Notícias

Futebol Internacional

Peñarol empata com Nacional e fica perto de título no Uruguai

Peñarol_River_Apertura_2019

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Peñarol lidera com cinco pontos de vantagem faltando nove por disputar

No primeiro clássico disputado com um mandante no seu próprio estádio, Peñarol e Nacional empataram por 1 a 1. Jogando no estádio Campeón del Siglo, aurinegros e tricolores não quebraram a igualdade e saíram com um ponto cada. Melhor para o Peñarol, que lidera o torneio e pode ser campeão já na próxima rodada. Os demais destaques da rodada ficam por conta da nova derrota do Fenix e a vitória jogando no seu estádio do Rampla Juniors em cima do Cerro pela primeira vez em 33 anos.

PEÑAROL E NACIONAL EMPATAM EM CLÁSSICO HISTÓRICO

Pela primeira vez, um estádio próprio recebeu um clássico entre Peñarol e Nacional. O sorteio determinou que, no primeiro turno, a responsabilidade de mandar o jogo coubesse ao Peñarol. Assim, o Campeón del Siglo foi o palco da histórica partida.

Mas se o jogo era histórico pelo cenário, o que se viu em campo foi mais do mesmo. Truncado, brigado e com pouquíssimas chances de gol. E, claro, momentos de tensão entre os jogadores em campo. Pouco jogo e muita luta, tônica da maioria dos jogos do campeonato, e um empate que acabou sendo bom para ambos.

Nacional jogava melhor e controlava a partida, porém, não conseguia atacar seu adversário. Foi numa bola parada que veio o gol que abriu o marcador. Escanteio cobrado por Rodrigo Amaral e o volante do Peñarol Cristian Rodriguez marcou contra tentando tirar a bola do centroavante Bergessio.

Com a vantagem, Nacional se retraía e tentava aproveitar os espaços deixados pelo Peñarol. Foi em um dos ataques do time da casa que teve o lance polêmico da partida. Falta em cima de Canobbio, que rolou no chão e tentou forçar o cartão do tricolor Kevin Ramírez. O meia Amaral foi recriminar o aurinegro e a confusão se formou. Empurrões de Canobbio, Gargano e Fernández em cima de Amaral, entrada dos reservas e clima quente.

Curiosamente, o árbitro Ostojich apenas mostrou cartão amarelo para Rodrigo Amaral, deixando Canobbio (que já tinha cartão) e Gargano (que posteriormente recebeu) sem serem amarelados, o que acabou mudando o rumo da partida, especialmente após a expulsão do centroavante tricolor Gonzalo Bergessio.

Para piorar a situação do Nacional, a falta que custou o vermelho para seu capitão acabou com uma cabeçada na trave de Fabricio Formiliano e, no rebote, o gol contra do zagueiro Corujo.

O 1 a 1 da primeira metade não foi alterado no segundo tempo. Peñarol teve uma chance clara de gol com finalização de Estoyanoff defendida por Mejía, que também precisou trabalhar numa boa cobrança de falta do zagueiro Lema. Já Nacional teve uma bola alçada na área que Corujo não conseguiu desviar para o gol.

Com o empate, Peñarol se manteve na liderança, agora com cinco pontos de vantagem em cima do Fenix, seu próximo adversário. Faltando apenas três rodadas, uma vitória aurinegra somada a uma derrota do Danubio dará o título à equipe dirigida por Diego López. Nas duas últimas rodadas, Progreso e Cerro Largo serão os adversários do Peñarol.

Para o Nacional, que já não tem chances matemáticas de título do Apertura, o empate ficou de bom tamanho por ter jogado todo o segundo tempo com um jogador a menos. Na classificação, contudo, a equipe perdeu a chance de diminuir a vantagem na Tabla Anual em relação ao Peñarol.

FENIX PERDE E PRECISA DERROTAR PEÑAROL PARA SE MANTER NA DISPUTA

A fase do Fenix continua ruim. Já são quatro jogos sem vencer e a liderança ficou cada vez mais distante. Desta vez, goleada fora de casa sofrida para o Progreso, por 3 a 0. Riquero, Alles e Viega marcaram os gols da equipe do Progreso.

Agora, a equipe dirigida pelo ex técnico da seleção uruguaia Juan Ramón Carrasco está cinco pontos atrás do Peñarol e precisa vencer o confronto direto da próxima semana para se manter na disputa.

O jogo será no Parque Capurro, estádio do Fenix, e a polêmica está instaurada pelo altíssimo preço dos ingressos cobrado para os torcedores do Peñarol.

RAMPLA JUNIORS VENCE CLÁSSICO DO BAIRRO

Rampla Juniors e Cerro fizeram o clássico do bairro do Cerro de Montevideo. O jogo foi disputado no Estádio Olímpico, campo do Rampla Juniors, e marcou a primeira vitória do time da casa em 33 anos jogando em seu estádio. Delis Vargas e Juan Albín marcaram os gols da equipe Picapiedra.

Com a vitória, Rampla Juniors se consolida na oitava posição e agora encara o River Plate fora de casa. Já Cerro é o lanterna e recebe o Juventud de las Piedras no próximo final de semana.

EQUIPES URUGUAIAS CONHECEM SEUS ADVERSÁRIOS DA PRÓXIMA FASE DAS COMPETIÇÕES INTERNACIONAIS

Com o sorteio desta segunda-feira em Assunção, ficaram definidos os adversários das equipes uruguaias na próxima fase da Libertadores e da Sul-Americana.

Pela máxima competição continental, Nacional encarará o Internacional de Porto Alegre. O jogo de ida será disputado no Parque Central e a volta no Beira Rio. A partida será disputada em julho, após a Copa América.

Pela Sul-Americana, ficou definido que o Peñarol enfrentará o Deportivo Cali da Colômbia e definirá a vaga em casa. Já o Liverpool jogará contra o Caracas da Venezuela e definirá a série fora de casa, assim como o River Plate, que encarará o Colón de Santa Fé da Argentina. Haverá duelo uruguaio entre Wanderers e Cerro.

RESULTADOS DA 12a RODADA DO APERTURA 2019

  • Progreso 3×0 Fenix
  • Defensor Sporting 1×1 River Plate
  • Liverpool 0x5 Danubio
  • Rampla Juniors 2×0 Cerro
  • Wanderers 0x3 Boston River
  • Juventud de las Piedras 0x0 Plaza Colonia
  • Racing 1×0 Cerro Largo
  • Peñarol 1×1 Nacional

Veja os gols da rodada

Créditos imagem: Facebook Oficial Associação Uruguaia de Futebol (AUF)

 

nico.bianchi.sica (71 Posts)

Professor de História pós graduado em Jornalismo Esportivo. Uruguaio, torcedor fanático da "Celeste" e do Nacional.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta