Notícias

Entrevistas

Bate papo exclusivo com Bruno Costa, jogador do Olaria

Bruno

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Foto: Vitor Costa (FutRio)

Carlos Bruno Gomes Costa, mais conhecido como Bruno Costa, é um experiente zagueiro do Olaria, que acumula passagens por grandes equipes, como Botafogo, Remo, Fortaleza, entre outros.

Batemos um papo exclusivo com o jogador, onde ele falou sobre toda a sua carreira. Confira:

Por que jogador de futebol?

Bruno Costa: Eu não acho que escolhi ser um jogador de futebol, acredito que nascemos com o dom, que nasci para ser um atleta desta modalidade. Alguns seguem, persistem, outros não.

Qual o seu ídolo?

Bruno Costa: Eu, como defensor, sempre olho muito os atletas da minha posição. Cresci vendo o Juan, que hoje está no Flamengo, jogando e se mantendo em alto nível. Outro que gosto bastante é o Thiago Silva, zagueiro do PSG e da Seleção.

Qual o momento mais marcante da sua carreira?

Bruno Costa: Vivi vários momentos marcantes até hoje na minha carreira, é difícil apontar o melhor deles. Mas, o título de 2014 da Copa Rio, como capitão e jogando pelo clube que abriu a porta (Boavista SC -Rj), acreditou no meu trabalho e potencial, foi algo especial.

 

Vocês já atuou em alguns estados do Brasil. Qual a diferença do futebol no Rio de Janeiro para as outras regiões?

Bruno Costa: Passei por alguns estados, no RJ por exemplo, o futebol e mais cadenciado do que em outros estados, que tem como característica ter um futebol mais pegado, com mais marcação e velocidade.

Clique na imagem para acessar o site

Como foi a sua passagem pelo Botafogo?

Bruno Costa: Em 2008, após fazer um bom Carioca, tive a oportunidade de chegar ao Botafogo FR, era muito jovem, tinha feito a minha primeira competição na Série A do Carioca. Foi uma experiência ímpar, lá joguei o Brasileirão e Copa do Brasil, chegando às semifinais. Após mudanças, acabei não sendo aproveitado e voltei do empréstimo ao Boa Vista.

 

O que esperar no Olaria?

Bruno Costa: Hoje no Olaria, estamos projetando o segundo turno, o primeiro não foi o esperado pelo clube. Nós que chegamos após uma mudança de comando, já demonstramos em dois jogos que podemos fazer diferente. Temos uma expectativa muito boa, pois temos um tempo hábil, para uma melhor preparação e entrosamento, já que ficaremos um tempo sem jogar pela competição, o que ajudará a chegar com um nível bom de competitividade.

 

Quais os seus planos para o futuro?

Bruno Costa: Eu não projeto muito o meu futuro, acho que ainda tenho muito a fazer como atleta. Futebol é dinâmico, hoje está em um lugar e amanhã podemos acordar em outro, não dá para planejar muita coisa. Espero estar jogando em alto nível, se tenho um projeto, é este.

 

Wesley Contiero (900 Posts)

Estudante de jornalismo, 23 anos, natural de Lins, Interior de São Paulo.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta