Notícias

Futebol Internacional

Retrospectiva 2018: Cerro

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Em mais um ano positivo, Cerro se firma entre os times médios do Uruguai e em 2019 disputará mais uma edição da Copa Sul-Americana

O ano de 2017 foi positivo para o Cerro. O Albiceleste participou pela terceira vez  na história da Libertadores, ainda que eliminado precocemente.  Terminou a temporada em quinto lugar no Campeonato Uruguaio e conquistou a vaga para disputar a primeira Copa Sul-Americana do clube. A expectativa era manter a regularidade no ano de 2018. Confira a seguir a retrospectiva de mais uma temporada que termina com saldo positivo para o Cerro.

Apertura

O Cerro terminou o Torneio Apertura em sétimo lugar. Foram sete vitórias, quatro empates e quatro derrotas (para Peñarol, Nacional, Defensor e Boston River). Nas últimas sete partidas, os Albicelestes venceram cinco e empataram duas. Os comandados de Fernando Correa fecharam a participação no torneio com uma vitória sobre o arquirrival Rampla Juniors (2 a 0).

Copa Sul-Americana

Para um iniciante, o Cerro até fez uma campanha digna. Foi a primeira participação da história do clube na Copa Sul-Americana. Mas não foi a estreia dos Albicelestes em competições internacionais. O Cerro já esteve presente em três edições da Copa Libertadores (1995, 2010 e 2017).

Na primeira fase da Sul-Americana, o Cerro enfrentou o Sport Rosario. Depois de um empate no Peru, o time uruguaio venceu no Luís Trócolli por 2 a 0. A participação do clube terminou na segunda fase. Perdeu a primeira partida para o Bahia por 2 a 0, e empatou em casa por 1 a 1.

Intermedio

Três dias depois de finalizar o Apertura com uma vitória sobre o Rampla, o Cerro foi ao estádio do rival jogar a primeira rodada do Intermedio. E venceu mais uma: 1 a 0. Mas nem a excelente e invicta campanha do Cerro nesse torneio garantiu o time na final da competição. Foram três vitórias e quatro empates, insuficientes para superar o Nacional na corrida pela liderança. O ponto positivo é que o Albiceleste alcançou a incrível marca de quatorze jogos sem derrota em competições nacionais.

Clausura

O desempenho do time caiu um pouco no segundo semestre. Foram cinco vitórias, seis empates e quatro derrotas (outra vez para Nacional e Peñarol. As outras duas foram para Fênix e Racing). O time chegou a quinze partidas sem perder. Mas o fim dessa campanha incrível foi trágico: derrota por 5 a 0 para o Fênix, em casa.

Anual

O Cerro fez cinquenta e nove pontos no montante anual. Mesmo número do Defensor. Mas ficou em quinto lugar. Os Violetas obtiveram vantagem nos critérios de desempate e se classificaram para a Libertadores. O Cerro disputará a segunda edição consecutiva da Copa Sul-Americana.

Destaques

A temporada do Cerro teve dois grandes destaques. No primeiro semestre, o goleador Maureen Franco manteve o protagonismo de 2017 e foi o goleador da equipe. Ele pediu para sair do clube ao final do Torneio Apertura. No segundo semestre, Leandro Paiva foi o melhor jogador do time e um dos melhores do Campeonato Uruguaio. Tanto que o meia ficou entre os três melhores da competição ao lado da dupla do Peñarol, Kevin Dawson e Cristian Rodríguez.

Próxima temporada

Até o momento, as principais informações para a temporada de 2019 são: o técnico Fernando Correa não seguirá no clube e o volante Richard Pellejero de quarenta e dois anos renovou seu vínculo por mais uma temporada.

Samuel Bonicontro (180 Posts)


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta