Notícias

Futebol Internacional

Rivalidade: River Plate e Boca Juniors fazem o superclássico na Libertadores

River Plate x Boca

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Após decidirem a última final da competição, as equipes agora duelam pela semifinal

River Plate e Boca Juniors se enfrentam nesta terça-feira (01), às 21h:30, horário de Brasília e Buenos Aires. O jogo é válido pela partida de ida da semifinal da Libertadores e o palco para o duelo será o Monumental de Nuñez.

Com toda a confusão no ano passado, os times não conseguiram entrar em campo no Monumental no segundo jogo da final da Libertadores. Esse ano já houve um confronto entre as equipes na casa do River com bola rolando normalmente, mas sem gol nenhum no jogo.

Histórico do superclássico

Foram 201 jogos, com 74 vitórias do Boca, 65 triunfos do River e 63 empates. Como mandante, o River venceu 38, perdeu 31 e empatou 37 vezes.

Os maiores artilheiros do confronto são: Ángel Labruna (River Plate) 16; Oscar Más (River Plate) 12; Paulo Valentim (Boca Juniors) 10; Carlos Morete (River Plate) 9; Barnabas Ferreyra (River Plate) 8.

Quem mais atuou foi Reinaldo Merlo pelo River, com 42 partida, seguido por Hugo Gatti, que jogou pelos dois lados, com 38 clássicos e Silvio Marzolini, que disputou 37 pelo Boca Juniors.

Milionários tentam manter “freguesia” xeneize dos últimos anos

Elenco River Plate campeão 2018

(River Plate é o atual campeão da Libertadores)

Gallardo e companhia conseguiu um feito histórico e que todo torcedor do River sempre sonhou: vencer o seu maior rival numa decisão de Libertadores. Antes de ter vencido essa final disputada em Madri, o time já tinha vencido os bosteros na final da Supercopa Argentina no mesmo ano de 2018.

No geral, o time de La Boca leva vantagem, mas é o time de Belgrano que vem levando vantagem nos últimos dois anos. A última vitória do Boca Juniors no clássico foi em 2017. Para ser mais preciso, no dia 5 de novembro de 2017, vitória sobre o River por 2 a 1. De la pra cá, foram 5 superclássicos com quatro vitórias do River e um empate.

Pelo Argentino, o  River venceu o Gimnásia, treinado por Diego Maradona, em La Plata, por 2 a 0, com gols de Carrascal e Scocco. E para estre confronto, Gallardo só não vai contar com Quintero e o capitão Ponzio. O técnico confia que Quintero estará disponível para volta.

“Ele ainda não tem treinamento, ainda não fez uma partida. Não é necessário acelerar com o tempo; Se continuar assim, será melhor para o jogo de volta. De La Cruz e Pratto chegam em melhores condições.”

Gallardo tenta manter seu bom retrospecto contra o Boca, chegar a mais uma final e alcançar o 5º título de Libertadores do River.

Xeneizes tentam repetir 2004, tirar seu maior rival e buscar o hepta

Boca x River - 2004

(Boca x River em 2004)

Com Tévez, os xeneizes superaram os gallinas e eliminaram o seu maior rival dentro do Monumental. Naquela ocasião deu muita confusão aquela comemoração do atacante, que fez uma galinha para “zoar” o River Plate.

Alfaro não faz um jogos brilhantes no comando, mas tem um trabalho consolidado. O time toma poucos gols, está na semifinal da Libertadores e é o líder da Superliga Argentina. A equipe não havia tomado gol na atual temporada antes de enfrentar o Newell´s.

O técnico bostero recuperou todos os seus jogadores para essa partida. Zárate, Ábila e Salvio estão á disposição. O treinador tem uma apenas uma dúvida, que está entre Salvio e Villa. O primeiro sentiu um incômodo na coxa durante um treinamento na semana passada, mas deverá atuar no superclássico.

O Boca Juniors sabe que tem uma dívida com seu torcedor após perder aquela final de 2018. Mesmo que não seja uma revanche em uma final, mas tirar o River e, quem sabe, podendo até ser campeão, pode amenizar muito a dor eterna do torcedor azul e ouro.

Ficha Técnica – River Plate e Boca Juniors

Local: Estádio Monumental de Nuñez, Buenos Aires – Argentina.

Horário e transmissão: 21h:30; SporTV.

Árbitro e VAR: Raphael Claus (BRA); Nicollás Galo (COL).

Assistentes: Danilo Manis (BRA) e Bruno Pires (BRA).

River Plate: Montiel; Martinez, Diaz, Pinola, Casco; Ignacio Fernandez, Enzo Perez, Palacios, Julian Alvarez (Nicolas de la Cruz); Matias Suárez, Borré. Técnico: Marcelo Gallardo.

Boca Juniors: Andrada; Marcelo Weigandt, Lisandro Lopez, Izquierdoz, Mas; Marcone, Capaldo, Salvio, Alexis Mac Allister; Zarate, Ábila. Técnico: Gustavo Alfaro.

 

Facebook E+

Esportes Mais

Enzo Matheus (349 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta