Notícias

Futebol Brasileiro

Cruzeiro e Internacional começam a briga pela final da Copa do Brasil

cruzeiro-76

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Cruzeiro joga em busca de um bom triunfo para garantir vaga na final pela terceira vez consecutiva

Na noite desta quarta-feira (07), a equipe do Cruzeiro Esporte Clube recebe o Sport Club Internacional às 21h30, horário de Brasília, no Estádio Magalhães Pinto “Mineirão” em jogo válido pela primeira partida da semifinal da Copa do Brasil de 2019.

Ranking geral dos semifinalistas

O Cruzeiro passou para a semifinal ao eliminar nada mais nada menos do que seu maior rival: Atlético Mineiro. Em dois jogos eletrizantes, cada qual impondo seu ritmo de jogo em sua casa. A Raposa venceu no Mineirão por 3 a 0, enquanto no Independência o Galo venceu por 2 a 0.

Eliminado recentemente pelo River Plate na Copa Libertadores, o Cruzeiro anda mau colocado no Campeonato Brasileiro e domingo (04) foi derrotado pelo rival Atlético Mineiro por 2 a 0 no Estádio Independência. Com este resultado e a vitória do Fluminense, o Galo empurrou o time Celeste para o Z-4.

Agora vira a chave para a  Copa do Brasil e o time de Mano Menezes que soma 7 jogos sem marcar gols, precisa de um bom triunfo para conseguir chegar pela terceira vez consecutiva à final da Copa do Brasil e conquistar um título nacional e garantir vaga na competição Continental de 2020, além de sair do incômodo 16º lugar na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Abaixo segue a tabela do Cruzeiro onde não balançou a rede dos adversário.

Os jogos do Cruzeiro sem marcar gol:

  • Cruzeiro 0x0 Botafogo – 10ª rodada do Brasileiro
  • Atlético-MG 2×0 Cruzeiro – Volta das quartas da Copa do Brasil
  • Bahia 0x0 Cruzeiro – 11ª rodada do Brasileiro
  • River Plate 0x0 Cruzeiro – Ida das oitavas da Libertadores
  • Cruzeiro 0x2 Athletico-PR – 12ª rodada do Brasileiro
  • Cruzeiro 0x0 River Plate – Volta das oitavas da Libertadores
  • Atlético-MG 2×0 Cruzeiro – 13ª rodada do Brasileiro.

Já o Internacional eliminou o poderoso Palmeiras, ao vencer pelo mesmo placar de 1 a 0 no Estádio Beira-Rio e como perdeu em São Paulo, na disputa por pênaltis levou a melhor: 5 a 4.

O Colorado está em alta, passou para as quartas de final da Copa Libertadores ao vencer o Nacional-URU por 1 a 0 fora de casa no Estádio Parque Central e 2 a 0 no Beira-Rio.

Pelo Campeonato Brasileiro o time perdeu de 2 a 1 para o Fluminense no sábado (03) no Maracanã, ocupa a sexta posição na tabela do Brasileirão e vem com força máxima e toda moral pra cima do Cruzeiro no Mineirão.

Cruzeiro com força máxima

Mano Menezes do Cruzeiro faz mistérios e corre contra o tempo para arrumar o time Celeste. Com treinos totalmente fechados na segunda-feira (05) e também na terça-feira (06), o treinador da Raposa promete mudanças e ela deve acontecer do meio para frente, onde o setor preocupa mais na equipe.

Sem vencer a 10 jogos no Brasileirão, 7 sem marcar gols e 1 vitória nos últimos 17 jogos, Mano Menezes terá muito trabalho para que o time volte a render o belo futebol apresentado no início da temporada pelo Campeonato Mineiro e Copa Libertadores.

Edilson recuperado de uma lesão na panturrilha deve ser relacionado, embora seu substituto Orejuela está sendo um dos destaques do time e caindo nas graças da torcida. Robinho é questionado se aguenta os 90 minutos e o único desfalque é o meia atacante David que cumpre suspensão pelo cartão vermelho sofrido contra o Atlético-MG no segundo jogo das quartas de final.

Rodrigo Lindoso é a única dúvida do Inter

Com um entorse no Tornozelo esquerdo, Rodrigo Lindoso é dúvida para o técnico Odair Hellmann, mas o jogador está junto com a delegação em Belo Horizonte e espera até o último momento de terça-feira (06) onde fará testes para avaliar sua condição. O comandante Colorado terá o retorno de Patrick e Nico López, que treinaram normalmente no Rio de Janeiro. A única ausência é de D’Alessandro, suspenso pelo cartão vermelho sofrido contra o Palmeiras no jogo da volta em Porto Alegre.

Mano Menezes de saída?

O Cruzeiro passa pela sua pior fase na era Mano Menezes, após a derrota para o rival Atlético-MG, em conversa com diretoria o treinador deixou nas mãos dos mandatários Cruzeirenses o seu futuro.

