar, mas foi no sofrimento” – Disse Lindoso.

O volante ainda desabafou e disse que essa vitória foi para “calar muita gente”.

“É para calar muita gente. Falam muita bobagem do Botafogo. Com todo respeito, mas a Taça Rio não valia nada. Carioca começou hoje. Tiramos uma vantagem  deles. É para calar a boca de muita gente que forma opinião e fala besteira” – Ressaltou o volante.

O treinador Alberto Valentim avaliou atuação da sua equipe.

“Foi quase perfeita. Perfeita está longe ainda. Nas poucas vezes que fomos ao ataque, fizemos o gol. Fase ofensiva foi perfeita” – Comentou o técnico alvinegro.

Valentim também explicou as suas substituições no segundo tempo, que tiveram um tom principalmente de conter o ímpeto ofensivo do Flamengo.

“Sabíamos que o Paulo deixaria time mais ofensivo, teríamos que fazer fase ofensiva com muita qualidade, saber sofrer no jogo, quando o adversário não dá chance de jogar no campo defensivo” – Explicou Alberto Valentim.

Pelo lado do Flamengo, ficou o clima de revolta. O vice-presidente do clube, Ricardo Lomba, falou na zona mista e demonstrou indignação com essa eliminação.

“O resultado é uma vergonha absurda. Peço desculpas ao torcedor com toda a sinceridade. A torcida não merece isso. É inadmissível. Não dá para imaginar o Flamengo fora de uma final do Campeonato Carioca. O sentimento é o pior possível” – Declarou Ricardo Lomba.

Ele ainda deixou um alerta de que mudanças podem acontecer no Flamengo nos próximos dias.

“Mudanças são possíveis no Flamengo. Enquanto eu estiver aqui, as coisas não podem continuar desse jeito. O Carpegiani faz parte do departamento de futebol e será avaliado” – Explicou o vice-presidente do Fla.

 

Esportes Mais

Facebook

 

Joao Pedro (138 Posts)

Estudante de Jornalismo na Instituição IBMR Barra, Rio de Janeiro.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

1 comentário em Botafogo bate o Flamengo e chega a décima final desde 2006

Deixe uma resposta