Notícias

Basquete

Na prorrogação, São Paulo vence Bauru Basket e está na semifinal

Bauru Basket

Foto: Victor Lira/Bauru Basket

Tricolor bateu o Dragão com Panela de Pressão lotada, fechou a série em 2 a 1 e agora encara Franca

No início da noite desta segunda-feira (23), Bauru Basket e São Paulo se enfrentaram no Ginásio Panela de Pressão pelo terceiro e último jogo da série de quartas de final do Campeonato Paulista.

Com parciais de 22 a 22; 25 a 17; 22 a 17; 10 a 23 e 8 a 14, o Tricolor venceu por 93 a 87 e está na semifinal do Campeonato Paulista.

Destaques

O grande destaque e cestinha da partida foi Georginho, que anotou 33 pontos. Do lado bauruense, o jogador mais efetivo foi Nick Wiggins, com 26 pontos.

Como fica

Classificado, o São Paulo encara Franca na semifinal. O jogo 1 será de mando do Tricolor, e o 2 e 3 dos Francanos. As datas ainda serão divulgadas.

O jogo

O duelo começou equilibrado e com as equipes bem postadas. Georginho e Shamell anotaram para os visitantes, mas Massey e Faggiano responderam para o Dragão, 5 a 4.

O armador bauruense levantou o público com uma linda jogada, e na sequência Wiggins também deu o seu cartão de visitas, 9 a 4. Mas Holloway e Jefferson foram eficientes da linha dos três pontos, 9 a 10.

O primeiro período seguiu equilibrado até o final, com Nick Wiggins comandando Bauru e Jefferson o São Paulo, 22 a 22.

O segundo quarto começou da mesma forma, com muito equilibrou e as equipes alternando a frente do placar, 27 a 26. Porém, após um breve tempo de descanso no banco, Lucas Faggiano voltou com tudo e o Dragão abriu vantagem, 35 a 29.

Após mais uma boa sequência de Bauru, Cláudio Mortari parou o jogo para tentar arrumar a sua equipe. Mas o Dragão conseguiu manter o ritmo e foi para os vestiários em vantagem, 47 a 39.

Bauru
Foto: Victor Lira/Bauru Basket

Na volta do intervalo as equipes voltaram com defesas mais agressivas, porém, apenas o ataque de Bauru foi efetivo, 57 a 39. Porém, guiados por Shamell os visitantes voltaram para a partida, 64 a 54.

O minuto final do período foi marcado por muita briga, e finalizado com uma linda cesta de três de Nick Wiggins, 69 a 56.

Os primeiros cinco minutos do último quarto foi marcado por um placar baixo, já que Bauru administrava a vantagem e o Tricolor não demonstrava forças para a virada, 73 a 61.

Porém, tudo mudou. Com duas belas cestas de três na sequência, sendo uma de Georginho e outra de Cassiano, os visitantes encostaram, 73 a 67.

O desafogo bauruense veio na mesma moeda, com ele, Lucas Faggiano, 76 a 67. Restando menos de um minuto Shamell voltou a trazer emoção, 76 a 72. Na sequência, o Tricolor defendeu bem e ainda contra-atacou com Georginho, 76 a 75.

Com 45 minutos restantes e a posse de bola, Wiggins chamou a responsabilidade, sofreu a falta e converteu dois lances livres, 78 a 75. Mas ainda tinha jogo, e Georginho voltou a diferença para um ponto, 78 a 77.

E o que parecia difícil aconteceu. Restando 17 segundos para o terminou da partida, novamente com Georginho, o Tricolor empatou o jogo, 79 a 79.

Bauru teve a posse, mas não aproveitou o ataque. Renan ainda tentou do meio da quadra no estouro do cronometro, mas a partida foi para a prorrogação.

Melhor psicologicamente, os visitantes mostraram poder defensivo e foram eficientes também no ataque abrindo nove pontos de vantagem, 79 a 88.

Restando menos de dois minutos na partida, o Dragão tentou uma reação, 84 a 88. Na saída de bola, Cassiano marcou bobeira, Bauru recuperou e Faggiano trouxe a diferença para um ponto, 87 a 88.

Ambas as equipes ainda tiveram um ataque desperdiçado, até que Brito cometeu falta e levou Georginho para a linha de lances livres com 36 segundos no relógio. Ele converteu os dois, 87 a 90.

Nervoso, o Dragão não conseguiu ser efetivo no ataque, e os visitantes aproveitaram, fechando o jogo em 87 a 93.

Esportes Mais

Esportes Mais no Facebook

 

Deixe uma resposta