Em contra-partida Pedro Rocha disse em nome de todos os jogadores que esse não é um momento ideal para isso e que todos são responsáveis pelos maus resultados obtidos dentro de campo.

– A gente está junto com ele. Claro que a gente tem parcela de culpa nisso, porque a gente não vem rendendo aquilo que ele espera, aquilo que ele nos passa, e a gente está junto para fazer o melhor e ajudar o Cruzeiro a estar lá em cima novamente. Estamos tentando fazer o nosso melhor. Claro que o nosso melhor não está sendo suficiente, mas tenho certeza que a gente vai sair dessa situação – disse Pedro Rocha.

Pedro Rocha, atacante do Cruzeiro, comentou sobre o período turbulento vivido pelo time — Foto: Gabriel Duarte

Pedro Rocha, atacante do Cruzeiro, comentou sobre o período turbulento vivido pelo time — Foto: Gabriel Duarte

Ainda sobre o treinador Mano Menezes, Pedro Rocha comentou:

– Ele já está aqui há três anos, conhece muito bem o grupo, todos que aqui trabalham. Sem dúvida, a saída dele, neste momento, não seria o ideal. Até porque gosto muito dele, é um grande treinador, já passou por muitos momentos como esse. Ele sabe lidar com esse tipo de situação.

Mano Menezes deixou o cargo à disposição após o clássico no Independência — Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Mano Menezes deixou o cargo à disposição após o clássico no Independência — Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Pelo que parece Mano Menezes segue com prestígio entre os dirigentes Cruzeirenses e não há como contestar isto, pois o time está a um passo de chegar à sua terceira final com o treinador e é o atual bicampeão da competição.

Internacional monta estratégia contra o Cruzeiro

Edenílson será a peça vital contra o Cruzeiro, além de substituir D’Alessandro, o volante terá que apertar a marcação e jogar um pouco adiantado para poder fazer pressão na Raposa, sendo o elo entre a defesa o meio de campo e o ataque. Com um aproveitamento muito bom dentro das quatro linhas, ele será o elemento estratégico do jogo. Veja seu desempenho com a camisa do Inter.

Inter em 2019

Com Edenílson Sem Edenílson Total
32 jogos 10 jogos 42 jogos
20 vitórias 5 vitórias 25 vitórias
6 empates 1 empate 7 empates
6 derrotas 4 derrotas 10 derrotas
68,7% de aproveitamento 53,3% de aproveitamento 65% de aproveitamento

Edenilson com toda sabedoria analisou o momento da Raposa e do técnico Mano Menezes.

– O Cruzeiro é um time experiente. Time que sabe jogar esse tipo de competição. Foi campeão da Copa do Brasil duas vezes seguidas. Então a gente tem que ter bastante atenção com essa experiência deles. Usaram o fator casa muito bem contra o Atlético-MG. Temos que ter coragem de enfrentar de igual para igual e sair com um bom resultado – projeta.

Confrontos entre Cruzeiro x Internacional

Com um equilíbrio 100% entre os dois times, eles são rivais desde 1962. Pelo Campeonato Brasileiro unificado jogaram 70 vezes, sendo 25 vitórias para cada lado e 20 empates. A Raposa marcou 88 gols contra 86 do Colorado.

Cruzeiro e Internacional já decidiram o Brasileirão em 1975, naquela ocasião em jogo único no Beira-Rio, o Colorado de Falcão e companhia venceu a Raposa de Raul, Nelinho, Joãozinho, Palhinha por 1 a 0, gol do zagueiro Figueiroa, sagrando-se campeão Brasileiro pela primeira vez.

A vingança Celeste viria na Libertadores de 1976, o Cruzeiro venceu por 5 a 4 no Mineirão, considerado um dos maiores jogos da história do futebol Brasileiro e consequentemente a Raposa foi campeã da Copa Libertadores daquele ano.

Ficha técnica – Cruzeiro x Internacional

Data: 07/08/2019

Hora: 21h30, horário de Brasília

Local: Estádio Magalhães Pinto “Mineirão” – Belo Horizonte – MG.

Arbitro: Luis Flávio de Oliveira – FIFA – SP.

Cruzeiro: (Provável escalação) Fábio; Orejuela, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Ariel Cabral, Robinho (Jadson) e Thiago Neves; Marquinhos Gabriel e Fred.

Técnico: Mano Menezes.

Internacional: (Provável escalação) Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Cuesta e Uendel; Edenílson, Lindoso (Rithely ou Nonato), Patrick, Rafael Sobis (Sarrafiore ou Wellington Silva) e Nico López; Paolo Guerrero.

Técnico: Odair Hellmann.

Luis Carlos FURBINO de PINHO (128 Posts)

CRUZEIRO é meu time. Trabalho atualmente com Transporte Escolar TIO LUIS e colunista​ no www.esportesmais.com.br Gosto de esportes, prático e sou monitor na Escola de Vôo Livre VOLARE. Sou formado em administração. Gosto de uma boa música, violão e futebol.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta