Notícias

Futebol Brasileiro

Opinião: por merecimento, Clayson ter que ser titular

clayson_cruzeiro-1-x-1-corinthians_-facebook-oficial-do-sccp_daniel-augusto-jr

Um dos melhores jogadores do Timão no returno, Clayson é um dos prováveis titulares no clássico contra o Palmeiras

Clayson merece a titularidade, não há dúvidas disso. Na contra-mão do líder o campeonato, o camisa 25, contratado no começo do Brasileirão em negociação com a Ponte Preta, vive uma ótima fase, e sempre que entra, deixa a equipe mais ofensiva. Mas este não é o único motivo para que o atacante mereça começar entre os 11 no Derbi, como já deveria estar bem antes.

O jogador é decisivo. Os quatro gols que o atacante fez pelo Timão, influenciaram no resultado final. Foi 1 gol contra o São Paulo, no Morumbi, quando o Corinthians perdia o jogo. O tento marcado contra o Cruzeiro, idem. Já contra o Coritiba, seus dois gols ajudaram a equipe alvinegra à conquistar a última vitória, até agora, na competição. Junto com Jô, é o artilheiro do Corinthians no returno.

Ele vêm chamando a responsabilidade, nas bolas paradas. Contra o Cruzeiro, decidiu bater a penalidade que garantiu um ponto ao Timão, em Minas. Em Campinas, Clayson chegou a se desentender com Jadson, em um lance de falta, após ter sido derrubado por Naldo. o camisa 10, acabou cobrando a falta na barreira, depois do episódio.

É um dos poucos jogadores que está em boa fase, e na faixa do campo onde atua, é o único. Assim como ele, apenas Cássio, Balbuena, Gabriel e Jô vem jogando bem, e destoando dos “11 do Carille”. Clayson disputa posição com Jadson e Romero, dois que vêm acumulando más apresentações e sendo criticados pela torcida.

E por último, ele tem sido o xodó da torcida. Nas redes sociais, e nas arquibancadas, o nome de Clayson é um dos mais citados para começar a partida. Se for titular no Dérbi, Carille não só vai estar agradando a torcida, mas também fazer aquilo que já deveria ter feito, e faz tempo.

Clayson
Clique na imagem para acessar o site

 

Leia mais sobre o futebol brasileiro

Deixe uma resposta