Notícias

Futebol Brasileiro

“Nos cotaram como a quarta força” esbravejou Jean Mota após vitória no Sansão

SANTOS

Peixe vence com autoridade e neutraliza o Tricolor do Morumbi

Ivan Storti/Santos FC

Jogando no Paecambu, o Santos venceu o São Paulo por 2 a 0; gols de Luiz Felipe e Derlis González. O Peixe segue invicto na competição, enquanto o Tricolor conheceu seu primeiro revés.

COMO FOI A PRIMEIRA ETAPA?

O Santos, empurrado pela sua torcida, começou melhor na partida. Fechou os espaços do meio campo do São Paulo, anulando qualquer possibilidade de criação tricolor. O volante Hudson, que vinha de boas atuações, não repetiu a performance e foi mal no jogo.

A velocidade dos meias do Santos ajudaram o time a criar as melhores chances do primeiro tempo. O meia Soteldo chegou a ficar cara a cara com Tiago Volpi, mas o goleiro cresceu pra cima do venezuelano – o que não é difícil, visto que o camisa 10 santista tem 1,60 de altura.

Aos 30 minutos, Jean Mota cobrou escanteio e o zagueiro Luiz Felipe colocou o Peixe na frente. Tiago Volpi saiu mal da meta tricolor, e os zagueiros não contiveram o avanço do defensor santista.

Ivan Storti/Santos FC

E A SEGUNDA ETAPA?

Precisando do resultado, André Jardine colocou o centroavante Diego Souza no lugar de Helinho, abrindo Nenê para o lado do campo. Mesmo assim, o São Paulo não conseguiu criar. Diferente disso, sofreu mais ainda com as jogadas verticais do time do Santos, que estava com o jogo nas mãos no Pacaembu.

Brenner e Liziero entraram nos lugares de Hudson e Nenê, que não foram efetivos na partida. Porém, as mudanças não deram efeito. O Santos abusou dos contra ataques na etapa complementar, e foi a partir dessa jogada que saiu o gol que deu números finais ao clássico: em um contra ataque de almanaque, Felipe Cardoso deu um passe magistral para Derlis González; o atacante driblou o goleiro Tiago Volpi e matou o jogo; 2 a 0 para o Santos.

Ivan Storti/Santos FC

O Santos, com a vitória, segue 100% no Campeonato Paulista, contrariando as críticas ao trabalho do técnico Sampaoli. Já o São Paulo conhece sua primeira derrota no estadual, em uma atuação sem brilho.

Os jogadores falaram à imprensa depois da partida.

Pablo reclamou da arbitragem após a partida.

“Tem que melhorar, perdemos o jogo, a equipe não está feliz pelo o que fizemos. O que estressou a gente é perigoso ser punido. É melhor ficar quieto. A arbitragem né (que irrita)”.

Já pelo lado do Santos, Jean Mota elogiou o time e o técnico Sampaoli:

“Cotaram a gente como quarta força, viemos trabalhando jogo a jogo, para manter a pegada e continuar trabalhando. Sampaoli é um treinador que busca opções, ele teve uma visão tática muito boa, no final a gente tava com o meio congestionado, ele colocou três zaguerios e saímos com a vitória.”

O próximo compromisso do Santos é contra o Bragantino, dia 31/01, fora de casa. Já o São Paulo enfrenta o Guarani, no mesmo dia, jogando no Pacaembu.

Deixe uma resposta