Notícias

Futebol Brasileiro

Cruzeiro e Atlético Mineiro fazem clássico acirrado no Brasileirão

images

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Cruzeiro recebe o Galo no Mineirão, time Celeste precisa somar três pontos para afastar do Z-4. Já o Alvinegro aliviou a pressão com a vitória na última rodada

Na tarde deste domingo (10), a equipe do Cruzeiro recebe o Atlético Mineiro às 16h, horário de Brasília, no Estádio Magalhães Pinto “Mineirão”, em duelo válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2019.

Classificação de Cruzeiro e Atlético Mineiro

A Raposa é o 16º colocado com 34 pontos ganhos, vem de empate por 0 a 0 contra o Athletico-PR jogando fora de casa na Arena da Baixada, resultado que manteve o time na mesma colocação da última rodada.

Já o Galo soma 39 pontos conquistados, subiu duas posições na tabela, ficando em 11º, venceu em casa, no Estádio Mineirão o Goiás por 2 a 0. Com a vitória sobre a equipe Esmeraldina, Atlético Mineiro deu uma aliviada na pressão, reencontrando o caminho da vitória e afastando um pouco do Z-4.

Fred e Thiago Neves retornam ao time do Cruzeiro

O treinador Abel Braga não poderá contar com Sassá que cumpre suspensão automática pelo cartão vermelho recebido contra o Athletico-PR, em compensação terá o retorno de Fred que também cumpriu suspensão do terceiro cartão amarelo e o lateral direito Orejuela pelo cartão vermelho sofrido contra o Bahia.

A dúvida de Abel está na zaga, entre os zagueiros Cacá, Fabrício Bruno e Léo. Quem será a dupla de zaga do comandante Celeste? Já na lateral Dodô e Egídio disputam a posição, como Dodô jogou os últimos dois jogos, deve começar jogando, pois Egídio sente dores no quadril e será avaliado. Thiago Neves também fica à disposição do técnico, já que ficou de fora do último confronto.

Elias é o desfalque do Atlético Mineiro

O treinador Vagner Mancini não poderá contar com o voltante Elias, constatado uma lesão na coxa direita, sofrida no jogo contra o Goiás. Marquinho é dúvida com incômodo na coxa e Jair poderá ser relacionado para o clássico, jogador participou do treino nesta sexta-feira (08) e está libertado pelo departamento médico do clube.

Cruzeiro ainda na luta contra o rebaixamento: 25,6%

Com risco de 25,6% de rebaixamento o Cruzeiro deixou escapar pelas próprias mãos o afastamento de vez do Z-4. Caso vencesse o Furacão, time Celeste somaria 36 pontos subindo para 15º lugar, empataria com Ceará (13º) e Fortaleza (14º) em pontos, perdendo no critério números de vitórias, dois pontos a mais que o Fluminense (15º) e três pontos a mais que o Botafogo (17º) que abre a zona de rebaixamento.

Não bastasse isso, time ainda vive uma profunda crise financeira e administrativa. Com parte dos salários de setembro e outubro atrasados, fica difícil cobrar dos jogadores, mas o torcedor não quer saber disso e exige reação do time da Raposa.

Sem perder a nove partidas sob o comando de Abel Braga, foram seis empates e três vitórias, nitidamente dá pra perceber uma mudança de comportamento dos jogadores comandados pelo treinador. Mas ainda é pouco para o elenco que tem e pelo início do ano avassalador do Cruzeiro, sendo Campeão Mineiro e com a segunda melhor campanha na Copa Libertadores.

O padrão de jogo ainda não é o ideal para a Raposa. David que vem sendo criticado pela maioria dos torcedores, não percebe que o Cruzeiro tem uma saída de bola lenta para a velocidade que o atacante precisa, time troca muitos passes lá atrás sem imprimir velocidade no jogo que poderia ser cirúrgico contra o adversário pela característica do atacante.

Sobre o jogo contra o arquirrival Atlético Mineiro, a Raposa terá que mostrar qualidade para impor o seu mando de campo, apesar de ser um clássico sem favoritismo. Serão duas partidas seguidas em casa, a outra é contra o CSA.

– Duas partidas importantíssimas, dois jogos em casa que precisamos fazer os seis pontos. A gente, chegando aos 40 pontos, dá uma tranquilizada maior. Acho que os de baixo não vão conseguir vencer dois jogos seguidos, porque está muito competitivo. A gente vai entrar neste clássico para jogar futebol e conseguir a vitória – garantiu o jogador Robinho.

