Notícias

Futebol Brasileiro

Erik declara seu amor ao Botafogo: “aqui eu me identifiquei muito”

Erik declara seu amor ao Botafogo

Em entrevista antes de sair do Botafogo, Erik falou de sua carreira e mostrou amor ao glorioso

(Foto: Divulgação / Vítor Silva/SSPress/Botafogo)

Hoje no Japão, jogando pelo Yokohama Marinos, o atacante Erik jamais irá esquecer de sua passagem pelo Botafogo. Antes de sair de General Severiano, o atleta concedeu entrevista exclusiva, que foi publicada nesta quinta (15), para o canal “+Esportes”, ao repórter Breno Roberto.

O atleta falou sobre suas passagens no alvinegro e afirmou sua dedicação total enquanto estava no elenco do clube carioca.

“Aqui eu me identifiquei muito e quando você entra dentro do campo, você se transforma. Você chega todos os dias para trabalhar e quer sempre mais. Aqui tem uma química diferente”.

Alguns trechos da entrevista seguem abaixo:

Infância

“Fui criado em uma infância muito simples, no interior do Pará, e não tinha vizinhos, nem amigos para jogar. Meu pai e minha mãe viviam na lavoura, o que plantava e o que colhia era o que a gente vivia. Nasci em uma infância muito simples, muito pobre. Costumo valorizar bastante de onde eu saí e como foi a minha vida.”

Oportunidade no Goiás

“Não fomos (família) com nenhum intuito de jogar futebol. O que estava mais próximo de mim era a lavoura. Um tio convidou meu pai para passar três, quatro dias em Goiânia e aqueles dias se tornaram em 11 anos no futebol.”

Ida para o Palmeiras

“Eu escolhi o Palmeiras e com um objetivo, era conquistar um título de expressão. E no fim do ano a gente foi campeão brasileiro.”

Chegada ao Botafogo

“Quando surgiu a oportunidade de vir para o Botafogo, eu tive uma oportunidade de jogar fora também, eu sempre deixei claro, mas eu escolhi estar aqui (no Botafogo), e a gente conseguiu dar aquela arrancada fantástica, conseguimos crescer bem coletivamente e terminar bem a competição.”

Despedida de Jefferson

“Aquele dia foi sensacional, até o céu estava diferente. Seria o último jogo do cara, e ‘o cara’. Eu pude fazer dois gols. Quando acabou o jogo eu fui dar um abraço nele e lembro que ele falou assim ‘continua assim que você vai muito longe’ e eu falei quero que você (Jefferson) continue aqui.”

Assista a entrevista completa com o Erik abaixo:

Identificação de Erik com a torcida e o clube, seu gol mais marcante da carreira, ídolo no futebol e curiosidades do elenco atual do Botafogo estão nos assuntos do vídeo abaixo:

 

Facebook E+

Esportes Mais

 

Deixe uma resposta