Robinho voltou a ser titular nessa quarta, contra o Athletico-PR — Foto: Geraldo Bubniak / Light Press

Robinho voltou a ser titular nessa quarta, contra o Athletico-PR — Foto: Geraldo Bubniak / Light Press

– Eu acho que, desde quando eu cheguei aqui, deve ser o clássico mais importante, tirando as finais do Mineiro e também (as quartas de final) da Copa do Brasil. Desde 2016, acho que vai ser o principal clássico – afirmou Robinho.

Receita de Vágner Mancini: “erro zero”

O Galo está com uma das piores defesas como mandantes da Série A, no total foram 21 gols sofridos em casa e 43 em todo o Brasileirão. Mancini vive a primeira experiência no clássico pelo lado do Alvinegro e a receita do treinador é ter “erro zero” na defesa pra vencer o rival.

Vágner Mancini Atlético-MG — Foto: Frederico Ribeiro

Vágner Mancini Atlético-MG — Foto: Frederico Ribeiro

– Acho que o erro zero na parte defensiva é o mais importante num jogo desse. Por mais que a gente monte estratégias ofensivas, marcações altas ou baixas, o que mais importa é você, defensivamente, ter erro zero. Isso eu tenho passado aos atletas. É um lance de bola parada, um lance de lateral, uma desatenção e você toma um gol que te custa caro. Porque haverá pressão maior quando você tem que empatar ou virar – disse Vágner Mancini.

– Acho que a tensão faz parte do jogo. Clássico que reúne todos os ingredientes possíveis. Não há dúvida em dizer que a tensão fará parte do jogo. O time que souber administrar melhor isso daí, terá vantagem no jogo. São times grandes, habituados à parte de cima da tabela. Quando isso não acontece, gera tensão. Espero um bom jogo de futebol. São equipes em evolução – completou o comandante Alvinegro.

Cruzeiro x Atlético Mineiro: rivais desde 1967 pelo Brasileirão unificado

Já se passaram 52 anos e eles jogaram 69 vezes pelo Brasileirão unificado, exceto em 2006 quando o Atlético Mineiro disputou a Série B, rebaixado no ano de 2005. O Galo leva uma ligeira vantagem, venceu 26 vezes, perdeu 22, com 21 empates.

O Cruzeiro fez 91 gols contra 92 do Alvinegro. A maior goleada certamente Cruzeirenses e Atleticanos jamais esquecem, aliás os Alvinegros não gostam de lembrar, mas do lado Celeste é motivo de gozação como dizem: “eterno 6 a 1”. Isso mesmo foi a última rodada do Brasileirão do ano de 2011, pra ser exato 04/12/2011.

Os Atleticanos faziam festa, pois era só vencer o rival e o Cruzeiro estaria rebaixado para segunda divisão, mas dentro de campo foi um massacre e superação do time Celeste que aproveitou a desatenção e talvez um clima de “já ganhou” por parte dos Alvinegros. Os gols foram saindo um a um e tornando naquele que foi o placar mais elástico entre os dois times: 6 a 1 para o Cruzeiro.

Para maiores detalhes segue o link http://futpedia.globo.com/confronto/cruzeiro-x-atletico-mg

Ficha técnica – Cruzeiro x Atlético Mineiro

Data: 10/11/2019

Hora: 16h, horário de Brasília

Local: Estádio Magalhães Pinto “Mineirão” – Belo Horizonte – MG

Arbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima – AB – RS

Arbitro assistente 1: Rafael da Silva Alves – AB – RS

Arbitro assistente 2: Leirson Peng Martins – AB – RS

VAR: Daniel Nobre Bins – AB – RS

Cruzeiro: (Provável escalação) Fábio; Orejuela, Léo, Fabrício Bruno (Cacá) e Dodô (Egídio); Henrique e Éderson; Marquinhos Gabriel, Thiago Neves e David; Fred.

Técnico: Abel Braga.

Atlético Mineiro: (Provável escalação) Cleiton; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Zé Welison e Luan; Bruninho, Cazares e Otero; Di Santo.

Técnico: Vágner Mancini.

 

Luis Carlos FURBINO de PINHO (142 Posts)

CRUZEIRO é meu time. Trabalho atualmente com Transporte Escolar TIO LUIS e colunista​ no www.esportesmais.com.br Gosto de esportes, prático e sou monitor na Escola de Vôo Livre VOLARE. Sou formado em administração. Gosto de uma boa música, violão e futebol.


Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

1 comentário em Cruzeiro e Atlético Mineiro fazem clássico acirrado no Brasileirão

Deixe uma resposta